Banner Portal
Araújo Porto-Alegre e o elogio do barroco
PDF
PDF (English)

Palavras-chave

Araújo Porto-Alegre (1806-79)
história da arte no Brasil
barroco
escola brasileira
Escola de Pintura Fluminense

Como Citar

SQUEFF, Letícia. Araújo Porto-Alegre e o elogio do barroco. Revista de História da Arte e da Cultura, Campinas, SP, n. 24, p. 67–75, 2021. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rhac/article/view/13373. Acesso em: 12 jul. 2024.

Resumo

A oposição entre estilos tem larga importância na historiografia das artes na Europa. O
objetivo deste artigo é mostrar como a categoria de escola foi operativa para a construção de uma
história da arte no século XIX brasileiro. Graças a ela, o crítico Manoel de Araújo Porto-Alegre
(1806-79) concebeu um modo de interpretação do passado brasileiro que valorizava o barroco e as
peculiaridades do passado artístico fluminense. Este artigo mostra que, ao contrário do que foi
afirmado diversas vezes, Porto-Alegre via o barroco como parte importante na construção do que
ele entendia como história da arte brasileira.

PDF
PDF (English)

Referências

.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2020 Letícia Squeff

Downloads

Não há dados estatísticos.