Banner Portal
Docência universitária integradora: saberes e práticas compartilhadas na licenciatura em Biologia da UFRB
PDF

Palavras-chave

Integração. Práticas. Saberes. Ensino inovador. Universidade

Como Citar

GARCIA, Rosineide Pereira Mubarack; SILVA, Neilton da. Docência universitária integradora: saberes e práticas compartilhadas na licenciatura em Biologia da UFRB. Revista Saberes Universitários, Campinas, SP, v. 2, n. 1, p. 70–80, 2017. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/8225. Acesso em: 19 jun. 2024.

Resumo

A realização de experiências integradoras no âmbito do ensino universitário constitui-se numa estratégia qualificada à formação de profissionais, por meio de ações pedagógicas compartilhadas que, além de favorecer a aprendizagem, envolve a comunidade acadêmica. Iniciativas dessa natureza contribuem para a minimização da solidão pedagógica entre pares, e colocam os docentes universitários em sintonia com a dinâmica social e com o perfil de profissionais e cidadãos demandados pela sociedade contemporânea, já que possuem conhecimentos e atitudes necessários para transformá-la. Nesse sentido, objetivou-se nesse relato de experiência profissional socializar uma prática formativa integrada – expressão artístico-cultural, ensino, pesquisa e extensão – realizada com os estudantes do curso de Licenciatura em Biologia do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) a partir de diálogos com autores como Garcia (2013), Santos (2011), Barbier (2007), Tardif (2008), Freire (1996), entre outros. Os referenciais metodológicos adotados nas atividades pedagógicas desenvolvidas fundamentaram-se nos princípios da pesquisa colaborativa e de abordagens teóricas ancoradas numa perspectiva dialógica, evolvendo os professores dos componentes curriculares Organização da Educação Brasileira e Políticas Públicas; Avaliação e Educação, e estudantes do quarto semestre do curso mencionado. Os resultados das ações empreendidas deram conta de que a integração acadêmica é possível e que a vivência profissional da docência de forma colaborativa e inovadora amplia o processo de aprendizagem individual e coletiva, assim como, contribuem para a formação pessoal, acadêmica e profissional dos graduandos, docentes do magistério superior e da Educação Básica.
PDF

Referências

ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos; ALVES, Leorur Pessate. Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. 5. ed. Joinville, SC: UniVILLE, 2005. 144 p. ISBN: 85-87977-15-6

BARBIER, Rene. A pesquisa-ação. Trad. Lucie Didio. Brasília: Líber Livro, 2007. 159 p. ISBN: 85-98843-01-6

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. 14 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010. 328 p. ISBN: 978-97-22900-14-0

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. 7. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 1996. 130 p. ISBN: 85-85701-21-8

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. A aquisição de uma formação interdisciplinar de professores. In: FAZENDA, Ivani Catarina Arantes (Org.). Didática e interdisciplinaridade. 9. ed. Campinas, SP: Papirus, 1998. 69 p. ISBN: 85-308-0502-X

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Trad. Roberto Machado. 22. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2006. 295 p. ISBN: 85-7038-019-4

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 6. ed. São Paulo: Paz e Terra: 1996. 165 p. ISBN: 85-219-0243-3

GARCIA, Rosineide Pereira Mubarack. Avaliação da aprendizagem na educação a distância na perspectiva comunicacional. Cruz das Almas: EDUFRB, 2013. 180 p. ISBN: 978-85-61346-44-7

HOLLIDAY, Oscar Jara.. Sistematização das experiências: algumas apreciações. In. BRANDÃO, Carlos Rodrigues.; STRECK, Danilo. Romeu. Pesquisa participante: o saber da partilha. 2. ed. Aparecida, SP: Ideias & Letras, 2006, 295 p. ISBN: 85-98239-69-0

KUHN, Thomas. A estrutura das Revoluções Científicas. 6. ed. Trad. Beatriz Vianna Boeira e Nelson Boeira. São Paulo: Perspectiva, 2001. 257 p. ISBN: 85-273-0111-3

MACEDO, Roberto Sidnei. Chrysallís, currículo e complexidade: a perspectiva crítico-multirreferencial e o currículo contemporâneo. 2. ed. Salvador: EDUFBA, 2005. 196 p. ISBN: 85-232-0273-0

PIMENTA, Selma Garrido.; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no ensino superior. 3. Ed. São Paulo: Cortez, 2010. 279 p. ISBN: 978-85-249-0857-6

SANTOS, Boaventura de Sousa. A Universidade no século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da Universidade. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2011. 116 p. ISBN: 978-85-249-1606-9

SANZ DE ACEDO LIZARRAGA, M. L.. Competências cognitivas en educación superior. Madrid: Narcea, S.A., 2010. 160 p. ISBN: 978-84-277-1690-2

SOARES, Sandra Regina; CUNHA, Maria Isabel. Formação do professor: a docência universitária em busca de legitimidade. Salvador: Editora da UFBA, 2010. 134 p. ISBN: 978-85-232-0903-2

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008. 328 p. ISBN: 85-326-2668-8

Creative Commons License
https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não comerciais. Sendo utilizados dados ou o artigo completo para outros fins, o autor deverá solicitar por escrito autorização ao editor para tais fins.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.