Banner Portal
Agroecologia na educação profissional agrícola no Brasil, Colômbia e Cuba
PDF

Palavras-chave

Epistemologia
Educação Profissional e Tecnológica Agrícola
Agroecologia
Educação Comparada
Estudo comparativo

Como Citar

APPIO, C. R.; LAMAR, A. R. Agroecologia na educação profissional agrícola no Brasil, Colômbia e Cuba: algumas considerações epistemológicas educacionais. RBEC: Revista Brasileira de Educação Comparada, Campinas, SP, v. 5, n. 00, p. e023001, 2023. DOI: 10.20396/rbec.v5i00.17549. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rbec/article/view/17549. Acesso em: 5 mar. 2024.

Resumo

A presente pesquisa aborda concepções e epistemologias educacionais agroecológicas na Educação Profissional e Tecnológica no Brasil, Colômbia e Cuba a partir do estudo comparativo. Realizamos uma pesquisa bibliográfica e documental e a analisamos de forma qualitativa. Pesquisamos em teses e dissertações que embasam a epistemologia da Agroecologia na Educação Profissional e Tecnológica, voltada para o ensino agrícola e pedagogias específicas à proposta agroecológica. Concluímos que o diálogo de saberes contribui para a construção do conhecimento agroecológico. A base teórica é semelhante, porém, a falta de articulação quanto à implementação de políticas agroecológicas é um grande entrave para o desenvolvimento rural sustentável.
https://doi.org/10.20396/rbec.v5i00.17549
PDF

Referências

ABA. Associação Brasileira de Agroecologia. Acesso em: 24 jan. 2022. https://aba-agroecologia.org.br/sobre-a-aba-agroecologia/sobre-a-aba/

Altieri, M. (2012). Agroecologia: bases científicas para uma agricultura sustentável. Expressão Popular.

ANA. Articulação Nacional de Agroecologia. Acesso em: 24 jan. 2022. https://agroecologia.org.br/o-que-e-a-ana/

Aquino, A. M. (2002). Agricultura Urbana em Cuba: análise de alguns aspectos técnicos. Embrapa Agrobiologia.

Bereday, G. Z. F. (1972). Método comparado em educação. Editora Nacional & Editora da USP.

Caporal, F. R., & Costabeber, J. A. (2002). Agroecologia: enfoque científico e estratégico. Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável, 3(2), 13–16.

Caporal, F. R., & Costabeber, J. A. (2004). Agroecologia e extensão rural. Contribuições para a Promoção do Desenvolvimento Rural Sustentável. MDA/SAF/DATER-IICA.

Caporal, F. R., Costabeber J. A., & Paulus, G. (2011). Agroecologia: matriz disciplinar ou novo paradigma para o desenvolvimento rural sustentável. In F. R. Caporal, & E. O. Azevedo (Orgs.), Princípios e perspectivas da agroecologia (pp. 45–80). IF Paraná – Ensino à Distância. Disponível em: https://wp.ufpel.edu.br/consagro/files/2012/03/CAPORAL-Francisco-Roberto-AZEVEDO-Edisio-Oliveira-de-Princípios-e-Perspectivas-da-Agroecologia.pdf

Ciavatta, M. (2009). Estudos comparados: sua epistemologia e sua historicidade. Trabalho, Educação e Saúde, 7, 129–151. http://doi.org/10.1590/s1981-77462009000400007

FAO – Food and Agriculture Organization (2017, 04 dezembro). La agroecologia toma fuerza com America Latina y el Caribe. https://www.fao.org/argentina/noticias/detail-events/es/c/1070991/

FAO (2021), Agroecologia: Transicion hacia sistemas alimentarios sostenibles (Unidad 1) [Curso de autoaprendizaje]. FAO. Disponível em: https://www.fao.org/family-farming/detail/es/c/1418836/

Ferreira, A. G. (2008). O sentido da Educação Comparada: Uma compreensão sobre a construção de uma identidade. Educação, 31(2), 124–138. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/2764

Funes, F. (2007). Agroecologia, agricultura orgânica y sostenibilidad. ACTAF.

Gliessman, S. R. (2002). Agroecología: Procesos Ecológicos en Agricultura Sostenible. CATIE.

Kazamias, A.M. (2012). Homens esquecidos, temas esquecidos: os temas históricos-filosófico-culturais e liberais humanistas em educação comparada. In R. Cowen, A. M. Kazamias & E. Ulterhalter (Eds.), Educação Comparada: Panorama Internacional e Perspectiva (pp. 55–79). UNESCO & CAPES. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000217707

Lamar, A. R., & Roach, E. F. F. (2019). Los desafios epistemológicos de la educación científica para el desarrollo de la agricultura en Cuba. Ciência & Educação (Bauru), 25(4), 855–872. https://doi.org/10.1590/1516-731320190040002

Luzzi, N. (2007). O debate agroecológico no Brasil [Tese de Doutorado, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro]. TEDE. https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/693

Martínez, R. (2008). Manejo sostenible de la subcuenca ranchuelo en la cuenca hidrográfica sagua la gra [Dissertação de Mestrado, Universidad Central "Marta Abreu" de las Villas]. DSpace. https://dspace.uclv.edu.cu/handle/123456789/2214

Montalda, R., Sarandón, S., Gazzano, I., Jacobi, J., & Rist, S. (2021). Marco Conceptual y Contexto de la Agroecología. In FAO (2021), Agroecologia: Transicion hacia sistemas alimentarios sostenibles (Unidad 1) [Curso de autoaprendizaje]. FAO.

Roach, E. F., & Lamar, A. R. (2019). Educação científica e realidade agropecuária em Cuba: algumas ideias sobre sua mudança epistemológica. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 14(3), 928–941. https://doi.org/10.21723/riaee.v14i3.11530

Sabourin, E., Patrouilleau, M. M., Le Coq, J. F., Vazquez, L., & Niederle, P. (Orgs.) (2017). Políticas públicas a favor de la agroecología em América Latina y El Caribe. Evangraf/Criação Humana & Red PP-AL – FAO.

Salómon, S. (2004). Importancia de la educación ambiental en la introducción de los fertilizantes orgánicos para una agricultura sustentable en Cuba. [Apresentação]. XIV Congreso del Instituto Nacional de Ciências Agrícolas, Cuba.

Schmitt, C., Niederle, P., Ávila, M., Sabourin, E., Petersen, P., Silveira, L., Assis, W., Palm, J., & Fernandes, G. B. (2017). La experiencia brasileña de construcción de políticas públicas em favor de la Agroecologia. In E. Sabourin, M. M. Patrouilleau, J. F. Le Coq, L. Vazquez, & P. Niederle (Orgs.). Políticas públicas a favor de la agroecología em América Latina y El Caribe (pp. 73–122). Evangraf/Criação Humana & Red PP-AL – FAO.

Schriewer, J. (2018). Pesquisa em educação comparada sob condições de interconectividade global (G. Korndörfer & L. M. Sande, Trad.). Oikos.

Seijo, I. R. (2012). La preparación del docente de la especialidade agropecuária para dirigir el desarollo de las habilidades profesionales básicas de los técnicos de nivel medio en agronomía desde una concepción agroecológica y sostenible [Tese de Doutorado, Universidad de Ciencias Pedagógicas “Félix Varela”]. DSpace. https://dspace.uclv.edu.cu/handle/123456789/8183

Sevilla Guzmán, E. (2008). Agroecología y agricultura ecológica: hacia una “re” construcción de la soberanía alimentaria. Agroecología, 1, 7–18. Recuperado de https://revistas.um.es/agroecologia/article/view/13

Silva, E. M. da. (2017). Trajetória histórica e memória da educação profissional em agropecuária no Brasil/Bahia: aproximações e diferenças com Cuba [Tese de Doutorado, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus Vitória da Conquista]. PPGMLS. http://www2.uesb.br/ppg/ppgmls/wp-content/uploads/2017/06/Tese-Estácio-Moreira-Da-Silva.pdf

Val, V. (2012). Sembrando alternativas; cosechando esperanzas. (Re)campesini-zación agroecológica en las lomas del Escambray, Provincia de Villa Clara, Cuba. [Dissetacao de Mestrado, Centro de Investigaciones y Estudios Superiores en Antropología Social]. Repositório CIESAS. http://repositorio.ciesas.edu.mx//handle/123456789/176

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Célia Regina Appio, Adolfo Ramos Lamar

Downloads

Não há dados estatísticos.