Dispensário de puericultura da Escola Profissional Feminina: reflexões sobre histórias de vida e cultura escolar

Palavras-chave: Educação Profissional, Dispensário de puericultura, Cultura escolar, Alimentação, Nutrição

Resumo

A primeira Escola Profissional Feminina da capital de São Paulo teve a primazia de estabelecer um Dispensário de Puericultura, devido à estratégia adotada pelo diretor daquela escola, de promover as práticas escolares na cadeira de “Economia doméstica e puericultura”.         Uma análise da historicidade dos documentos do Centro de Memória daquela escola, entre 1931 e 1975, permitiu identificar por meio da cultura escolar como as práticas pedagógicas e escolares foram empregadas para formação da mulher. Como tática para divulgar as práticas escolares naquele Dispensário de Puericultura, as mães e suas crianças participavam dos Concursos de Robustez que eram amplamente divulgados pela imprensa.

Biografia do Autor

Maria Lucia Mendes de Carvalho, Centro Paula Souza/São Paulo

Pós-doutoranda em Museologia e Patrimônio no MAST (2015).Doutora em Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável na Faculdade de Engenharia Agricola da Universidade Estadual de Campinas (2013). Mestre em Engenharia Química pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (1989). Bacharel em Química pelo Instituto de Química da Universidade de São Paulo (1980), Engenheira Agricola pela Faculdade de Engenharia Agrícola da Universidade Estadual de Campinas (1980), e Licenciatura Plena pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (1981). Atuou em Centros de Pesquisas das Indústrias Químicas: Rhodia, Aquatec e Oxiteno, como pesquisadora e, posteriromente, gerente de pesquisa e desenvolvimento (1981 a 1995). É professora coordenadora de projetos no Centro Paula Souza, coordenando o Grupo de Estudos e Pesquisas em Memórias e História da Educação Profissional (GEPEMHEP). Tem experiência nas áreas de Ciência e Tecnologia dos Alimentos, de História da Alimentação e Nutrição, e História da Profissão Docente. Organizou os livros Cultura, Saberes e Práticas (2011) e Patrimônio, Currículos e Processos Formativos (2013), e o e-book História Oral na Educação: memórias e identidades (2014).

Referências

AZANHA, José Mário Pires. Cultura escolar brasileira. Um programa de pesquisas. Revista da Universidade de São Paulo, n° 8, dez.jan.fev. 1990-1991, p.65-69.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Edições 70, LDA, Lisboa, 3ª edição, 2004.

CARVALHO, Maria Lucia Mendes e FERREIRA, Eliana Roda. Entrevista com a ex-professora Neide Gaudenci de Sá, no Centro de Memória da Escola Técnica Estadual Carlos de Campos, 26 de dezembro de 2001. In: CARVALHO, Maria Lucia Mendes de Carvalho. Historiografia das Escolas Técnicas mais Antigas do Estado de São Paulo. Relatório de Atividades Desenvolvidas no Centro Paula Souza para o Projeto da Fundação de Apoio a Pesquisa do Estado de São Paulo, janeiro a outubro, 2002.

____________ e RIDOLFI, Deborah de Marco. Relatório de visita à ex-professora Íris Krauss, 03 de janeiro de 2002. In: CARVALHO, Maria Lucia Mendes de Carvalho. Historiografia das Escolas Técnicas mais Antigas do Estado de São Paulo. Relatório de Atividades Desenvolvidas no Centro Paula Souza para o Projeto da Fundação de Apoio a Pesquisa do Estado de São Paulo, janeiro a outubro, 2002.

____________. História do currículo do Técnico em Nutrição e Dietética: na Escola Técnica Estadual Carlos de Campos, em São Paulo, com ênfase na Puericultura. I Jornada Nacional da Produção Científica em Educação Profissional e Tecnológica. Ministério da educação, Brasília, março, 2006.

_____________. Dispensário de Puericultura: Escola Profissional Feminina na Assistência e Proteção à Infância. VI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Universidade Federal de Uberlândia, abril, 2006.

CASTRO, Maria Antonieta. O Ensino da Puericultura nas Escolas e Agremiações Femininas: tese apresentada à Conferência Nacional de Proteção à Infância, em setembro de 1933. Revista de Educação. São Paulo: Tipografia Garraux, vol. IV, dezembro, 1933.

CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano. Artes de fazer. Vozes Editora, 1994.

CORRÊA, Rosa Lydia Teixeira. O livro escolar como fonte de pesquisa em História da Educação. Caderno CERES, volume 20, nº. 52, Campinas, 2000. www.scielo.br. Acesso em 14/3/2006.

GRECHI, Henrique. Manual de Puericultura e Dietética Infantil. Curso de Nutrição, São Paulo, s/d.

__________. Plano de Alimentação Infantil em São Paulo. Anais do II Congresso Brasileiro de Nutricionistas, São Paulo, Julho, 1960.

__________. Manual de manutenção do bebê. Lis Gráfica e Editora. 1ª edição, 1994.

GVIRTZ, Silvina. Do Currículo Prescrito ao Currículo de Classe: um olhar sobre os cadernos de classe. Editora Universitária São Francisco, Bragança Paulista, 2005.

JULIA, Dominique. A Cultura Escolar como Objeto Histórico. Revista Brasileira de História da Educação, n° 01, janeiro / junho, 2001.

MORAES, Carmen Sylvia Vidigal Moraes. A Socialização da Força de Trabalho: Instrução Popular e Qualificação Profissional no Estado de São Paulo (1873 – 1934), Editora da Universidade São Francisco, Bragança Paulista, 2003.

ROCHA, Heloísa Helena Pimenta Rocha. Prescrevendo regras de bem viver: Cultura escolar e racionalidade científica. Cadernos CEDES, vol. 20, nº 52, Campinas, Nov. 2000, http://www.scielo.br, acesso em 2/12/2005.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação e Saúde Pública do Estado de São Paulo. Superintendência do Ensino Profissional (org. e inaugurados). Os Cursos de Dietética. Edição do Instituto D. Escolástica Rosa, Escola Profissional Secundária, Santos, maio, 1939.

SCHWARTZMAN, Simon, BOMENY, Helena Maria Bousquet, COSTA, Vanda Maria Ribeiro. Tempos de Capanema. Capítulo 4: Contenção de Mulheres, Mobilização dos Jovens, Editora da Universidade de São Paulo e Editora Paz e Terra, 1984. www.schwartzman.org.br/simon/capanema/capit4.htm. Acesso online em 25/04/06.

SILVEIRA, Horácio Augusto. Escola Normal Feminina de Artes e Ofícios (São Paulo) – Histórico e organização atual: tese apresentada ao 2° Congresso Feminista, São Paulo Editora, 1931.

VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault & a Educação. Autêntica, Belo Horizonte, 2003.

VIDAL, Diana Gonçalves. Culturas Escolares: Estudo sobre práticas de leitura e escrita na escola pública primária (Brasil e França, final do século XIX), Autores Associados, Campinas, 2005.

VIÑAO FRAGO, A .Historia de la educación e historia cultural. Posibilidades, problemas, cuestiones. Revista Brasileira de Educação. Set/out/nov/dez, nº 0, 1995.

Publicado
2019-04-30
Como Citar
Carvalho, M. L. M. de. (2019). Dispensário de puericultura da Escola Profissional Feminina: reflexões sobre histórias de vida e cultura escolar. RIDPHE_R Revista Iberoamericana Do Patrimônio Histórico-Educativo, 5, e019012. https://doi.org/10.20888/ridphe_r.v5i0.9789
Seção
Dossiê Temático