Instaurar o rastro, corromper o arquivo, inventar
PDF

Palavras-chave

Cheryl Dunye
Lesbianidade
Negritude
Cinema
Documentário e ficção

Como Citar

HOKI, L. E. de C. Instaurar o rastro, corromper o arquivo, inventar: the watermelon woman de Cheryl Dunye. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 13, p. 534–542, 2018. DOI: 10.20396/eha.13.2018.4492. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4492. Acesso em: 26 fev. 2024.

Resumo

Não é incomum que a lesbianidade passe às cegas na vida de muitas mulheres homossexuais, que vão descobrir ou explorar sua sexualidade muito depois de terem sido engolidas por um mundo de afetos heterossexuais, muitas vezes se relacionando com homens ou vivendo uma vida celibatária porque “não viam” uma outra possibilidade. Esta situação já foi elaborada por inúmeras autoras e pensadoras lésbicas, que a denominaram heterossexualidade compulsória, a qual consiste, sintetizadamente nas palavras de Adrienne Rich, em “deixar invisível a possibilidade lésbica”, através da “suposição de que ‘a maioria das mulheres são heterossexuais de modo inato’.” As lésbicas são confinadas à invisibilidade em diversos aspectos de suas vidas. A já citada autora lésbica branca, Adrienne Rich, em seu texto fundamental Heterossexualidade compulsória e existência lésbica, publicado pela primeira vez em 1980, acredita no “reforço da heterossexualidade para as mulheres como um meio de assegurar o direito masculino de acesso físico, econômico e emocional a elas”.

https://doi.org/10.20396/eha.13.2018.4492
PDF

Referências

BEAUVOIR, Simone de. O segundo sexo: fatos e mitos. Tradução Sérgio Milliet. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1980, p. 23.

COOK, Blanch W. Women alone stir my imagination: lesbianism and the cultural tradition. Signs: Journal of Women in Culture and Society, v.4, n. 4, p. 719-720, summer 1979

CORBIN, Alain. O encontro dos corpos In: CORBIN, Alain; COURTINE, Jean-Jacques; VIGARELLO, Georges. História do Corpo: Da Revolução à Grande Guerra. Trad. João Batista Kreuch, Jaime Clasen. 4ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

CRENSHAW, Kimberlé Williams. Demarginalizing the Intersectional of Race and Sex: a Black Feminist Critique of Antidiscrimination Doctrine, Feminist Theory and Antiracist Politics”. University of Chicago: Legal Forum, v.14, 1989.

DAVIS, Angela. Mulher, raça e classe. Trad. Heci Regina Candiani. São Paulo: Boitempo, 2016.

DERRIDA, Jacques. A Estrutura, o Signo e o Jogo no Discurso das Ciências Humanas. In: Id. A Escritura e a Diferença. Trad. Maria Beatriz M. N. da Silva, Pedro L. Lopes e Pérola Carvalho. São Paulo: Perspectiva, 2011.

DERRIDA, Jacques. Mal de Arquivo: uma impressão freudiana. Trad. Claudia Morais Rego. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001.

DERRIDA, Jacques. Pensar em não ver. In: Pensar em não ver – escritos sobre as artes do visível (1979-2004). Trad. Marcelo J. Moraes. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2012.

DIDI-HUBERMAN Quando as imagens tocam o real. Trad. Patrícia Carmello e Vera Casa Nova. Belo Horizonte: Pós, v. 2, n. 4, 2012.

GUASCH, Anna Maria. Deconstrucción, relacionalidad y redes tecno-culturales: 1990-2010. In: Arte e Archivo 1920-2010: genealogías, tipologias e discontinuidades. Madrid: Akal Arte Contemporáneo, 2011.

GUIMARÃES, Latoya. Negras jovens feministas: nossos passos vieram de longe. I Encontro de Jovens Feministas 2008. In: Jornal de Borda. São Paulo: Ediciones Costeñas, n.3, maio 2016

HOOKS, bell. Feminism Is For Everybody: Passionate Politics. Londres: Pluto Express, 2000.

KILOMBA, Grada. Plantation Memories: Episodes of Everyday Racism. Munster: Unrast, 2012.

MATTHEWS-GRIECO, Sara f. Corpo e Sexualidade na Europa do Antigo Regime. In: CORBIN, Alain; COURTINE, Jean-Jacques; VIGARELLO, Georges. História do Corpo. 1. Da Renascença às Luzes. Trad. Lúcia M.E. Orth. 4 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

RIBEIRO, Djamila. Feminismo negro para um novo marco civilizatório. In: Histórias da Sexualidade: antologia. Org. Adriano Pedrosa, André Mesquita. São Paulo: MASP, 2017.

RICH, Adrienne. Heterossexualidade Compulsória e Existência lésbica - Compulsory Heterossexuality and Lesbian Existence. In: Bagoas. Trad. Carlos Guilherme do Valle. n.5. Rio Grande do Norte: UFRN. 2010.

RICH, Adrienne. Heterossexualidade Compulsória e Existência lésbica - Compulsory Heterossexuality and Lesbian Existence. In: Bagoas. Trad. Carlos Guilherme do Valle. n.5. Rio Grande do Norte: UFRN. 2010.

SULLIVAN, Laura L. Chasing Fae: The Watermelon Woman and Black Lesbian Possibility. Callaloo, v.23, n.1, winter 2000, p. 448-460 [tradução nossa].

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 Leíner Emanuella de Carvalho Hoki

Downloads

Não há dados estatísticos.