https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/issue/feed Revista Saberes Universitários 2019-12-02T14:25:17+00:00 Comissão Editorial rsaberes@unicamp.br Open Journal Systems <p><strong>Escopo</strong>: A "<strong>Revista Saberes Universitários</strong>" destina-se à publicação de trabalhos originais relacionados às atividades desenvolvidas pelos profissionais técnicos e administrativos das Universidades do Brasil e do exterior, bem como trabalhos de pesquisadores e docentes que apresentem relevância para o desenvolvimento das atividades técnicas e administrativas no âmbito universitário.<br /><strong>Qualis: </strong>B1<br /><strong>Área do conhecimento</strong>: Interdisciplinar<br /><strong>Ano de fundação</strong>: 2016<br /><strong>ISSN</strong>: 2447-9411<br /><strong>Título abreviado</strong>: Rev. Saberes Univ.<br /><strong>E-mail</strong>: <a href="mailto:%72%73%61%62%65%72%65%73@%75%6e%69%63%61%6d%70.%62%72">rsaberes@unicamp.br</a><br /><strong>Unidade</strong>: <a href="http://www.sbu.unicamp.br/portal2/" target="_blank" rel="noopener">SBU</a><br /><strong>Prefixo DOI</strong>: 10.20396<br /><a href="https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/" target="_blank" rel="noopener"><img src="https://i.creativecommons.org/l/by-nc-nd/4.0/80x15.png" /></a></p> https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/9110 Editorial 2017-09-30T00:19:12+00:00 Gildenir Carolino Santos ppec@unicamp.br volume 2 - número 2 - set. 2017. 2017-09-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2017 Revista Saberes Universitários https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/9108 Entrevista: Rosemeire Desidério fala sobre a profissão de intérprete de LIBRAS 2019-12-02T14:25:17+00:00 Rosemeire Aparecida Antunes Desidério rosea@fcm.unicamp.br Maria Alice da Cruz Paula halice@unicamp.br <p>O reconhecimento da profissão de intérprete de LIBRAS em 2010 mobilizou muitas universidades brasileiras na busca por profissionais aptos a intermediar a comunicação entre docentes e alunos surdos em sala de aula. Porém, a contratação, bem como a formação destes profissionais, requer cuidados e critérios que, se respeitados, serão a voz do surdo na transmissão do conteúdo das aulas, mas, uma vez não respeitados, podem causar prejuízos ao aprendizado ou à formação de professores e outros profissionais. Para Rosemeire Desidério, instrutora de LIBRAS do Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação Gabriel Porto (CEPRE), o reconhecimento do tradutor/intérprete é uma das maiores conquistas na luta pela inclusão escolar e acadêmica, mas com a exigência, muitas escolas contratam profissionais formados em cursos com carga horária insuficiente para atender às necessidades do aluno surdo. “A escola e a universidade precisam de tradutores/intérpretes competentes. Além de transmitir os conhecimentos passados pelo professor, eles também são a voz ativa do sujeito surdo. Há casos de famílias que entram com recursos contra a escola, por não contratar tradutores/intérpretes aos seus filhos surdos, inclusive”, observa Rosemeire.</p> 2017-09-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2017 Revista Saberes Universitários https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/9109 Sabor de Maboque, a magia multifacetada da África 2017-09-30T00:19:19+00:00 Edison Cardoso Lins edison@reitoria.unicamp.br Rsenha: <br />BRAGA, Dulce. <strong>Sabor de Maboque</strong>. 4.ed. Campinas:<strong> </strong>Pontes, 2012. 258p. ISBN 8571132992 2017-09-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2017 Revista Saberes Universitários https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/7870 Um estudo de caso do Conselho Municipal de Proteção Ambiental de Pelotas/RS: políticas socioambientais para o desenvolvimento urbano 2017-09-30T00:19:13+00:00 Sérgio de Souza Silveira sergiodesouzasilveira@yahoo.com.br <p class="western" align="justify"><span>Analisaram-se estratégias das políticas socioambientais para o desenvolvimento urbano a partir de um estudo de caso do Conselho Municipal de Proteção Ambiental de Pelotas (COMPAM), instância superior para a política pública ambiental de Pelotas/RS. Investiga-se o cenário de pesquisa – o COMPAM – e apontam-se as interpretações dos dados coletados através de entrevistas, observação direta e documentos. O conselho tem enfrentado adversidades também observadas em outros municípios, notando-se que o contexto do licenciamento ambiental na cidade de Pelotas ainda não ocupa a efetiva possibilidade de contribuição para as políticas públicas locais. Desta maneira, a influência que o conselho deveria exercer na política pública ambiental local ainda é incompleta. Logo, por meio de seus instrumentos, as políticas socioambientais desempenham papel estratégico, pois não somente a participação do Poder Público fornece os meios para a tutela do meio ambiente, mas também a coletividade tem a possibilidade de utilizá-los adequadamente em consonância com os objetivos para atingir os pretendidos efeitos práticos sociais. Há escassos trabalhos em termos de quantidade a respeito de questões envolvendo conselhos municipais do meio ambiente. Desta forma, espera-se estimular novos estudos em virtude da necessidade dos debates.</span></p> 2017-09-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2017 Revista Saberes Universitários https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/9033 Mestrado profissional: a contribuição do Poleduc na qualificação de servidores das instituições de ensino superior no Ceará 2017-09-30T00:19:15+00:00 Linnik Israel Lima Teixeira linnik.lima@gmail.com Antônio Jones Bezerra de Almeida almeida.ufc.2010@gmail.com Werlon Marques Souza werlon@gmail.com Alberto Sampaio Lima albertosampaio@ufc.br Maria Elias Soares meliassoares@gmail.com O presente estudo objetiva caracterizar o perfil acadêmico-profissional dos servidores técnico-administrativos em educação, egressos do Mestrado em Políticas públicas da Educação Superior – POLEDUC/UFC e apresentar o cenário em que se inserem esses cursos no país. Enfocaram-se as contribuições desse nível acadêmico para a carreira do egresso, na ampliação de oportunidades e de qualificação do servidor. O trabalho foi desenvolvido mediante pesquisa documental, censitária, exploratória e descritiva, na qual a unidade de análise foi composta pelos egressos do POLEDUC, pertencentes às turmas de 2007 a 2014. Os dados profissionais e acadêmicos foram obtidos dos Lattes dos egressos, entre os dias 15 a 22 de junho de 2016, Em um total de 146 egressos, excluindo-se os cancelamentos e desistências. O levantamento indicou que mulheres representam 99 (67,8%) e homens, 47 (32,2%) dos ingressantes. Do total, 113 estudantes (77,39%) são Técnico-Administrativos em Educação (TAE) e 12 (8,22%) são docentes de IFES, ou seja, 85,61% dos ingressantes estão ligados à carreira do ensino superior público. Verificou-se também que apenas 46,57% dos egressos apresentaram algum tipo de produção científica durante seu tempo de curso, e apenas 32,87% publicaram após o mestrado. Quanto aos aspectos de continuidade na carreira, apenas 8,21% ingressaram em programas de doutorado e, entre os técnicos, cerca de 14% exerceram alguma atividade docente após o mestrado. Os resultados indicaram que a maioria dos egressos do POLEDUC não apresentou continuidade na carreira na perspectiva acadêmica. 2017-09-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2017 Revista Saberes Universitários https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/9036 Análise da gestão da informação e do conhecimento na superintendência de administração de pessoal de uma instituição de ensino superior pública 2017-09-30T00:19:16+00:00 Keila Aparecida Marchioro keila.marchioro@gmail.com Lilian Wrzesinski Simon lilian.uffs@gmail.com <p>Este artigo faz uma análise de como são exploradas as técnicas de gestão da informação e do conhecimento no setor de administração de pessoal de uma Instituição de Ensino Superior (IES) pública. O estudo realizado na Superintendência de Administração de Pessoal (SUAPE) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) vale-se de uma abordagem quali-quantitativa, em um estudo de caso com enfoque descritivo. Os dados coletados por meio de um questionário estruturado possibilitaram a análise de critérios como: gestão do conhecimento, tecnologia e sistema de informação, processos organizacionais, gestão de pessoas, aprendizagem e inovação. Com base nos resultados percebe-se que já existem práticas estruturadas de gestão do conhecimento, porém, observa-se que o setor possui alguns pontos que ainda podem ser explorados no que se refere ao banco de dados e à retenção e partilha dos conhecimentos. Ao serem mensurados os pontos fortes e fracos acerca de cada critério, entre si, nota-se que a tecnologia, seguida dos processos organizacionais destacam-se positivamente, enquanto que a aprendizagem e inovação seguida dos critérios processos de gestão do conhecimento e pessoas aparecem como pontos a serem melhorados.</p> 2017-09-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2017 Revista Saberes Universitários https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/7596 Primeiros socorros no ambiente escolar: relato de experiência na Divisão de Educação Infantil e Complementar da Universidade Estadual de Campinas 2017-09-30T00:20:36+00:00 Ana Paula Boaventura apboa@unicamp.br Sandra Regina Merlo Mandl mandl@unicamp.br Estelamares Silva dos Santos Moraes esmoraes@unicamp.br Célia Simões celias@unicamp.br Adrielly Raymundo Gaspar adriellygasparenf@gmail.com Cleuza Vedovato vedovato@unicamp.br <p>O presente artigo é um relato de experiência dos treinamentos em primeiros socorros realizados na Divisão de Educação Infantil e Complementar da Universidade Estadual de Campinas, cujo objetivo foi capacitar professores e funcionários a prestar cuidados imediatos a crianças vítimas de acidentes ou mal súbito, aplicando medidas e procedimentos de primeiros socorros até a chegada de assistência mais qualificada e instituir um programa de treinamento formal, estabelecendo concomitantemente um plano de atendimento integrado com o Sistema Médico de Urgência local. Os treinamentos resultaram em um total de 84 horas distribuídas em 28 dias, onde participaram 14 grupos perfazendo um total de 150 profissionais treinados. Ao final dos treinamentos os profissionais fizeram uma avaliação quanto ao treinamento. Ressalta-se a importância de realizar projeto de treinamento regular em primeiros socorros com os funcionários e incluirmos em novas abordagens os responsáveis pelas crianças/adolescentes e também as crianças.</p> 2017-09-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2017 Revista Saberes Universitários https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/7697 Oficina de trabalhos manuais: oportunizando experiências significativas à comunidade 2017-10-01T16:39:14+00:00 Ana Cláudia Moraes Santos anaclau@unicamp.br Marcia Speranza dos Santos Nogueira edilnogueira@uol.com.br <p>O presente relato de experiência, de natureza qualitativa, tem como propósitos trazer visibilidade a Oficina de Trabalhos Manuais desenvolvida no Programa de Integração e Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (PRODECAD), assim como compartilhar as experiências significativas que a extensão desta Oficina, através do oferecimento de minicursos, junto a demais programadas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), pode também propiciar a outros membros da comunidade. Para tanto, faz-se uma breve apresentação da Oficina de Trabalhos Manuais e dos minicursos oferecidos no Projeto “Todos Podem Ensinar” (TOPE) e no Programa UniversIDADE. Posto isso, pretendeu-se da mesma forma valorizar a iniciativa de tais programas que atuam como importantes canais que permitem a aproximação e o compartilhamento dos projetos existentes na universidade com a comunidade na qual está inserida.</p> 2017-09-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2017 Revista Saberes Universitários