De peito aberto. Trânsitos entre o rural e o urbano, a academia e o “mundo lá fora”, o campo e a escrita, o texto e a imagem. Entrevista com Antonio Arantes

Autores

  • Daniela Feriani Universidade Estadual de Campinas
  • Guilherme Antunes Universidade Estadual de Campinas
  • Juliana Carneiro Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/proa.v7i2.16807

Resumo

A presente entrevista dá continuidade à série Fundadores, dedicada a celebrar a história do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp a partir dos seus primeiros professores – Verena Stolcke (à época Verena Martinez-Alier), Antônio Augusto Arantes e Peter Fry, e das circunstâncias que remontam ao seu feliz encontro, há 46 anos. Realizadas em Campinas, de 3 a 6 de novembro de 2013, por alguns estudantes do Programa, as entrevistas estão vinculadas à 3ª edição das Jornadas de Antropologia John Monteiro e figuram como um importante documento da antropologia no Brasil, abordada/pensada sob o ponto de vista de seus protagonistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Feriani, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Guilherme Antunes, Universidade Estadual de Campinas

Doutorando em Antropologia Social pela Unicamp.

Juliana Carneiro, Universidade Estadual de Campinas

Mestra em Antropologia Social pela Unicamp

Referências

Não há.

Downloads

Publicado

2022-09-21

Como Citar

FERIANI, D.; ANTUNES, G.; CARNEIRO, . J. De peito aberto. Trânsitos entre o rural e o urbano, a academia e o “mundo lá fora”, o campo e a escrita, o texto e a imagem. Entrevista com Antonio Arantes . Proa: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, SP, v. 7, n. 2, p. 238–261, 2022. DOI: 10.20396/proa.v7i2.16807. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/proa/article/view/16807. Acesso em: 9 fev. 2023.

Edição

Seção

Entrevista