A experiência estética durante o processo de criação na pintura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/visuais.v5i2.12385

Palavras-chave:

Pintura, Narrativa, Expressão, Criação

Resumo

O presente artigo é uma reflexão sobre questões decorrentes da pintura e seu processo de criação quanto imagem. Será considerado desde os materiais até seu desdobramento conforme experiência estética. Para tais fins teremos a pintura como cerne, pelo fato de ser um dos meios de expressão mais relevantes da história da arte e por afinidade pessoal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrey Gustavo Rossi, Universidade Estadual de Campinas

Doutor em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Campinas.

Referências

CHIPP, Herschel. B. Teorias da arte moderna. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

DELEUZE, Gilles. Francis Bacon: Lógica da Sensação. Rio de Janeiro: Zahar, 2007.

FOSTER, Hal. O retorno do real. São Paulo: Cosac Naify, 2015.

GOMBRICH, Ernst. H. A história da arte. Rio de Janeiro: LTC editora, 1999.

HEIDEGGER, Martin. A origem da obra de arte. Lisboa: Edições 70, 1977.

LICHTENSTEIN, Jacqueline (Org.). A pintura - vol. 09: o desenho e a cor. São Paulo: Editora 34, 2004.

SARTRE, Jean-Paulo. A Imaginação. São Paulo: Difel, 1982.

WÖLFFLIN, Heinrich. Conceitos Fundamentais da História da Arte. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

Downloads

Publicado

2019-12-17

Como Citar

ROSSI, A. G. A experiência estética durante o processo de criação na pintura. Revista Visuais, Campinas, SP, v. 5, n. 2, p. 1–14, 2019. DOI: 10.20396/visuais.v5i2.12385. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/visuais/article/view/12385. Acesso em: 25 set. 2022.