50 anos da Coleção Constantini
PDF

Palavras-chave

Colecionismo
Arte latino-americana
Exposição
Exposição de arte latino-americana

Como Citar

MARQUES, C. R. 50 anos da Coleção Constantini: da estreia com um Presas, mirando um Bernini, à obsessão por um Rivera. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 13, p. 274–283, 2018. DOI: 10.20396/eha.13.2018.4350. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4350. Acesso em: 26 fev. 2024.

Resumo

Obstinação e entusiasmo pela arte, visão mercadológica e construção de um legado artístico-histó-rico-cultural latino-americano, num contexto globalizado, são aspectos marcantes na trajetória de 50 anos, desde o embrião que daria origem à Coleção Costantini. Neste artigo, estes aspectos serão apresentados por meio de dois pilares temáticos: como se formou e evoluiu a coleção, com as mudançasnos critérios de escolha e aquisições, para que se chegasse à constituição atual; e o da forma de trazê-la ao público,movimento que se iniciou nos anos 1990 em parceria com outros museus, passou pelo estabeleci-mento de um acervo em um espaço museológico próprio, o Malba, e incluiu uma revisão curatorial na ex-posição comemorativa de 15 anos da instituição, a Verboamérica.

https://doi.org/10.20396/eha.13.2018.4350
PDF

Referências

AMARAL, Aracy. Textos do Trópico de Capricórnio – Artigos e ensaios (1980 – 2005). Vol.2: Circuitos de arte na América Latina e no Brasil. São Paulo: Editora 34, 2006.

ARANHA, Carmen S. G.; NICOLAU, Evandro C. Arte moderna e atual latino-americanas: um olhar em revista. São Paulo: Fundação Memorial, 2008.

ARTEINFORMADO. 100 Activos Coleccionistas de Arte Latinoamericano, Madrid, Feb. 2017. Disponível em: http://www.arteinformado.com/informe-coleccionistas-arte latinoamericano. Acesso em 17 set. 2018.

ARTISHOCK. Una Mirada a La Colección Costantini, En Madrid. Artishock revista de Arte Contemporáneo,

Chile, Feb. 13, 2017. Disponível em http://artishockrevista.com/2017/02/13/coleccion-costantini madrid/ Acesso em: 20 set. 2018.

ARTNEWS. The world's top collectors in 2017. Disponível em: http://www.artnews.com/top-200-collectors/. Acesso em 10 dez. 2017.

BARBOSA, Paulo Roberto Amaral. Modernidade latino americana: a postura crítica de Marta Traba. São Paulo: Fundação Memorial, 2008.

BERMÚDEZ, María Clara Bernal. Más allá de lo real maravilloso: el surrealismo y el Caribe. Bogotá: Universidad de los Andes, Facultad de Artes y Humanidades, Departamento de Arte, 2006. FUNDAÇÃO ARCO. Disponível em http://www.ifema.es/fundacionarco_01/QuienesSomos/Fun acionARCO/index.htm Acesso em: 6 set. 2018.

GIUNTA, Andrea. América Latina en disputa. Apuntes para una historiografía del arte latinoamericano. Los estudios de arte desde América Latina, Oaxaca, UNAM Instituto de Investigaciones Estéticas, 1996.

MALBA. Programa de Aquisições. Disponível em http://www.malba.org.ar/coleccion-adquisiciones/ Acesso em: 17 set. 2018.

MEDINA, Cuauhtémoc. Curando desde el sur: una comedia en cuatro actos. Revista Errata, Colômbia, n. 14, p. 108-122 jul-dez 2015. Disponível em http://revistaerrata.gov.co/. Acesso em: 1 set. 2018.

MOULIN, Raymonde. O mercado de arte: mundialização e novas tecnologias. Porto Alegre: Zouk, 2007. Coleção Prospecção, v. 6.

MUSEO DE ARTE LATINOAMERICANO DE BUENOS AIRES. Colección Costantini. Buenos Aires, 2001.

MUSEO DE ARTE LATINOAMERICANO DE BUENOS AIRES. Colección Costantini. Buenos Aires, 2004.

MUSEO DE ARTE LATINOAMERICANO DE BUENOS AIRES. Colección Costantini. Buenos Aires, 2007.

MUSEO DE ARTE LATINOAMERICANO DE BUENOS AIRES. Colección Costantini. Buenos Aires, 2011.

MUSEO NACIONAL DE ARTES VISUALES DE MONTEVIDEO. Colección Costantini. Disponível em http://mnav.gub.uy/cms.php?e=costant Acesso em: 8 set. 2018.

MUSEU DE ARTE MODERNA DE SÃO PAULO. A Coleção Costantini no MAM. São Paulo, 1998.

MUSEUM OF FINE ARTS HOUSTON. Modern and Contemporary Masterworks from Malba - Fundación Costantini: 1996. Disponível em: https://www.mfah.org/exhibitions/modern-and contemporary-masterworksmalbacoleccion/ Acesso em: 10 set. 2018.

MUSEUM OF MODERN ART. Latin American artists of the twentieth century: a selection from the exhibition: 1993. Disponível em: https://www.moma.org/documents/moma_catalogue_397_300161113.pdf Acesso em: 15 set. 2018.

OLIVEIRA, Elisangela Cardoso Hernandes e. Processo de legitimação artística – reflexões acerca de instituições museológicas de arte contemporânea do Brasil (MAC-USP) e da Argentina (MALBA). Revista Extraprensa, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 1-20, aug. 2010. ISSN 2236-3467. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/extraprensa/article/view/74370/ 7998. Acesso em: 10 set. 2018.

PINHO, Diva Benevides. A Arte como Investimento: a dimensão econômica da pintura. São Paulo: Nobel; Edusp, 1988.

RADIO MITRE. Las Confesiones de Eduardo Costantini. Buenos Aires, Argentina. 20 agosto, 2016. Disponível em https://radiomitre.cienradios.com/las-confesiones-de eduardo-costantini/ Acesso em: 10 set. 2018.

REAL ACADEMIA DE BELLAS ARTES SAN FERNANDO. Arte latinoamericano. Una mirada a la colección Costantini. Disponível em http://www.realacademiabellasartessanfernando.com/es/a tividades/exposiciones/arte-latinoamericanouna-mirada-a-la coleccion-costantini. Acesso em: 15 set. 2018.

SOTHEBY`S. Sotheby's Integrates Contemporary Latin American Art Into Its New York Contemporary Art Sales. Disponível em:http://www.sothebys.com/en/news video/blogs/all-blogs/sotheby-s-atlarge/2017/09/sothebys integrates-contemporary-latin-american-into-ny contemporary-sales.html Acesso em: 5 set. 2018.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 Cristiélen Ribeiro Marques

Downloads

Não há dados estatísticos.