A consolidação do Centro de Memória Dom Bosco em Petrolina como espaço histórico-educativo

Palavras-chave: Memorial Dom Bosco. História Oral. Preservação.

Resumo

Há várias formas de escrever a História da Educação. A maneira escolhida e apresentada nesse trabalho é o Memorial Dom Bosco localizado na cidade de Petrolina PE, que foi considerado como um espaço de intervenção para a preservação da memória escolar. Um foco importante desse trabalho é perceber, por meio da História Oral, a visão de sujeitos históricos na consolidação desse memorial. Concluiu-se que, a organização de fontes documentais e de arquivo, contribuem para a consolidação de centros de memória educativos e pedagógicos, sendo possibilidades e locais de aprendizado/treinamento de futuros historiadores/pesquisadores; uma prática que pode, unida à teoria e com um rigor metodológico, atrair jovens estudantes das áreas de Pedagogia e da História. 

Biografia do Autor

Jardel Costa Pereira, Universidade do Estado de Minas Gerais

Possui graduação em Filosofia com habilitação em História pelo Centro Universitário de Lavras - UNILAVRAS; Graduação em Pedagogia pela Faculdade Geremário Dantas - SFNSC; especialização em Filosofia Moderna e Contemporânea no Brasil pela Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ;  mestrado em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG e doutorado em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho- UNESP.  Vem desenvolvendo pesquisas nas seguintes áreas: Instituições Escolares, Filosofia e Práticas Pedagógicas; História da Educação Brasileira (séculos XIX e XX); Cultura Escolar; Educação; Educação, gênero e formação de professores; Aprendizagem, pensamento filosófico e atuação dos Intelectuais da Educação. Realizou o doutorado-sanduíche com o fomento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) na Universidade Loyola de Chicago USA, sob a co-orientação do Professor Dr. Noah Sob. É membro fundador do Grupo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas de História e Educação (GIEPHE) da Universidade Federal de Lavras (UFLA), membro do Grupo de Pesquisa em História da Educação (GEPHE) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e é também pesquisador da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (FAPEMIG). Atua como professor universitário na Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Campus Poços de Caldas MG.

Rozângela do Nascimento Pereira, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus Juazeiro BA

Graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade de Pernambuco- UPE- Campus Petrolina-PE,Pós-graduação em Psicopedagogia pela Universidade de Pernambuco Campus Petrolina (UPE),Mestranda no Programa de Pós-Graduação Mestrado em Educação, Cultura e Território Semiáridos -PPGESA - Universidade do Estado da Bahia - UNEB - Campus III - Juazeiro/BA.Tem experiência na área de Educação Básica, com ênfase em Gestão escolar e Coordenação Pedagógica. Vem desenvolvendo pesquisas nas seguintes áreas: Instituições Escolares,Práticas Pedagógicas; História da Educação Brasileira (séculos XIX e XX); Cultura Escolar; Educação; Educação, gênero e formação de professores; Ensino-aprendizagem;transtorno da aprendizagem. É Membra do GEPHEPP - Grupo de Estudos e Pesquisa em História da Educação e Pedagogia da Pesquisa - Universidade do Estado da Bahia - UNEB Campus III - Juazeiro-BA.

Rosa Santos Mendes da Silva, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus Juazeiro BA

Formada em Pedagogia e Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Territórios Semiáridos- PPGESA. Tem experiência na área da educação. Participa como pesquisadora no Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação e Pedagogia da Pesquisa- GEPHEPP e é Mestranda no Programa de Pós-Graduação Mestrado em Educação, Cultura e Território Semiáridos -PPGESA - Universidade do Estado da Bahia - UNEB - Campus III - Juazeiro/BA.

Referências

BRITO, Ana Clara Farias; LEAL, Ygor Barros. Jornal Pharol: Apontamentos para a Modernização em Petrolina. 1915-1920. Petrolina: Upe, 2012.

CAVALCANTE, Carlos. Dom Malan, ícone de fé e trabalho. Olinda: Livro Rápido-Elógica, 2009.

______. Teresinha Teixeira Coelho. Uma História de Fé, Educação e Trabalho. Petrolina: Casa da Imprensa, 2010.

EDIÇÃO COMEMORATIVA. Dom Bosco Diocesano. 85 anos. Colégio Dom Bosco: Petrolina, 2011.

FURTADO, Alessandra Cristina. Os Arquivos Escolares e sua Documentação. Possibilidades e Limites para a Pesquisa em História da Educação, Ribeirão Preto, v. 2, n. 2, p. 145-159, jul./dez. 2011.

LIMA, Airon Cordeiro de. A Influência da Igreja Católica no Desenvolvimento do Município de Petrolina-PE de 1920 a 1940. Petrolina: Upe, 2009.

LUZ, Marta; RAQUEL; Déa. ARAGÃO, Euvaldo. Álbum/Roteiro: Patrimônio Histórico-Cultural edificado em Petrolina. Petrolina: Prefeitura Municipal, 1995.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. Tradução: Bernardo Leitão et al. 2. ed. Campinas: UNICAMP, 1994.

LOZANO, Eduardo Aceves. Práticas e estilos de pesquisa na história oral contemporânea. In: AMADO, Janaína; FERREIRA, Marieta de Moraes. ( Coord.). Usos e abusos da história oral. Praia de Botofogo, RJ: Getúlio Vargas, 1998.

MOGARRO, Maria João. Arquivos e Educação: a Construção da Memória Educativa. Sísifo. Revista de Ciência da Educação, n. 1. set./dez. 2006.

NORA, Pierre. Entre a Memória e História: A problemática dos lugares. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em História e do Departamento de História. Projeto História, São Paulo, n. 10, dezembro de 1993.

QUEIROZ, Elza. A Escola. Um Rio, Uma Cidade, Uma Escola. Recife: Norcópia, 1983.

ROCHA, Cicera M. P.; SILVA, Rosa. S. M.; ÁVILA, Virgínia P. S. Memória de professoras de escolas rurais em Juazeiro/BA e Petrolina/PE (1950-1970). Revista Cocar (online), 2018.

ROCHA, Cícera M.P. Ser professora no semiárido nordestino: a trajetória de Yolanda de Ameida (1960-1970). In: V ENCONTRO NORTE E NORDESTE DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. Anais... Teresinha, 2014.

ROCHA, Honório de Queiroz. Estou presente, Petrolina! Recife: Bagaço, 2006.

SÁ Y BRITO, Maria Creusa. Petrolina. Origem, fatos, vida, uma história. Petrolina: Tribuna do Sertão, 1995.

SANTOS, José Elmo dos. Colégio Dom Bosco. 69 anos educando. Edição comemorativa dos 69 anos de fundação. [S.l], [s.d].

Publicado
2019-04-30
Como Citar
Pereira, J. C., Pereira, R. do N., & Silva, R. S. M. da. (2019). A consolidação do Centro de Memória Dom Bosco em Petrolina como espaço histórico-educativo. RIDPHE_R Revista Iberoamericana Do Patrimônio Histórico-Educativo, 5, e019011. https://doi.org/10.20888/ridphe_r.v5i0.9708
Seção
DOSSIÊ TEMÁTICO