O remoto no trabalho e na vida: novos tempos editoriais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20888/ridpher.v6i00.14846

Palavras-chave:

Patrimônio histórico-educativo, Cultura material escolar, Diversidade, Identidade

Resumo

Neste ano de 2020, que se encerra, a RIDPHE-R apresenta esta edição composta por dois dossiês: o primeiro, “Patrimônio Histórico-Educativo: Culturas, Diversidade, Identidades”, organizado por Agustín Escolano Benito e Maria Cristina Menezes, e o segundo, “Escrevendo a leitura, no ensino e na ficção: produzindo fontes, apropriando-se de narrativas” organizado por Carolina Duarte Damasceno, Júlio de Souza Valle Neto e Ricardo Gaiotto de Moraes. Ao se agregar, à seção Dossiê, as seções Artigo e Documento, há uma resultante de 31 artigos disponíveis à leitura, além de duas resenhas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Menezes, CIVILIS/FE/UNICAMP

Possui pós-doutorado em História da Educação pela Universidade de Lisboa (2004), Séjour d' Études no INRP, Paris (2002), doutorado em Educação, História da Educação, pela Universidade Estadual de Campinas (1999); Mestrado em Educação: História, Política, Sociedade, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1994). Professora de História da Educação, no Departamento de Filosofia e História da Educação, da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (1997 - ); Coordenadora do CIVILIS, Grupo de Estudos e Pesquisa em História da Educação, Cultura Escolar e Cidadania; Moderado da Ridphe_l, lista de discussão da Rede Iberoamericana para a Investigação e Difusão do Patrimônio Histórico-Educativo; Editora Executiva da Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo - RIDPHE_R.

Maria de Lourdes Pinheiro, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Pedagogia (1999) e História (2016), mestrado em Educação, área de Ensino, Avaliação e Formação de Professores (2003) e doutorado em Educação, área de História, Filosofia e Educação (2009), pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é pesquisadora do CIVILIS/FE/UNICAMP.

Maria Lucia Mendes de Carvalho, Centro Paula Souza/SP

Pós-doutora em Muselogia e Patrimônio no Museu de Astronomia e Ciências Afins (2017). Doutora em Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável na Faculdade de Engenharia Agricola da Universidade Estadual de Campinas (2013). Mestre em Engenharia Química pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (1989). Bacharel em Química pelo Instituto de Química da Universidade de São Paulo (1980), Engenheira Agricola pela Faculdade de Engenharia Agrícola da Universidade Estadual de Campinas (1980), e Licenciatura Plena pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (1981). É professora coordenadora de projetos no Centro Paula Souza, coordenando o Grupo de Estudos e Pesquisas em Memórias e História da Educação Profissional (GEPEMHEP).

Maria Teresa Santos Cunha, Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC

Doutora em Educação, História e Filosofia pela USP. Professora Titular do Departamento de História e dos Programas de Pós-Graduação em História e Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC/Florianópolis), atuando na área de Patrimônio Cultural e de História da Educação. Foi Coordenadora do GT Nacional História da Educação da ANPED. É Bolsista Produtividade em Pesquisa 1-D do CNPq.

Referências

LANTANO, Cláudia. Eu e o mundo. In: COSTA, Petra. Elena. O livro do filme. Porto Alegre: Arquipélago Editorial, 2014.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

MENEZES, Maria Cristina; PINHEIRO, Maria de Lourdes; CARVALHO, Maria Lucia Mendes de; CUNHA, Maria Teresa Santos. O remoto no trabalho e na vida: novos tempos editoriais. RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 6, n. 00, p. e020035, 2020. DOI: 10.20888/ridpher.v6i00.14846. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ridphe/article/view/14846. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

EDITORIAL