Ttéia 1C de Lygia Pape (2002)
PDF

Palavras-chave

Neoconcretismo
Espaço
Arte contemporânea

Como Citar

ABONIZIO, Thais. Ttéia 1C de Lygia Pape (2002): considerações sobre o espaço neoconcreto. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 16, p. 6–15, 2023. DOI: 10.20396/eha.16.2022.4939. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4939. Acesso em: 20 jul. 2024.

Resumo

Este artigo busca situar a obra Ttéia 1C (2002), integrante da série Ttéias (1977-2002), da renomada artista brasileira Lygia Pape, dentro do contexto do desenvolvimento do espaço moderno e sua transição para o contemporâneo. Essa produção artística encontra-se inserida no movimento neoconcreto brasileiro, surgido na segunda metade do século XX como resultado das explorações de artistas nas cidades de São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ). Utilizando a abordagem metodológica da fenomenologia, este estudo busca analisar as relações estabelecidas entre a obra e seu contexto, observando os reflexos e desdobramentos na construção do espaço contemporâneo.

https://doi.org/10.20396/eha.16.2022.4939
PDF

Referências

BATCHELOR, David. Minimalismo. Trad: Célia Euvaldo. São Paulo: Cosac & Naify edições, 2001. 2a. ed. 80p.

BRETT, Guy. A lógica da teia. In: PAPE, Lygia, et al. Gávea de tocaia. Editora Cosac Naify, 2000.

EL LISSITZKY, Proun Raum. In: LISSITZKY-KÜPPERS, Sophie. El Lissitzky: life- letters-texts. London: Thames & Hudson, 1968. p. 361.

HUCHET, Stéphane. A Instalação como disciplina da exposição. Algumas considerações preliminares. In: XXV Colóquio Brasileiro do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2006, Tiradentes/MG, 2005. Anais do XXV Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte. Belo Horizonte: Editora C/Arte, 2006, 2006. p. 302-310.

HUCHET, Stéphane. Intenções espaciais: a plástica exponencial da arte (1900-2000). Prefácio Celso Favaretto. Belo Horizonte: C/Arte, 2012.

INSTITUTO INHOTIM. Galeria Lygia Pape. [2023]. Disponível em: https://www.inhotim.org.br/item-do-acervo/galeria-lygia-pape/. Acesso em 17 de janeiro de 2023.

MORAIS, Frederico. O corpo é o motor da obra. In: Ensaios fundamentais: artes plásticas/ Sergio Cohn (Org.). Rio de Janeiro: Beco do Azougue, 2010, p.123.

TASSINARI, Alberto. O espaço moderno. São Paulo: Cosac Naify Edições, 2001.

KRAUSS, Rosalind. Caminhos da escultura moderna. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Thais Abonizio

Downloads

Não há dados estatísticos.