As tanagras como objeto de arte no século XIX e os impactos para a pesquisa arqueológica
PDF

Palavras-chave

Tanagras
Objeto artístico
Arqueologia

Como Citar

FREITAS, Ana Paula de Souza. As tanagras como objeto de arte no século XIX e os impactos para a pesquisa arqueológica. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 13, p. 140–147, 2018. DOI: 10.20396/eha.13.2018.4320. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4320. Acesso em: 19 jul. 2024.

Resumo

As pequenas estatuetas gregas de período helenístico (séc. III-I a.C.) que conhecemos como Tanagras (figuras 1, 2, 3 e 4) eram abricadas em terracota (argila modelada e cozida em forno apropriado) e mediam entre 10 e 30cm de altura, representando em sua maioria meninas e jovens mulheres. As estatuetas chamam a atenção por serem consideradas esteticamente “belas” e bastante diferentes de todos os estilos de estatuetas previamente produzidas na Grécia Antiga; eram produzidas com o uso de dois moldes, um para a frente e outro para as costas; após a modelagem, os detalhes eram adicionados individualmente e após a queima eram pintadas com diferentes cores vibrantes. 

https://doi.org/10.20396/eha.13.2018.4320
PDF

Referências

BURR-THOMPSON, D. 1966. The origin of Tanagras. American Journal of Archaeology Vol. 70, n o 1, 51-63.

BECQ, J. 2010. 1872: The Tanagras in Paris. In: JEAMMET, V. Tanagra: Figurines for life and eternity. Paris: Musée du Louvre.

CURTIS, M. F. 1879. Tanagra Figurines. Boston: The Riverside Press, Cambridge.

MATHIEUX, N. 2010. Tanagras in Paris: a bourgeois dream. In: JEAMMET, V. Tanagra: Figurines for life and eternity. Paris: Musée du Louvre.

UHLENBROCK, J.P. 1993. The study of ancient Greek terracottas, a Historiography of the discipline. Harvard university Art Museum Bulletin Vol. 1 n o 3, 7-27.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 Ana Paula de Souza Freitas

Downloads

Não há dados estatísticos.