Banner Portal
A experimentação fotográfica inventiva de Cássio Vasconcellos
PDF

Palavras-chave

Arte contemporânea
Fotografia
Criação.

Como Citar

SIMÃO, Selma Machado. A experimentação fotográfica inventiva de Cássio Vasconcellos. Revista Visuais, Campinas, SP, v. 4, n. 6, p. 37–67, 2018. DOI: 10.20396/visuais.v4i6.12114. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/visuais/article/view/12114. Acesso em: 24 maio. 2024.

Resumo

Este artigo apresenta análises de um conjunto de fotografias pertencentes à obra   de Cássio Vasconcellos. O estudo foi desenvolvido através da abordagem fenomenológica e análise documental, além de entrevistas realizadas com o artista. Este artista brasileiro, nascido em São Paulo e reconhecido a nível nacional e internacional realiza em seu trabalho interfaces com propriedades das Artes Visuais que vão além da linguagem inicialmente escolhida por ele. São possibilidades perceptivas e processuais que adentram o campo pictórico e escultórico. Assim, através das aparições das obras verifica-se a confluência de linguagens atuantes de experiências estendidas. O estudo também se volta ao contexto contemporâneo dos procedimentos técnicos e expressivos do fazer artístico valendo-se da pesquisa que desvela manipulações artesanais e tecnológicas capazes de reunir: teoria, domínio técnico e sensibilidade estética.

https://doi.org/10.20396/visuais.v4i6.12114
PDF

Referências

BARTHES, Roland. A câmara clara. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. 7. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

CAMPOS, M. "Correspondências Visuais" fica em exposição na Zipper Galeria até 30 de julho. Disponível em: http://culture-se.com/noticias/715. Acesso em: 01 abr. 2013.

CASTRO, J. P. Marketing ombro a ombro. Estratégias eficazes do consumidor activo, conectado e poderoso. Portugal: Texto Editores, 2011.

DANTO, Arthur. L’Art contemporain et la clôture de l’histoire. Paris: Seuil, 2000.

ENTLER, R. Um lugar chamado fotografia, uma postura chamada contemporânea. Disponível em: http://www.olhave.com.br/blog/wpcontent/uploads/2011/01/Um-lugar-chamado-fotografia-uma-postura-chamada-contempor%C3%A2nea_Ronaldo-Entler.pdf. Acesso em: 02 abr. 2013.

FLUSSER, V. A filosofia da caixa preta. São Paulo: Hucitec, 1985.

FONTCUBIERTA, J.; COSTA, J. Foto-diseño. Barcelona: Ceac, 1988.

FERMAN, M. Sobre a série Coletivos. Disponível em: http://www.cassiovasconcellos.com.br/galeria/coletivos/#texto-mariana. Acesso em: 07 jun. 2016.

JUNG, C. G. Os arquétipos e o inconsciente coletivo. 2. ed. Tradução de Maria Luíza Appy; Dora Mariana R. Ferreira da Silva. Petrópolis: Vozes, 2002.

KOSSOY, B. Fotografia e memória: reconstituição por meio da fotografia. In: SAMAIN, Etienne. O fotográfico. São Paulo: Hucitec/Senac, 2005.

KNELLER, G. F. Arte e ciência da criatividade. São Paulo: Ibrasa, 1978.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MERLEAU-PONTY, M. O visível e o invisível. São Paulo: Perspectiva, 2000.

MERLEAU-PONTY, M. O olho e o espírito. São Paulo: Cosac & Naif, 2004.

PEIXOTO, Nelson Brissac. Paisagens urbanas. São Paulo: Senac, 1996.

PEIXOTO, Nelson Brissac. Coletivo, por Nelson Brissac. Disponível em: http://cassiovasconcellos.com.br/wp-content/uploads/2013/12/COLETIVO-Nelson-Brissac.pdf. Acesso em: 02 abr. 2013.

PLAZA, Julio. Uma poética pós-fotográfica. In: Revista Iris Foto, São Paulo, 04/1993.

SAMAIN, Etienne. O fotográfico. São Paulo: Hucitec, 1998.

Downloads

Não há dados estatísticos.