Courbet sem Courbet
PDF

Palavras-chave

Heteronormatividade
Imaginário lésbico
Courbet

Como Citar

DELFIM, J. Courbet sem Courbet: a contestação do padrão heteronormativo. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 13, p. 496–504, 2018. DOI: 10.20396/eha.13.2018.4488. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4488. Acesso em: 26 fev. 2024.

Resumo

Da necessidade de um imaginário lésbico e Da necessidade de uma ação lésbica são títulos de dois textos produzidos, em 1995, pelo coletivo político-artístico madrilenho de lésbicas LSD2. Nesses escritos o coletivo questiona quais são as produções simbólicas sobre o corpo feminino e por que as mulheres lésbicas carecem de representações. Como resposta à insuficiente representação de mulheres lésbicas, o grupo tenciona uma mirada bollera – um olhar lésbico – para a produção artística, acompanhada da proposição de “tornar nossos corpos visíveis [...] porque só do nosso corpo podemos existir, podemos ser lésbicas”. A partir dessa visão sobre o corpo lésbico, o coletivo elaborou a série de fotografias Es-cultura lesbiana (1994–95), marcada, em seus escritos, como fotografias realizadas por e para lésbicas, em vez de realizadas desde e para a cultura dominante.

https://doi.org/10.20396/eha.13.2018.4488
PDF

Referências

ALIAGA, Juan Vicente; CORTÉS, José Miguel G. Desobediencias: cuerpos disidentes y espacios subvertidos en el arte en américa latina y españa: 1960-2010. Barcelona: Editorial Egales, 2014.

AULER, Lívia. Por que não houve grandes artistas lésbicas? Jornal de Borda, São Paulo, n.5, fev. de 2018.

COTTINGHAM, Laura. Notes on Lesbian. Art Journal, Nova York, Vol. 55, No. 4, We're Here: Gay and Lesbian Presence in Art and Art History, Inverno, 1996. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/777658. Acesso em: 21 de jul. 2018.

DIDI-HUBERMAN, Georges. A imagem sobrevivente: história da arte e tempo dos fantasmas segundo Aby Warburg. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013.

DILLON, Brian. “Lights, camera, activist: Zanele Muholi confronts politics, danger, self-invention and beauty in her portraits of lesbian and trans South Africans”. ArtReview, Londres, Verão 2017. Disponível em: https://www.stevenson.info/sites/default/files/Feature_ZaneleMuholi_ArtReview_Summer17.pdf. Acesso em: 22 de jul. de 2018.

CORDERO, Karen; SÁENZ, Inda. (Comps.) Crítica feminista en la teoría e historia del arte. Universidad Iberoamericana (Cdmx), Programa Universitario de Estudios de Géneno de la Unam, Conaculta-Fonca, Curare, 2001.

FALQUET, Jules. De la cama a la calle: perspectivas teóricas lésbico-feministas. Bogotá: Brecha Lésbica, 2006.

KOSINSKI, Dorothy M. Gustave Courbet's "The Sleepers." The Lesbian Image in Nineteenth-Century FrenchvArt and Literature. Artibus et Historiae, Vol. 9, No. 18 (1988), p.187-199. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/1483342. Acesso em: 4 de mar. de 2018.

LINKER, Kate. Representation and Sexuality. In LINKER, Kate. WEINSTOCK, Jane. Difference: on representationvand sexuality. Nova York: New Museum of Contemporary Art, 1984.

LSD. De la necesidad de un imaginario lesbiano. 1995. Disponível em: http://archivo-t.net/portfolio/1994-%C2%B7-es-cultura-lesbiana/. Acesso em: 20 de jul. de 2018.

LSD. De la necesidad de una acción lesbiana. 1995. Disponível em: http://archivo-t.net/portfolio/1994-%C2%B7-es-cultura-lesbiana/. Acesso em: 20 de jul. de 2018.

MATESCO, Viviane. Corpo, Imagem e Representação. Rio de Janeiro: Zahar, 2009.

MELO, Hildete Pereira de. CASTILHO, Marta. Trabalho reprodutivo no Brasil: quem faz?. Revista de Economia Contemporânea [online]. 2009, vol.13, n.1, p. 135-158.

MUHOLI, Zanele. In: Conversation Zanele Muholi. [Novembro, 2016]. Nova York: Brooklyn Rail. Entrevista concedida a Allie Biswas. Disponível em: https://brooklynrail.org/2016/11/art/zanele-muholi-with-alliebiswas. Acesso em 29 de jul. de 2018.

O’REILLY, Sally. The Body in Contemporary Art. Londres: Thames & Hudson, 2009.

RICH, Adrienne. Tradução Carlos Guilherme do Valle. Heterossexualidade compulsória e existência lésbica. Bagoas: estudos gays, gêneros e sexualidades. Natal: v. 4, n. 5, jan./jun. 2010.

WILSHIRE, Donna. Os usos do mito, da imagem e do corpo da mulher na re-imaginação do conhecimento. In BORDO, Susan; JAGGAR, Alison M. (Orgs.); tradução Britta Lemos de Freitas. Gênero, Corpo, Conhecimento. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 1997.

ZANELE Muholi, ativista visual. Direção: Katherine Fairfax Wright, Malika Zouhali-Worrall e Zanele Muholi. Produção: Malika Zouhali-Worrall. Edição e fotografia: Katherine Fairfax Wright. Joanesburgo: Human Rights Watch, 2013. Legendado pela ZUM. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?time_continue=571&v=HWwskLIwRMk. Acesso em: 17 de jul. de 2018.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 Joyce Delfim

Downloads

Não há dados estatísticos.