As narrativas sobre as artes visuais no Brasil da década de 1960
PDF

Palavras-chave

Memória
Arte brasileira
Narrativa

Como Citar

SANTOS, Nelyane. As narrativas sobre as artes visuais no Brasil da década de 1960: representações sociopolíticas e embates entre a memoria e a história da arte. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 13, p. 666–673, 2018. DOI: 10.20396/eha.13.2018.4586. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4586. Acesso em: 22 jul. 2024.

Resumo

Na introdução de seu livro A pintura como modelo, Yve-Alain Bois discorre sobre as várias chantagens que enfrenta em seu ofício de historiador da arte. Uma destas, a da pressão sociopolítica, é definida como sendo “a obrigação de oferecer uma interpretação sociopolítica da obra de arte, acrescida recentemente da obrigação, por parte do artista, de tornar explícitas as implicações sociopolíticas de sua obra” . Publicado pela primeira vez em 1990, esse ensaio nos leva a refletir sobre a situação da história da arte dedicada às manifestações artísticas da década de 1960 no Brasil, visto que estão na ordem do dia discussões sobre obras produzidas no período da ditadura militar. Esta pressão seria então latente, pois sob a ótica da identificação das formas de resistência e de engajamento no cotidiano da sociedade daquela época, buscam-se as referências de práticas culturais que demarcaram a oposição a esse regime.

https://doi.org/10.20396/eha.13.2018.4586
PDF

Referências

AMARAL, Aracy. Arte para quê? A preocupação social na arte brasileira 1930-1970: subsídios para uma história social da arte no Brasil. São Paulo: Studio Nobel, 2003.

FREITAS, Artur. Poéticas Políticas: as artes plásticas entre o golpe de 64 e o AI-5. História: Questões e Debates, Curitiba, nº 40, p. 59-90, 2004. Editora UFPR. Disponível em http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/2010/artigos_teses/historia/artigo/FREITAS.golpe.pdf. Acessado em 23 maio 2018.

FREITAS, Artur. As três dimensões da imagem artística: uma proposta metodológica em História da Arte. In: FÓRUM DE PESQUISA CIENTÍFICA EM ARTE, 3, 2005, Curitiba. Anais do III Fórum de Pesquisa Científica em Arte. Escola de Música e Belas Artes do Paraná, 2005. p. 174-185. Disponível em: http://www.embap.pr.gov.br/arquivos/File/anais3/arthur_freitas.pdf Acesso em 22 Nov. de 2010, 19:55.

REIS, Paulo. Arte de Vanguarda no Brasil: os anos 60. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

SANTOS, Nelyane. Metodologia de pesquisa da história da arte para o estudo de obras de Salões de Arte da década de 1960. Revista OuvirOuver, V. 13, nº1, 2017.

VIVAS, Rodrigo. A História da Arte no Brasil: aspectos da constituição da disciplina e considerações teóricometodológicas. In: Anais do III Seminário Nacional de Pesquisa em Cultura Visual, 2010, Goiânia: Faculdade de Artes Visuais/ Universidade Federal de Goiânia, 2010.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 Nelyane Santos

Downloads

Não há dados estatísticos.