Banner Portal
Caracterização de repositórios digitais Dataverse conforme o Modelo OAIS
correntes
PDF
ÁUDIO
VÍDEO

Palavras-chave

Modelo OAIS
Repositórios digitais
Dataverse
Preservação digital

Como Citar

REZENDE, L. V. R. Caracterização de repositórios digitais Dataverse conforme o Modelo OAIS. Revista Brasileira de Preservação Digital, Campinas, SP, v. 3, n. 00, p. e022011, 2012. DOI: 10.20396/rebpred.v3i00.16581. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rebpred/article/view/16581. Acesso em: 2 abr. 2023.

Resumo

Introdução: Na temática de padrões de modelagem de sistemas de arquivamento, especificamente OAIS (Open Archival Information System), parece correto afirmar que, por se tratar de um modelo abstrato e que não contempla nenhum tipo de implementação, vários desafios surgem quando se busca entender e visualizar sua aplicação prática. Assim, faz-se necessário situar no contexto do modelo OAIS uma solução tecnológica de repositórios digitais considerando aspectos referentes às suas políticas de gestão, acesso e uso além de possíveis processos de curadoria e preparação dos dados. Objetivo: Este estudo busca detalhar, com base nas entidades do modelo OAIS, os componentes essenciais de um repositório digital que utiliza o software Dataverse, responsáveis pela gestão do conteúdo digital armazenado. Metodologia: Análise qualitativa, pesquisa bibliográfica e documental.Resultados: Relação entre elementos que compõem o modelo OAIS, considerando o fluxo básico de ingestão, depósito, arquivamento e acesso aos dados, e os recursos do software Dataverse, especificações de funcionamento do repositório e ações de curadoria, acesso e uso. Conclusão: Entende-se que são muitos os desafios ao se pensar no ecossistema da gestão de dados científicos. No entanto, considerar somente tecnologia não é suficiente ou garantia de que as recomendações dos padrões e modelos internacionais estão sendo seguidos. Fica evidente no modelo OAIS a importância da equipe gestora do repositório para além das funcionalidades oferecidas pelo software. Trazer o modelo OAIS para uma realidade prática parece favorecer seu entendimento, especialmente para os profissionais que estão na fase inicial de implementação de uma solução de gestão de dados científicos.

https://doi.org/10.20396/rebpred.v3i00.16581
PDF
ÁUDIO
VÍDEO

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR15472. Sistemas espaciais de dados e informação – modelo de referência para um sistema aberto de arquivamento de informação (SAAI). Rio de Janeiro: ABNT, 2007. 95 p.

DATAVERSE PROJECT. About Dataverse Project. Disponível em: https://dataverse.org/about . Acesso: 26 maio 2022.

GALVINO, C. C. T.; ROSA, M. N. B.; OLIVEIRA, B. M. J. F. de. O movimento de Acesso Aberto e a Ciência Aberta: uma proposta de repositório de dados e memória na Universidade Federal de Alagoas. Ci. Inf. Rev., Maceió, v. 7, n. 1, p. 34-45, jan./abr. 2020.

GO-FAIR. FAIR Principles. Disponível em: https://www.go-fair.org/fair-principles/ . Acesso em 23 maio 2022.

MÁRDERO ARELLANO, M. A. Preservação de documentos digitais. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 2, p. 15-27, 2004. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ci/a/FLfgJvpH3PZKf3HbpKYchZr/?format=pdf&lang=pt. Acesso em 25 maio 2022.

ROCHA, R. P. da et al. Relatório de acesso aberto a dados de pesquisa no Brasil: soluções tecnológicas. Porto Alegre, RS: UFRGS, 2018. 75 p. Disponível em:https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/185126/001082284.pdf?sequence=1&isAllowed=y . Acesso em: 26 maio 2022.

SAYÃO, L. F. Uma outra face dos metadados: informações para a gestão da preservação digital. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 15, n. 30, p. 1-31, 2010. Disponível em : https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2010v15n30p1/19527. Acesso em: 24 maio 2022.

WILKINSON, M. D. et al. The FAIR Guiding Principles for scientific data management and stewardship. Scientific data, v. 3, n. 1, p. 1-9, 2016.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Laura Vilela Rodrigues Rezende (Autor)

Downloads

Não há dados estatísticos.