Banner Portal
Análise das políticas de preservação digital para periódicos eletrônicos
PDF
ÁUDIO
VÍDEO

Palavras-chave

Política de preservação digital - Análise
Periódicos eletrônicos - Modelo de política
SciELO
Scopus
Elsevier

Como Citar

SANTOS, G. C.; SILVA, V. F. da. Análise das políticas de preservação digital para periódicos eletrônicos: um estudo exploratório nas políticas do programa SciELO e Elsevier . Revista Brasileira de Preservação Digital, Campinas, SP, v. 4, n. 00, p. e023004, 2023. DOI: 10.20396/rebpred.v4i00.17895. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rebpred/article/view/17895. Acesso em: 10 dez. 2023.

Resumo

Introdução: A questão da preservação digital [PD] possui várias frentes de desenvolvimento: das políticas às técnicas, além de um grande conjunto de pontos críticos encontrados na sua constituição. Por isso, os profissionais interessados na manutenção das informações sob sua responsabilidade devem entender e envolver-se com a elaboração de políticas. Objetivo: Analisar as políticas de PD dos publishers Programa SciELO e Elsevier com o intuito de fomentar auxílio para a discussão de uma política de PD para periódicos científicos. Metodologia: Esta pesquisa é do tipo qualitativa, descritiva que utilizou o método comparativo através da técnica da análise documental. O corpus e objeto de estudo se pautou nas políticas de PD do Programa SciELO e Elsevier, denominadas Política de PD do Programa SciELO e Policies Digital Archive. A análise foi realizada a partir dos princípios e estratégias de PD. Resultado: Percebe-se que as políticas de PD do SciELO e Elsevier possuem similaridades quanto aos seus princípios e estratégias, e tais políticas podem contribuir no auxílio a discussões de modelos de políticas de PD para periódicos. Conclusão: Portanto, para que a preservação possa ocorrer efetivamente, é importante que sejam estudados e consolidados, de maneira específica e pormenorizada, a política de PD da Instituição, a qual o periódico está ligado, criando um diálogo entre a política e plano de PD do periódico.  Deve-se planejar o desenho desta política de PD que irá de certa forma dar suporte na construção de um documento institucionalizado para amparar todo o tipo de suporte documental e bibliográfico de uma instituição, como no caso dos periódicos científicos.

https://doi.org/10.20396/rebpred.v4i00.17895
PDF
ÁUDIO
VÍDEO

Referências

BODÊ, Ernesto Carlos. Preservação de documentos digitais o papel dos formatos de arquivo. 2008. 153 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

DIGITAL PRESERVATION COALITION. Institutional policies and strategies. ©2023. Disponível em: https://bit.ly/3I739tI. Acesso em: 11 maio 2023.

ELSEVIER. Digital archive. Disponível em: https://bit.ly/3nTV9Ft. Acesso em: 09 maio 2023.

PADULA, D. Indexação de periódicos: padrões essenciais e porque são importantes [Publicado originalmente no LSE Impact Blog em agosto/2019] [online]. SciELO em Perspectiva, 2019. Disponível em: https://bit.ly/3nNcYpI. Acesso em: 09 maio 2023.

RIBEIRO, Fanny do Couto. Análise de risco: uma metodologia a serviço da preservação digital. Recife, 2012. 285 f. Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Artes e Comunicação, Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação, 2012.

SANTOS, Gildenir Carolino; BRACHI, Regiane Alcântara. Plano de desenvolvimento da política de preservação digital para o Sistema de Bibliotecas da UNICAMP (SBU). In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 20., 2018, Salvador. Anais do [...]. Salvador: UFBA, 2018. v.1. Disponível em: https://bit.ly/3M3ISHL.

SANTOS, G. C.; FERREIRA, D. T. Registrando, indexando e preservando digitalmente a RDBCI: Indicadores da produção de 2003 a 2016. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 14, n. 3, p. 541–560, 2016. DOI: https://doi.org/10.20396/rdbci.v14i3.8646317. Acesso em: 9 maio. 2023.

SANTOS, G. C.; MÁRDERO ARELLANO, M. Á. Como garantir a preservação digital dos periódicos científicos. Figshare - Presentation, 29 nov. 2020. DOI: 10.6084/m9.figshare.13299713.v3. Acesso em: 10 maio. 2023.

SANTOS, Gildenir Carolino; PASSOS, Rosemary.; SAE, Marco D.G. A preservação digital dos periódicos científicos produzidos na UNICAMP: um relato de experiência. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 41, n. 1, abr. 2012. Publicado em: 08 abr. 2014. Disponível em: https://bit.ly/41oEtni. Acesso em: 07 maio de 2023.

SciELO. Política de preservação digital do Programa SciELO [online]. São Paulo. Atualizado em: 18/08/2021. Disponível em: https://bit.ly/3NLwzRO. Acesso em: 07 maio 2023.

SciELO. Modelo de publicação eletrônica para países em desenvolvimento [online]. São Paulo. 2019.

SciELO. Documentação SciELO: como consultar o status de preservação do periódico [online]. São Paulo, 26/04/2022. Disponível em: https://bit.ly/42lPIy8. Acesso em: 10 maio 2023.

SHAH, U.U.; GUL, S. LOCKSS, CLOCKSS & PORTICO: a look into digital preservation policies. Library philosophy and practice, p. 1-5, 2019.

SIEBRA; Sandra de Albuquerque; BORBA, Vildeane da Rocha; SILVA, Vania Ferreira da. Preservação digital de publicações científicas: da teoria à prática. In: SANTOS, Gildenir Carolino; SHINTAKU, Milton. (org.). Ecossistemas e inovações tecnológicas: da construção às boas práticas. Campinas: UNICAMP/BCCL; Brasília, DF: Ibict, 2022. Cap. 6, p. 117-167. DOI: https://doi.org/10.22477/ISBN9786588816363.cap6

THOMAZ, K. P.; SOARES, A. J. A preservação digital e o modelo de referência Open Archival Information System (OAIS). DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, 2004. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/6608. Acesso em: 12 maio 2023.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Gildenir Carolino Santos, Vania Ferreira da Silva (Autor)

Downloads

Não há dados estatísticos.