Preservação de documentos audiovisuais

avaliação da aplicabilidade do Archivematica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rebpred.v1i00.14235

Palavras-chave:

Audiovisual, Preservação digital, Repositórios, Metadados

Resumo

O entendimento teórico sobre o que os repositórios digitais se propõem a preservar vem do aprendizado prático de uso e interpretação das ações geradas por esses softwares cada vez mais indispensáveis. A preservação de documentos audiovisuais e suas especificidades, sobretudo a variedade de formatos físicos, formatos digitais de contêineres e codecs, assim como seu alto volume de dados faz com que esse gênero documental mereça uma atenção diferenciada no seu tratamento arquivístico de preservação. O trabalho aqui proposto utilizou como ferramenta de preservação a ser testada o repositório Archivematica na versão 1.9.1, no contexto do seu uso prático para tratamento de documentos audiovisuais que compõem o acervo da VideoSaúde – Distribuidora (VSD) da Fiocruz. Os resultados obtidos foram descritos e avaliados quanto a sua capacidade de criação de pacotes de informação de submissão (SIP), geração de pacotes de informação de arquivamento (AIP) e interpretação de metadados METS dos AIP. Nesse sentido, concluiu-se que a estrutura dos SIP elaborados para teste no software atendeu aos parâmetros de processamento para geração de AIP completos e robustos. Entretanto, destaca-se que testes com outros formatos e abordando outras especificidades de vídeo devem ser pesquisados para complementação da análise sobre o uso da ferramenta frente à preservação digital de documentos audiovisuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Guilherme Nogueira Machado, Fundação Oswaldo Cruz

Mestrando em Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde pela Fundação Oswaldo Cruz. Tecnologista em saúde pública pela Fundação Oswaldo Cruz.

Miguel Angel Mardero Arellano, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília. Tecnólogo senior do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia.

Cleomar Huche Lopes, Fundação Oswaldo Cruz

Pós-gradução em Análise e Projeto de Sistemas pela Universidade Gama Filho. Coordenador de Engenharia na Coopas da Fundação Oswaldo Cruz. 

Referências

ARQUIVO NACIONAL. CÃMARA DOS DEPUTADOS. A preservação de documentos arquivísticos digitais: diretrizes para organizações. INTERPARES 2 PROJECT: Diretrizes do preservador. Disponível em: http://www.interpares.org/display_file.cfm?doc=ip2_preserver_guidelines_booklet--portuguese.pdf. Acesso em: 09 ago. 2019.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT) ABNT NBR 6023: Informação e documentação - Referências - Elaboração: 2.ed. Rio de Janeiro: ABNT, 2018. 74 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). ABNT NBR 15472: 2007. Sistemas espaciais de dados e informações – Modelo de referência para um sistema aberto de arquivamento de informação (SAAI), 2007.

CAVALCANTE, Lídia Eugenia. Patrimônio digital e informação: política, cultura e diversidade. Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, n.23, 1º sem. 2007. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/22732/1/2007_art_lecavalcante.pdf. Acesso em: 22. jul 2019.

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (CONARQ) Política de preservação digital, 2019. Disponível em: http://arquivonacional.gov.br/images/COGED/Politica_presercacao_digital.pdf. Acesso em: 28 ago. 2019.

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (CONARQ). Resolução nº 43, de 04 de setembro de 2015. Diretrizes para a implementação de repositórios arquivísticos digitais confiáveis–RDC-Arq/, 2015. Disponível em : https://www.gov.br/conarq/pt-br/centrais-de-conteudo/publicacoes/conarq_diretrizes_rdc_arq_resolucao_43.pdf/view. Acesso em: 30 ago. 2019.

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (CONARQ). Resolução nº 37, de 19 de dezembro de 2009. Diretrizes para a Presunção de Autenticidade de Documentos Arquivísticos Digitais. Disponível em: http://conarq.gov.br/images/publicacoes_textos/conarq_presuncao_autenticidade_completa.pdf. Acesso em: 30 ago. 2019.

CONSULTIVE COMMITTEE FOR SPACE DATA SYSTEMS (CCSDS). Reference Model for an Open Archival Information System (OAIS): recommended practice, issue 2, 2012. Version CCSDS 650.0-M-2. Disponível em: https://public.ccsds.org/pubs/650x0m2.pdf. Acesso em: 27 ago. 2019.

EDMONDSON, Ray. Arquivística audiovisual: filosofia e princípios. Brasília: UNESCO, 2017.100 p.

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ (FIOCRUZ). Política de Acesso Aberto ao Conhecimento da Fiocruz. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2014. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/sites/portal.fiocruz.br/files/documentos/portaria_-_politica_de_acesso_aberto_ao_conhecimento_na_fiocruz.pdf. Acesso em: 27 ago. 2019.

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ (FIOCRUZ). Política de preservação dos acervos científicos e culturais da Fiocruz. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2018. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/documento/politica-de-preservacao-dos-acervos-cientificos-e-culturais-da-fiocruz-0. Acesso em: 27 ago. 2019.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION (ISO). ISO 14721: 2012: space data and information transfer systems – Open Archival Information System (OAIS) – Reference model, 2012.

LIBRARY OF CONGRESS. METS: an overview & tutorial. Sept. 2011. Disponível em: http://www.loc.gov/standards/mets/METSOverview.v2.html. Acesso em: 13 set. 2019.

LIBRARY OF CONGRESS. PREMIS: Preservation Metadata Maintenance Activity. 2015. Disponível em: http://www.loc.gov/standards/premis/. Acesso em: 17 set. 2019.

MÁRDERO ARELLANO, Miguel Ángel. Critérios para a preservação digital da informação científica. 354 p. Tese (Doutorado em Ciência da Informação). Universidade Federal de Brasília, Departamento de Ciência da Informação, 2008. Disponível em: http://bdtd.bce.unb.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=4547. Acesso em: 18 set. 2019.

SANTOS, Henrique Machado; FLORES, Daniel. Preservação de documentos arquivísticos digitais: reflexões sobre as estratégias de migração. Prisma.com. n. 37, p. 42-54, 2018. Disponível em: https://pentaho.letras.up.pt/index.php/prismacom/article/viewFile/4707/4395. Acesso em: 15 jul. 2019.

SARAMAGO, Maria de Lurdes. Metadados para a preservação digital e aplicação do Modelo OAIS. Anais... In: CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECARIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS, 8. 2004, Estoril. Disponível em: https://www.bad.pt/publicacoes/index.php/congressosbad/article/view/640.

Acesso em: 01 out. 2019.

SAYÃO, Luís Fernando. Uma outra face dos metadados: informações para a gestão da preservação digital. Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, v. 15, n. 30, p.1-31, 2010. Disponível em: https://www.icict.fiocruz.br/sites/www.icict.fiocruz.br/files/Uma%20outra%20face%20dos%20metadados.pdf.

SILVA, R. R. G. da; et. Al A iniciativa Legatum e a preservação digital de arquivos audiovisuais públicos. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 14, n. 3, p. 515 - 540, set. 2016. Disponível em:

https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8646279. Acesso em: 22 jul. 2019.

VÍDEOSAÚDE Distribuidora da Fiocruz (VSD). Ferramentas testadas para criação dos SIP. Rio de Janeiro: Videosaúde - Distribuidora da Fiocruz, 2020.

Downloads

Publicado

2021-11-14

Como Citar

MACHADO, J. G. N.; MARDERO ARELLANO, M. A.; LOPES, C. H. Preservação de documentos audiovisuais: avaliação da aplicabilidade do Archivematica. Revista Brasileira de Preservação Digital, Campinas, SP, v. 1, n. 00, p. e020004, 2021. DOI: 10.20396/rebpred.v1i00.14235. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rebpred/article/view/14235. Acesso em: 21 maio. 2022.

Edição

Seção

Ensaio: Tecnologias de Preservação Digital

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)