Preservação digital de documentos arquivísticos potenciais

reconhecendo e enfrentando o problema

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rebpred.v3i00.16584

Palavras-chave:

Arquivística, Preservação digital, Documento arquivístico digital, Documento arquivístico potencial, Documento arquivístico ruim

Resumo

Introdução: As políticas e os procedimentos de gestão e preservação de documentos arquivísticos digitais estão cada vez arraigadas nos processos de trabalho e nos processos informacionais das mais diversas instituições. A extensa bibliografia sobre o tema deixa claro que já existe um caminho pavimentado para a produção, tratamento e preservação dos novos documentos arquivísticos digitais. Todavia e quanto aos milhões de registros digitais que foram produzidos, e ainda o são, sem respeito a requisitos arquivísticos? O que fazer quando os registros digitais (documentos) que se originaram de atividades e ações institucionais não foram produzidos ou mantidos de forma que se possa verificar sua autenticidade e confiabilidade? Objetivo: Abordar o problema apresentado pelos documentos digitais “arquivísticos” produzidos sem requisitos técnicos que permitam inferir sobre sua confiabilidade e autenticidade, propondo abordagens para confrontar a situação. Metodologia: É utilizada a metodologia de pesquisa exploratória do tipo revisão bibliográfica sobre o tema, complementada com a análise da experiência de instituições selecionadas, com informações coletadas por meio de formulário direcionado. Resultados: A literatura oferece subsídios para a identificação e o tratamento de documentos digitais que tenham sido produzidos sem requisitos que garantam sua qualificação como arquivístico. Todavia, a experiência das instituições ainda é incipiente, embora respalde as propostas de tratamento discutidas neste estudo. Conclusão: Observou-se um cenário de solução potencial, mas ainda distante da realidade, pela falta de mapeamento da situação e a priorização do enfrentamento do problema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanderlei Batista dos Santos, Câmara dos Deputados

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília. Diretor da Coordenação de Arquivo do Centro de Documentação e Informação da Câmara dos Deputados (Basília, DF - Brasíl).

Referências

BRASIL. Lei nº 13.787, de 27 de dezembro de 2018. Dispõe sobre a digitalização e a utilização de sistemas informatizados para a guarda, o armazenamento e o manuseio de prontuário de paciente. Disponível em: https://bit.ly/2VgSL8B. Acesso em: 22 maio

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Diretoria-geral. Portaria nº 285, de 10 de novembro de 2020. Estabelece procedimentos para o descarte de documentos arquivísticos na Câmara dos Deputados. Disponível em: https://bit.ly/3upDXIb. Acesso em: 29 maio 2022.

CÂMARA TÉCNICA DE DOCUMENTOS ELETRÔNICOS. Glossário: documentos arquivísticos digitais. 2020, 8ª versão. Disponível em: https://bit.ly/3AsFkcL. Acesso em: 17 maio 2022.

CÂMARA TÉCNICA DE DOCUMENTOS ELETRÔNICOS. Orientação Técnica n.º 3, novembro/2015: Cenários de uso de RDC-Arq em conjunto com o SIGAD. Disponível em: https://bit.ly/3Pa5FjU. Acesso em: 17 maio 2022.

CNJ. Conselho Nacional de Justiça. Modelo de requisitos para sistemas informatizados de gestão de processos e documentos do judiciário brasileiro: moreq-jus. Brasília, Ago/2009. Disponível em: https://bit.ly/3uv0Xpc. Acesso em: 26 maio 2022.

CONARQ. Conselho Nacional de Arquivos. Diretrizes para a gestão arquivística do correio eletrônico corporativo. Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: https://bit.ly/3ykwjzS. Acesso em: 26 maio 2022.

CONARQ. Conselho Nacional de Arquivos. Resolução nº 20, de 16 de julho de 2004. Dispõe sobre a inserção dos documentos digitais em programas de gestão arquivística de documentos dos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Arquivos. Disponível em: https://www.gov.br/conarq/pt-br/legislacao-arquivistica/resolucoes-do-conarq/resolucao-no-20-de-16-de-julho-de-2004. Acesso em: 9 maio 2022.

CONARQ. Conselho Nacional de Arquivos. Resolução nº 24, de 3 de agosto de 2006. Estabelece diretrizes para a transferência e recolhimento de documentos arquivísticos digitais para instituições arquivísticas públicas. Disponível em: https://www.gov.br/conarq/pt-br/legislacao-arquivistica/resolucoes-do-conarq/resolucao-no-24-de-3-de-agosto-de-2006. Acesso em: 9 maio 2022.

CONARQ. Conselho Nacional de Arquivos. Resolução nº 37, de 19 de dezembro de 2012. Aprova as Diretrizes para a Presunção de Autenticidade de Documentos Arquivísticos Digitais. Disponível em: https://bit.ly/3AsHxVK. Acesso em: 9 maio 2022.

CONARQ. Conselho Nacional de Arquivos. Resolução nº 40, de 9 de dezembro de 2014 (alterada). Dispõe sobre os procedimentos para a eliminação de documentos no âmbito dos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Arquivos - SINAR. Disponível em: https://bit.ly/3yp4NBg. Acesso em: 29 maio 2022.

CONARQ. Conselho Nacional de Arquivos. Resolução nº 41, de 9 de dezembro de 2014. Dispõe sobre a inserção dos documentos audiovisuais, iconográficos, sonoros e musicais em programas de gestão de documentos arquivísticos dos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Arquivos - SINAR, visando a sua preservação e acesso. Disponível em: https://www.gov.br/conarq/pt-br/legislacao-arquivistica/resolucoes-do-conarq/resolucao-no-41-de-9-de-dezembro-de-2014. Acesso em: 10 maio 2022.

CONARQ. Conselho Nacional de Arquivos. Resolução nº 43, de 4 de setembro de 2015. Altera a redação da Resolução do CONARQ nº 39, de 29 de abril de 2014, que estabelece diretrizes para a implementação de repositórios digitais confiáveis para a transferência e recolhimento de documentos arquivísticos digitais para instituições arquivísticas dos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Arquivos - SINAR. Disponível em: https://bit.ly/3yph9Jx. Acesso em: 10 jun 2022.

CONARQ. Conselho Nacional de Arquivos. Resolução nº 50, de 6 de maio de 2022. Dispõe sobre o Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos - e-ARQ Brasil, Versão 2. Disponível em: https://bit.ly/3uujbqI. Acesso em: 10 maio 2022.

DURANTI, L. Reflections on InterPARES - the InterPARES 2 Project (2002– 2007): an overview. Archivaria, n. 64, p.113-121, Fall 2007. Disponível em: http://www.interpares.org/ip2/display_file.cfm?doc=ip2_book_complete.pdf. Acesso em: 17 maio 2022.

FLORES, D. Os SIGADs nos sistemas de negócio e a cadeia de custódia ao RDC-ARQ como requisito para a garantia da autenticidade e preservação permanente. Palestra. São Paulo - SP. Material elaborado para a Palestra no Curso de Arquivologia da FURG - Universidade Federal de Rio Grande, RS. 14 de novembro de 2016. Disponível em: https://bit.ly/3nKbiKg. Acesso em: 20 jun 2022.

INTERPARES 3 PROJECT. Terminology database. Disponível em: http://www.interpares.org/ip3/ip3_terminology_db.cfm?. Acesso em: 25 maio 2022.

MEEHAN, Jennifer. Towards an archival concept of evidence. Interpares Project, 2003. Disponível em: https://bit.ly/3PbNP0b. Acesso em: 25 maio 2022.

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, Desenvolvimento e Gestão. Portaria nº 9, de 1º de agosto de 2018. Diário Oficial da União, Ed. 149, Seção 1, p. 62, 03/08/2018. Disponível em: https://bit.ly/3RjXx2u. Acesso em: 22 maio 2022.

ROCCO, B. C. de B. Um estudo sobre gestão de documentos arquivísticos digitais na Administração Pública Federal brasileira. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação). Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Comunicação, Rio de Janeiro, 2013. Disponível em: https://ridi.ibict.br/bitstream/123456789/711/1/rocco2013.pdf. Acesso em: 27 maio 2022.

SANTOS, V. B. Documentos arquivísticos digitais: um descompasso entre a teoria e a prática no Brasil. Revista do Arquivo, Ano III, nº 6, p.16-33, abril de 2018. Disponível em: https://bit.ly/3bVubam. Acesso em: 26 maio 2022.

VOUTSSAS M. J.; BARNARD AMOZORRUTIA, A. (coord.). Glosario de preservación archivística digital. México: UNAM, Instituto de Investigaciones Bibliotecológicas y de la Información, 2014. Versión 4.0.

arquivisticos

Publicado

2022-07-12

Como Citar

SANTOS, V. B. dos. Preservação digital de documentos arquivísticos potenciais : reconhecendo e enfrentando o problema . Revista Brasileira de Preservação Digital, Campinas, SP, v. 3, n. 00, p. e022005, 2022. DOI: 10.20396/rebpred.v3i00.16584. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rebpred/article/view/16584. Acesso em: 6 dez. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)