A paisagem como ferramenta de preservação
PDF

Palavras-chave

Paisagem
Preservação
Patrimônio

Como Citar

AUGUSTO, M. G. A paisagem como ferramenta de preservação. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 13, p. 619–628, 2018. DOI: 10.20396/eha.13.2018.4580. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4580. Acesso em: 26 fev. 2024.

Resumo

O tema patrimônio suscita, entre outras questões, aquelas que dizem respeito às chamadas relações de identidade, ou seja, a identificação e a atribuição de valores entre um objeto e a comunidade que o cerca. Um questionamento que sempre norteou minhas pesquisas é descobrir como conservar um patrimônio frente à contínua destruição das cidades brasileiras proporcionado pelo avanço da urbanização e especulação imobiliária. Se não descobrimos o valor contemporâneo das paisagens, urbanas ou rurais, é certo que não haverá preservação, pois infelizmente observamos a pressão econômica sempre se sobressaindo. 

https://doi.org/10.20396/eha.13.2018.4580
PDF

Referências

CÂNDIDO, Pietro de A.; ANDRADE, Artur L.; ESPORTE, Sérgio H. C.; RUI, Felipe de P.; ALVES, Flamarion D.. A Percepção da Paisagem Rural dos Moradores do Bairro Santa Clara, Alfenas-MG. Unifal. 2012.

Carta de Atenas (1931). www.portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Carta%20de%20Atenas%201931.pdf último acesso 31 de janeiro de 2018.

Carta de Bagé. 2007

Carta de Veneza (1964). www.portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Carta%20de%20Veneza%201964.pdf último acesso 31 de janeiro de 2018.

Constituição Federal de 1988. Artigo 216 in https://www.senado.gov.br/atividade/const/con1988/CON1988_05.10.1988/art_216_.asp último acesso em 26 de janeiro de 2018.

Consulta Pública sobre a Política de Patrimônio Material. 1º de março a 1º de maio de 2018. http://portal.iphan.gov.br/noticias/detalhes/4541/sociedade-e-chamada-a-contribuir-na-construcao-da-politica-depatrimonio-cultural último acesso 14 de setembro de 2018.

Convenção para a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural www.whc.unesco.org/archive/convention-pt.pdf último acesso em 31 de janeiro de 2018.

DARVILL, Timothy. Pathways to a Panoramic Past: a brief history of landscape archaeology in Europe. In DAVID, Bruno e THOMAS, Julian (Org.) Handbook of Landscape Archaeology. Walnut Creek, California. Left Coast Press. 2010.

Declaração de Xi’an Sobre a Conservação do Entorno Edificado, Sítios e Áreas do Patrimônio Cultural. Item 2. Xi’an, China. 21 de Outubro de 2005. www.icomos.org/xian2005/xian-declaration-por.pdf ultimo acesso 26 de janeiro de 2018

Decreto lei 25 de 1937, artigo 1º parágrafo 2º. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decretolei/Del0025.htm último acesso em 26 de janeiro de 2018.

Dicionário do Patrimônio Cultural do IPHAN. último acesso 26 de janeiro de 2018.

DOCUMENTO LEGAL Nº XX, DE 17 DE AGOSTO DE 2018. http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Portaria_PFPM_(Versao13a).pdf último acesso 14 de setembro de 2018

HOLZER, Werther. Um estudo Fenomenológico da paisagem e do lugar: a crônica dos viajantes no Brasil do século XVI. Tese de doutorado. USP/SP. 1998.

Portaria nº 127, de 30 de Abril de 2009. Chancela da Paisagem Cultural Brasileira. Artigo terceiro.

Recommendantion on the Historic Urban Landscape. Application of the 2011.

Reflexões sobre a chancela da Paisagem Cultural Brasileira. https://documentacao.socioambiental.org/noticias/...//19930_20110518_093241.pdf último acesso 26 de janeiro de 2018

Rio de Janeiro: Carioca Landscapes between the Mountain and the Sea. http://whc.unesco.org/en/list/1100 último acesso 26 de janeiro de 2018.

SCHIER Raul Alfredo. Trajetórias do conceito de paisagem na geografia. Revista eletrônica RA’EGA: Espaço Geográfico em Análise, n. 7. Editora UFPR. Curitiba. 2003.

VASCONCELOS, Marcela Correia de A. As fragilidades e potencialidades da chancela da paisagem cultural brasileira. Revista CPC, São Paulo, n.13. 2012.

WEISSHEIMER, Maria Regina. A Chancela da Paisagem Cultural: uma estratégia para o futuro. IPEA. Ano 7. Edição 62 - 23/07/2010.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 Marcelo Gaudio Augusto

Downloads

Não há dados estatísticos.