A modernidade nos cartazes de Giovanni Pintori
PDF

Palavras-chave

Design gráfico italiano
Giovanni Pintori
Olivetti
Design pós-guerra
Arte moderna

Como Citar

BARROS, João Magioni Corrêa de. A modernidade nos cartazes de Giovanni Pintori: uma análise da produção gráfica italiana no século XX. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 16, p. 141–154, 2023. DOI: 10.20396/eha.16.2022.4986. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4986. Acesso em: 17 jul. 2024.

Resumo

Giovanni Pintori (1912-1999) foi um artista italiano que participou da leva notável de artistas gráficos no cenário italiano do pós-guerra. Foi diretor artístico da Olivetti e produziu cartazes que estão no acervo do Museum of Modern Art (MoMA), os quais serviram de objeto de estudo. O estudo volta-se à construção de uma linha de pensamento que compreenda os cartazes de Pintori como pertencentes à modernidade italiana, de forma que essa linha possa ser aplicada a outras produções gráficas da época. Para obter os resultados esperados, foram feitas leituras e revisões bibliográficas; busca de fontes primárias; trabalho de leitura iconográfica e análise de anúncios da revista italiana Domus; e estudos formais e comparativos entre os cartazes de Pintori. Obteram-se resultados sobre a visualidade das produções gráficas em relação às cores, composições, formas, entre outros elementos gráficos, e hipóteses que adentram o campo corporativo. Também foram encontradas evidências sobre a formação de Pintori e os métodos de publicidade da Olivetti em meios institucionais. O aumento da integração entre artistas e produções, devido às evoluções tecnológicas e a troca entre países, fazem perceber o impacto que a mídia impressa possui sobre a arte moderna e a modernidade.

https://doi.org/10.20396/eha.16.2022.4986
PDF

Referências

BARDI, P. M. O artista e a máquina. São Paulo: Olivetti, 1966.

BOSSAGLIA, Rossana. L’ISIA a Monza: una scuola d’arte europea. Monza: Associazione Pro Monza, 1986.

BRENNAN, AnnMarie. Olivetti: A work of art in the age of immaterial labour. Journal of Design History, v. 28, n. 3, p. 235-253, 2015.

CARTER, Jim. Italy on fifth ave: from the museum of modern art to the olivetti showroom. Modern Italy, v. 23, n. 1, p. 103-122, 2018.

DELLAPIANA, Elena. Italy creates. Gio Ponti, America and the shaping of the Italian design image. Res Mobilis: Revista internacional de investigación en mobiliario y objetos decorativos, v. 7, n. 8, p. 19-48, 2018.

GALLINO, Luciano. L’impresa responsabile: un'intervista su Adriano Olivetti. Segrate: Einaudi, 2014.

HOLLIS, Richard. Design gráfico: uma história concisa. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

MEGGS, Philip B.; PURVIS, Alston W. História do design gráfico. São Paulo: Cosac Naify, 2009.

Museum of Modern Art (MoMA). Olivetti: Design in industry. Nova Iorque: MoMA, 1952. Disponível em: https://www.moma.org/documents/moma_catalogue_2741_300159054.pdf. Acesso em 22 fev. 2022

Museum of Modern Art (MoMA). Press Release: Olivetti: Design in History. 1952. Disponível em: https://assets.moma.org/documents/moma_press-release_325868.pdf?_ga=2.10652912.59811563.1624732474-1784686773.1616175886. Acesso em: 22 fev. 2022.

MUSINA, Massimiliano. Giovanni Pintori: The Stark Tension between Flair and Discretion. Fausto Lupetti Editore. 2014

PRIARONE, Giuseppe. Grafica pubblicitaria: in Italia negli anni Trenta. Cantini, 1989.

SOBY, James Thrall; BARR, Alfred Hamilton. Twentieth-century Italian art. New York: Museum of Modern Art, 1949.

SCHNEIDER, Beat. “Design no Fascismo”. In: Design: Uma introdução. O Design no contexto social, cultural e econômico São Paulo: Blucher, 2010. pp. 84-91.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 João Magioni Corrêa de Barros

Downloads

Não há dados estatísticos.