A esfera social no trabalho da arte
PDF

Palavras-chave

Esfera social
Forma e contexto político
Antônio Dias

Como Citar

RIVETTI, L. C. C. A esfera social no trabalho da arte: relações entre forma e contexto político na obra de Antônio Dias. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 13, p. 524–533, 2018. DOI: 10.20396/eha.13.2018.4491. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4491. Acesso em: 25 fev. 2024.

Resumo

Existe um conjunto de trabalhos de Antonio Dias (1944 - 2018), produzido entre cerca de 1963 e 1966, que ocupa um lugar central na sua trajetória. Dias começou a produzir muito cedo, já no final da década de 1950, quando frequentou, como aluno especial, a Escola Nacional de Belas Artes (onde teve aulas com o gravurista Oswaldo Goeldi, do qual foi assistente) e os cursos ministrados por Ivan Serpa e Aluísio Carvão, na escola de artes do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro / MAM-RJ. É verdade que esses trabalhos inaugurais são ainda incipientes, tateantes e pouco representativos de aspectos que viriam a se revelar como centrais em sua obra. Mas logo nos primeiros anos da década seguinte, surgiu uma produção que demonstrava fôlego para responder às questões colocadas para os artistas naquele momento, e na qual já se encontravam formuladas, com maior contundência, algumas das reflexões que, mais tarde, seriam tomadas como pontos centrais de toda a sua obra.

https://doi.org/10.20396/eha.13.2018.4491
PDF

Referências

CAMPOS, Augusto de. Balanço da Bossa e outras bossas. São Paulo: Perspectiva, 2015.

DIAS, Antonio. "O lugar que vejo: entrevista com Antonio Dias". Em Revista Arte&Ensaios, Rio de Janeiro, n. 9, pp. 7-15. 2002.

DIAS, Antonio. Antonio Dias / textos Achille Bonito Oliva, Paulo Sérgio Duarte. São Paulo: Cosac Naify / APC, 2015.

MARTINS, Luiz Renato. "A nova figuração como negação”. Em ARS (São Paulo), São Paulo, v. 4, n. 8, p. 61-69, 2006.

PEDROSA, Mário. “Do Pop americano ao sertanejo Dias”. Em AMARAL, Aracy. Dos murais de Portinari aos espaços de Brasília, pp. 217 - 222. São Paulo: Perspectiva, 1981.

SALZSTEIN, Sônia. "As muitas mascarades de Antonio Dias". Em Antonio Dias: Anywhere is my land, São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2010.

XAVIER, Ismail. Alegorias do subdesenvolvimento: Cinema Novo, Tropicalismo, Cinema Marginal. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

XAVIER, Ismail. "A alegoria histórica". Em Teoria contemporânea do cinema, volume I / Fernão Pessoa Ramos, organizador. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2005.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 Lara Cristina Casares Rivetti

Downloads

Não há dados estatísticos.