Preservação digital distribuída para teses e dissertações

uma proposta para as bibliotecas universitárias da Unesp e UFRN

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rebpred.v3i00.16580

Palavras-chave:

Teses, Dissertações, Preservação digital, Arquivamento digital, ETDs, Repositórios institucionais

Resumo

Introdução: As teses e dissertações digitais (ETDs), são documentos importantes e necessários para a conclusão dos cursos de pós-graduação, desse modo, é importante a sua preservação a longo prazo. Devido à especificidade de seus metadados foi elaborada a proposta de preservação digital, para as teses e dissertações da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com base no modelo de Preservação Digital Distribuída (PDD) junto à Rede Cariniana do Instituto Brasileiro de Ciência e Tecnologia (IBICT). Objetivo: Estabelecer uma proposta de preservação digital distribuída para as (ETDs) dessas universidades, integrada a seus repositórios institucionais e identificar os requisitos para compor um ciclo de vida para (ETDs) que incorpore o processo de preservação digital. Metodologia: Trata-se de um levantamento bibliográfico na área da Ciência da Informação, que considera definições, estratégias e metodologias aplicáveis ao ciclo de vida da preservação digital de ETDs. Resultados: A Unesp e a UFRN reconheceram na literatura os requisitos e etapas para compor o processo do ciclo de vida de preservação digital, os quais contemplam todas as etapas, desde sua criação, uso, reuso, migração e/ou emulação e armazenamento. E como parte do processo elaboraram uma “minuta de um modelo da política de preservação digital de coleções em repositórios institucionais e bibliotecas digitais”. Conclusão: Constatou que a preservação das ETDs deve ser constante, contínua e atualizada. As instituições prosseguem com os estudos, com o intuito de finalizar o plano de ação e implantação da referida proposta de preservação digital distribuída.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pâmella Benevides Gonçalves, Universidade Estadual Paulista

Bibliotecária da Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Engenharia (Guaratinguetá, SP - brasil).

Clediane de Araújo Guedes Marques, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação e do Conhecimento da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Bibliotecária da Biblioteca Central Zila Mamede da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Natal, RN - Brasil).

Flávia Maria Bastos, Universidade Estadual Paulista

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista. Coordenadora Geral de Bibliotecas da Universidade Estadual Paulista - Reitoria (São Paulo, SP - Brasil).

Fabiana Colares Ferraro, Universidade Estadual Paulista

Bibliotecária do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista  (São Paulo, SP - Brasil).

Ana Cristina Figueiredo Loureiro, Universidade Estadual Paulista

Bibliotecária da Faculdade de Engenharia da Universidade Estadual Paulista (Guaratinguetá, SP - Brasil).

Conceituação: GONÇALVES, P. B.; MARQUES, C. A. G.; BASTOS, F. M.; FERRARO, F. C. LOUREIRO, A. C. F.
Metodologia: GONÇALVES, P. B.; MARQUES, C. A. G.; BASTOS, F. M.
Administração de projetos: GONÇALVES, P. B.; MARQUES, C. A. G; BASTOS, F. M. FERRARO, F. C.; LOUREIRO, A. C. F.
Supervisão: GONÇALVES, P. B.; MARQUES, C. A. G; BASTOS, F. M.
Validação: GONÇALVES, P. B.; MARQUES, C. A. G; BASTOS, F. M.
Visualização: GONÇALVES, P. B.; MARQUES, C. A. G; BASTOS, F. M. FERRARO, F. C.; LOUREIRO, A. C. F.
Redação–rascunho original: GONÇALVES, P. B.; MARQUES, C. A. G; BASTOS, F. M. FERRARO, F. C.; LOUREIRO, A. C. F.
Redação–revisão e edição: GONÇALVES, P. B.; MARQUES, C. A. G; BASTOS, F. M. FERRARO, F. C.; LOUREIRO, A. C. F.

Referências

ALEMNEH, Daniel et al. Guidance documents for lifecycle management of ETDs. Atlanta: Educopia Institute, 2014. Disponível em: https://educopia.org/wp-content/uploads/2018/07/Guidance_Documents_for_Lifecycle_Management_of_ETDs_0.pdf. Acesso em: 12 mar. 2021.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT NBR 14721: sistemas espaciais de transferência de dados e de informação: sistema aberto de arquivamento de informação (SAAI) : modelo de referência. Rio de Janeiro: ABNT, 2021.

BAUCOM, Erin. Planning and implementing a sustainable digital preservation program. Library Technology Reports, Chicago, v. 55, n. 6, ago./set. 2019. Disponível em: https://journals.ala.org/index.php/ltr/issue/view/732. Acesso em: 18 mar. 2021.

BECKER, Christoph et al. Long-term preservation of electronic theses and dissertations: a case study in preservation planning. In: PROCEEDINGS OF THE 9. RUSSIAN CONFERENCE ON DIGITAL LIBRARIES RCDL, 2007. Pereslavl, Rússia, 2007. Disponível em: http://www.rcdl2007.pereslavl.ru/papers/paper_22_v2.pdf. Acesso em: 12 mar. 2021.

BOTELHO, Rafael Guimarães; OLIVEIRA, Cristina da Cruz de. Literaturas branca e cinzenta: uma revisão conceitual. Ciência da Informação, Brasília, v. 44, n. 3, p. 501-513, set./dez. 2015. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1804. Acesso em: 21 ago. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento Pessoal de Nível Superior. Portaria nº 013, de 15 de fevereiro de 2006. Institui a divulgação digital das teses e dissertações produzidas pelos programas de doutorado e mestrado reconhecidos. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/centrais-de-conteudo/portaria-013-2006-pdf/view. Acesso em: 15 ago. 2020.

CAMPELLO, Bernadete Santos. Teses e Dissertações. In: CAMPELLO, Bernadete Santos; CEDON, Beatriz Valadarez; KREMER, Jeannette Marguerite (org.). Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2000. p. 121-128.

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (Brasil). Glossário: documentos arquivísticos digitais. 6 ed. Rio de Janeiro: Conarq, 2020. 37 p. Disponível em: https://www.gov.br/conarq/pt-br/assuntos/camaras-tecnicas-setoriais-inativas/camara-tecnica-de-documentos-eletronicos-ctde/glosctde_2020_08_07.pdf. Acesso em: 10 set. 2020.

DURANTI, Luciana. The long-term preservation of the digital heritage: the case of universities institutional repositories. JLIS.it, v. 1, n. 1, p. 157-168, mar. 2010.Disponível em: https://doi.org/10.4403/jlis.it-12. Acesso em: 19 mar. 2021.

FERREIRA, Miguel. Introdução à preservação digital: conceitos, estratégias e actuais consensos. Guimarães, Portugal: Escola de Engenharia da Universidade do Minho, 2006. 88 p. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/5820/1/livro.pdf. Acesso em: 28 maio 2020.

FORMENTON, Danilo. Identificação de padrões de metadados para preservação digital. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência, Tecnologia e Sociedade) - Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2015. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/7221/DissDF.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 26 ago. 2020.

GILL, Tony. Metadata and the web. Revisado por Murtha Baca, com a assistência de Joan Cobb, Nathaniel Deines e Moon Kim. In: BACA, Murtha (ed.). Introduction to metadata. 3rd ed. Los Angeles: Getty Publications, 2016. Disponível em: http://www.getty.edu/publications/intrometadata/metadata-and-the-web/. Acesso em: 17 nov. 2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Rede Brasileira de Serviços de Preservação Digital - Cariniana: institucional. 2019b. Disponível em: https://cariniana.ibict.br/index.php/institucional/ibict. Acesso em: 11 mar. 2021.

KURAMOTO, Hélio. Biblioteca digital brasileira: integrando a ICT brasileira. In: MARCONDES, Carlos H.; KURAMOTO, Hélio; TOUTAIN, Lídia Brandão (org.). Biblioteca digital: saberes e práticas. Brasília: IBICT; Salvador: UFBA, 2005. p. 293-309. Disponível em: https://livroaberto.ibict.br/bitstream/1/1013/1/Bibliotecas%20Digitais.pdf. Acesso em: 5 set. 2020.

LOCKSS. Stanford University: Califórnia, [2020]. Disponível em: https://www.lockss.org/. Acesso em: 06 set. 2020.

LUZ, Charlley. Ontologia digital arquivística. In: MÁRDERO ARELLANO, Miguel Ángel; ARAÚJO, Luiza Martins de Santana (org.). Tendências para a gestão e preservação da informação digital. Brasília: IBICT, 2017. p. 77-97. Disponível em: http:/livroaberto.ibict.br/handle/123456789/1069. Acesso em: 11 mar. 2021.

MÁRDERO ARELLANO, Miguel Ángel. Critérios para a preservação digital da informação científica. 2008. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Universidade de Brasília, Brasília, 2008. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/1518. Acesso em: 04 fev. 2021.

METAARCHIVES. About Us, 2020. Disponível em: https://metaarchive.org/about/. Acesso em: 25 ago. 2020.

NDLTD. Networked Digital Library of Theses and Dissertations. Mission, goals, and history. 2020. Disponível em: http://www.ndltd.org/about. Acesso em: 7 ago. 2020.

PAVANI, Ana Maria Beltran. DDP, LOCKSS, PUC-RJ & The MetaArchive Coop. In: ASAMBLEA GENERAL DE ISTEC, 20., 2014, Puebla, México, 2014. Disponível em: http://sedici.unlp.edu.ar/handle/10915/34912. Acesso em: 12 mar. 2021.

PREMIS data dictionary for preservation metadata. version 3.0. Washington, DC: PREMIS Editorial Committee. 2015. Disponível em: https://www.loc.gov/standards/premis/v3/premis-3-0-final.pdf. Acesso em: 11 mar. 2021.

SOUZA, Arthur Heleno Lima Rodrigues de et al. O modelo de referência OAIS e a preservação digital distribuída. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 41, n. 1, p. 65-73, jan./abr. 2012. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1352. Acesso em: 02 mar. 2021.

THIBODEAU, Kenneth. Overview of technological approaches to digital preservation and challenges in coming years. In: THE STATE OF DIGITAL PRESERVATION: AN INTERNATIONAL PERSPECTIVE. Conference Proceedings [...]. 2002. Washington, DC. Disponível em: https://chnm.gmu.edu/digitalhistory/links/pdf/preserving/8_37e.pdf. Acesso em: 14 out. 2020.

VAZ, Maria Salete Marcon Gomes et al. Um padrão de indexação e recuperação de objetos multimídia. Educação & Tecnologia, [S.l.], v. 14, n. 3, mar. 2009. Disponível em: https://periodicos.cefetmg.br/index.php/revista-et/article/view/233. Acesso em: 12 mar. 2021.

Publicado

2022-07-12

Como Citar

GONÇALVES, P. B.; MARQUES, C. de A. G. .; BASTOS, F. M. .; FERRARO, F. C.; LOUREIRO, A. C. F. . Preservação digital distribuída para teses e dissertações: uma proposta para as bibliotecas universitárias da Unesp e UFRN. Revista Brasileira de Preservação Digital, Campinas, SP, v. 3, n. 00, p. e022006, 2022. DOI: 10.20396/rebpred.v3i00.16580. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rebpred/article/view/16580. Acesso em: 6 dez. 2022.