Banner Portal
A cidade está lá fora?
PDF
ÁUDIO
VÍDEO

Palavras-chave

Custódia
Memória digital
Dimensão pública
Cidade
Preservação digital

Como Citar

TAVARES, Maria de Fátima Duarte. A cidade está lá fora? : instituições de memória e o mundo digital. Revista Brasileira de Preservação Digital, Campinas, SP, v. 4, n. 00, p. e023010, 2023. DOI: 10.20396/rebpred.v4i00.17969. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rebpred/article/view/17969. Acesso em: 26 maio. 2024.

Resumo

Introdução: A cidade capital criada para simbolizar a modernidade brasileira dos anos 60, do século XX, tem nos seus acervos locais documentais referências para a memória social. A dimensão pública da memória urbana apresenta na atualidade graus diferenciados de relação com os equipamentos culturais, que são cada vez mais interdependentes entre si pela presença das tecnologias digitais.  A pesquisa trata da disponibilidade pública das coleções de imagens fotográficas sobre Brasília e como o seu arquivamento, com restrições de acesso e sem políticas de preservação digital no longo prazo, reduzem as possiblidades de interação para a construção da memória digital e seus desdobramentos na vida cotidiana. Objetivo: identificar a representatividade dos acervos locais de Brasília em relação ao universo digital, sua disponibilidade pública no presente em paralelo à existência ou não de estruturação de políticas de preservação digital de longo prazo.  Metodologia: identificar condições de acesso e uso de tecnologias digitais por equipamentos culturais; levantar dados sobre a disponibilidade digital de documentação imagética sobre Brasília em comparação a outras cidades brasileiras; analisar a representatividade dos acervos e o papel cultural das entidades locais. Resultados: reconhecimento da relevância dos acervos locais para a construção da dimensão pública da memória urbana no longo prazo. Conclusão: importância de valorizar os acervos locais, considerando as políticas de preservação digital, a memória urbana e o acesso no longo prazo.

https://doi.org/10.20396/rebpred.v4i00.17969
PDF
ÁUDIO
VÍDEO

Referências

ANGIOLILLO, Francesca. Lucio Costa, pai de Brasília, tem acervo doado a Portugal ao lado de Mendes da Rocha. Folha de São Paulo, São Paulo, 19 out. 2021. Disponível em: https://bit.ly/3OvY0j7. Acesso em: 14 abr. 2023.

ARELLANO, Miguel Angel Márdero. Preservação de documentos digitais. Ciência da Informação, Brasília, v.33, n.2, p. 15-27, ago. 2004. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-19652004000200002.

ARQUIVO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL. Guia de fundos. Brasília: ArPDF, 2019. Disponível em: https://tinyurl.com/39ekxsns. Acesso em: 05 abr. 2023.

ARQUIVO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL. Acervo. Brasília, [2023]. Disponível em: https://www.arquivopublico.df.gov.br/. Acesso em: 05 abr. 2023.

BARTHES, Roland. A câmara clara: nota sobre a fotografia. Lisboa: Edições 70, 2018.

BARRETO, Aldo Albuquerque. O tempo e o espaço na ciência da informação. TransInformação, Campinas, v.14, n.1, p.17-24, 2002. https://tinyurl.com/4tutsx94. Acesso em: 19 abr. 2023.

BEIGUELMAN, G.; LAVIGNE, N. de C. Memento mori: Museu Nacional e o arquivo sem museu. Contemporânea: Revista Do PPGART/UFSM, Santa Maria, v. 3, n.6, e4, 2022. https://doi.org/10.5902/2595523363395.

BENJAMIN, Walter. Pequena história da fotografia. In: KOTHE, Flavio R. (org.) Walter Benjamin. São Paulo: Editora Ática, 1985. p. 219-240.

BIBLIOTECA NACIONAL DE BRASÍLIA. Acervo. Brasília, [2023].Disponível em: http://www.bnb.df.gov.br/. Acesso em: 30 mar. 2023.

BRASILIANA FOTOGRÁFICA. Acervo.[2014-2023]. Disponível em: https://brasilianafotografica.bn.gov.br/ Acesso em: 20 mar. 2023.

BRASILIANA ICONOGRÁFICA. Acervo.[2017]. Disponível em: https://www.brasilianaiconografica.art.br/ Acesso em: 20 mar. 2023.

CARVALHO, Vânia Carneiro de. A representação da Natureza na pintura e na fotografia brasileiras do século XIX. In: FABRIS, Annateresa (org). Fotografia: usos e funções no século XIX. São Paulo: Ed. USP, 1997. p. 198-231.

CASA DA ARQUITETURA. Lucio Costa. Matosinhos, Portugal, [2023]. Disponível em: https://bit.ly/3MHHxXx. Acesso em: 19 abr. 2023.

CASTELLS, Manuel. Sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CHOAY, Francoise. Pensées sur la ville, arts de la ville. Cap 3. In: Histoire de La France urbaine. Tome 4. Paris: SEUIL, 1985. p.159-271.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET (CGI) (Brasil). TIC Cultura: pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nos equipamentos culturais brasileiros. São Paulo: CGI, 2021. Disponível em: https://tinyurl.com/ypah2zfz. Acesso em: 13 mar. 2023.

CONARQ. CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (BRASIL). Carta para a preservação do patrimônio arquivista digital. Brasil: Unesco, 2005. Disponível em: https://bit.ly/3MJXFIh. Acesso em: 10 ago. 2021.

COSTA, Heloise; RODRIGUES, Renato. A fotografia moderna no Brasil. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ: IPHAN: Funarte, 1995.

COSTA, Lucio. Registro de uma vivência. São Paulo: Empresa das Artes, 1995.

DODEBEI, Vera. Patrimônio e memória digital. Revista Morpheus - Estudos Interdisciplinares Em Memória Social, Rio de Janeiro, vol.5, n.8, 2015. Disponível em: https://tinyurl.com/3rha59m4. Acesso em: 17 abr. 2023.

FABRIS, Annateresa (org.) Fotografia usos e funções no século XIX. São Paulo: Edusp, 1991.

FIGUEIRÔA, Silvia. As ciências geológicas no Brasil: uma história social e institucional, 1875-1934. São Paulo: HUCITEC, 1997.

FLUSSER, Vilém. O universo das imagens técnicas: elogia da superficialidade. São Paulo: Annablume, 2008.

FONSECA, Maria Cecília Londres. O Patrimônio em processo. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, Minc-IPHAN, 2005.

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL (Brasil). Biblioteca Nacional. Fotografia: Colleção Dª Thereza Cristina Maria. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 1987. Disponível em: https://tinyurl.com/dupz7dn9. Acesso em: 21 mar. 2023.

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL (Brasil). Biblioteca Nacional. Acervo. Rio de Janeiro, [2023]. Disponível em: https://www.acervo.bn.gov.br/sophia_web. Acesso em: 22 mar. 2023.

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL (Brasil). BNDIGITAL. Acervo. Rio de Janeiro, [2023]. Disponível em: https://www.bndigital.bn.gov.br/acervodigital. Acesso em: 23 mar.2023.

GOOGLE. Arts and Culture /Brasília. Projeto Brasília, 2021. Disponível em: https://artsandculture.google.com/project/brasilia. Acesso em: 10 abr. 2023.

GRAU, Oliver. Arte Virtual: da ilusão à imersão. São Paulo: Editora UNESP; Editora SENAC São Paulo, 2007.

IPHAN. INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (Brasil). Patrimônio mundial. Brasília, [2023]. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/31. Acesso em 24 abr. 2023.

IPHAN. INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (Brasil). Rede Arquivos IPHAN. Acervo. Brasília, [2023]. Disponível em: http://acervodigital.iphan.gov.br/xmlui/discover. Acesso em: 28 mar. 2023.

IZEL, Adriana. Acervo documental de órgãos do GDF está sendo digitalizado. Agência Brasília, Brasília, 19 abr. 2022. Disponível em: https://bit.ly/3ohkVUw. Acesso em: 19 abr. 2023.

HUYSSEN, Andreas. Seduzidos pela memória: arquitetura, monumentos, mídia. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2000.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2006.

LE GOFF, Jacques. História e memória. São Paulo: Ed. Unicamp, 1994.

LEMOS, André. Cultura da mobilidade. In: BEIGUELMAN, Giselle; LA FERLA, Jorge (org.). Nomadismos Tecnológicos. São Paulo: Editora SENAC, 2011. p.15-34.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed34, 1999.

MACIEL, Nahima; SCHWINGEL, Samara. Transferência de acervo de Lucio Costa do RJ para Portugal gera controvérsias, por Maciel, Nahima; Schwingel, Samara. Correio Braziliense, Brasília, 21 out. 2021. Disponível em: https://bit.ly/3IqRt5p. Acesso em: 14 abr. 2023.

MCINTOSH, David. Mobilidade e memória: para uma taxonomia da multiplicidade temporal. In: BEIGUELMAN, Giselle; LA FERLA, Jorge (org.). Nomadismos tecnológicos. São Paulo: Editora SENAC, 2011.p. 229-246.

MUSEU DE ARTE DE BRASÍLIA - MAB/Museu Nacional da República. Coleções.Brasília, [2022]. Disponível em: http://museu.acervo.cultura.df.gov.br/coleçoes. Acesso em: 06 abr. 2023.

MUSEU NACIONAL DA REPÚBLICA. Acervo. Brasília, [2022]. Disponível em: http://museu.cultura.df.gov.br/ Acesso em: 06 abr. 2023.

NORA, Pierre. Entre mémoire et histoire. In: NORA, Pierre (org.). Les lieux de mémoire.Paris: Gallimard, 1984, p. XVII-XLII.

PESSÔA, José (org.). Lucio Costa: Documentos de trabalho. Rio de Janeiro: IPHAN, 1999.

SCHORSKE, Carl E. Viena fin-de-siècle. São Paulo: Editora Unicamp, 1988.

VALLE, Eduardo; ARAÚJO, Arnaldo. Digitalização de acervos, desafio para o futuro. Revista do Arquivo Público Mineiro, Belo Horizonte, v. 41, p.130-143, jul, 2005. Disponível em: https://tinyurl.com/ycyv8eb4. Acesso em: 24 jan. 2022.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Maria de Fátima Duarte Tavares (Autor)

Downloads

Não há dados estatísticos.