De cidades e sociedades

estética, contextos e as tendências na representação urbana e da periferia em videoclipes da América Latina

Autores

  • Victória Costa Universidade Federal do Pará
  • Enderson Oliveira Faculdade Estácio FAP

DOI:

https://doi.org/10.20396/proa.v7i2.16804

Palavras-chave:

Cidades, Periferia, Videoclipes, Audiovisual, América latina

Resumo

Neste ensaio analisamos e discutimos a relação entre a experiência dos indivíduos e ruas, bairros e cidades, especialmente de áreas consideradas de periferia, que são apresentadas/ representadas em videoclipes de intérpretes e grupos latinos a partir dos anos 2000. Por meio da observação e análise de tais obras – e de outras que aqui são apenas citadas – propomos a divisão em cinco categorias: “Pertencimento”; “Cenários”; “Espaço como produto”; “Luta e denúncia” e “Simbiose”, entre pertencimento e cenários. Tais aspectos comunicariam uma possível tendência em videoclipes e os diálogos entre cidades e sociedades na produção audiovisual contemporânea na América Latina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Victória Costa, Universidade Federal do Pará

Mestranda em Antropologia pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGA – UFPa), bolsista da CAPES. Graduada em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, pela Universidade da Amazônia (UNAMA/ Pará), e Bacharel em Cinema e Audiovisual, pela Universidade Federal do Pará (UFPa).

Enderson Oliveira, Faculdade Estácio FAP

Graduado em Comunicação Social e mestre em Ciências Sociais (Antropologia). Professor na Faculdade Estácio FAP; Faculdade Paraense de Ensino (FAPEN) e na Faculdade Pan Amazônica (FAPAN).

Referências

BAXANDALL, Michael. “O retrato visual intencional: o retrato de Kahnweiler, de Picasso”. In: Padrões de intenção: a explicação histórica dos quadros. São Paulo: Companhia das letras, 2006.

BENJAMIN, Walter. A Obra de Arte na Era de sua Reprodutibilidade Técnica. In: Magia e Técnica, Arte e Política. Ensaios Sobre Literatura e História da Cultura. Obras Escolhidas. Vol. 1. São Paulo, Brasiliense, 1994.

BENJAMIN, Walter. Passagens. Belo Horizonte: UFMG; São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2006.

BEYHAUT, Gustavo. Dimensão cultural da integração na América Latina. In: Estudos Avançados, São Paulo. Vol.8, n°.20. Jan./Abr. 1994. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/ea/v8n20/v8n20a19.pdf>. Acesso em 10 de abril de 2017.

BRYAN, Guilherme. A linguagem do videoclipe – Entrevista a Marcus Tadeu, jul. 2009. Disponível em: <http://revistapontocom.org.br/edicoes-anteriores-entrevistas/a-linguagem-do-videoclipe>. Acesso em 25 de junho de 2016.

CANDÉ, R. de. História Universal da Música. Vol.I, 2ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

CARVALHO, Nuno. Por que é o vídeo tão importante para o Turismo? Portal Publituris, Portugal. 2017. Disponível em <http://www.publituris.pt/2017/04/07/video-tao-importante-turismo/>. Acesso em 12 de abril de 2017

CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário de folclore brasileiro. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1972.

DAMATTA, Roberto. A Casa & a Rua: Espaço, Cidadania, Mulher E Morte No Brasil. 5a edição. Rio de Janeiro – 1997.

FONSECA, Maria Augusta. Tradição e invenção em Macunaíma, de Mário de Andrade. In: CHIAPPINI, Ligia e BRESCIANI, Maria Stella (orgs.). Literatura e Cultura no Brasil. São Paulo: Cortez Editora, 2002.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

GEERTZ, Clifford. O Saber local. 10ª edição. Petrópolis: Vozes, 2008.

KOHAN, Martín. Zona Urbana. Ensayo de lectura sobre Walter Benjamin. Madrid: Editorial Trotta, 2007.

PRYSTHON, Angela. Do Terceiro Cinema ao cinema periférico: Estéticas contemporâneas e cultura mundial. Periferia - Volume 1. Número 1, 2009.

RIBEIRO, Ana Margarida da Costa. A Narrativa audiovisual: o cinema e o filme publicitário. Mestrado em Ciências da Comunicação. Universidade do Minho, Portugal, 2008. Disponível em <https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/9476/1/Tese%20Final.pdf>. Acesso em 08 de maio de 2016.

ROUANET, Sérgio Paulo. As razões do iluminismo. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

RUFFINELLI, J. Notas para un viaje imaginario. Cinemais, Rio de Janeiro, n. 9, p. 41-84, jan./ fev. 1998.

SHOHAT, Ella; STAM, Robert. Crítica da Imagem Eurocêntrica. São Paulo. Cosac Naifi, 2006.

SPIVAK, G. Quem reivindica a alteridade?. In: HOLANDA, H. B. (org.) Tendências e impasses: o feminismo como crítica da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

PAES LOUREIRO, João de Jesus Paes. Cultura amazônica: uma poética do imaginário. São Paulo: Escrituras, 2001.

PARANHOS, Adalberto. A música popular e a dança dos sentidos: distintas faces do mesmo. In: Revista ArtCultura. Uberlândia-MG, n.º 9, jul.-dez. de 2004. Disponível em <http://www.artcultura.inhis.ufu.br/PDF%209/ArtCultura%209_adalberto.pdf> . Acesso em 12 de março de 2016.

SILVA, Edilson Mateus Costa da. “Foi assim”: múltiplas narrativas do audiovisual e a cultura amazônica. In: Revista História, imagem e narrativas, nº 7, ano 3. Setembro/outubro, 2008. Disponível em <http://docplayer.com.br/244402-Foi-assim-multiplas-narrativas-do-audiovisual-e-a-cultura-amazonica.html>. Acesso em 21 de março de 2012.

SILVA, Fabiana Maranhão Lourenço da. Tendências do Cinema Latino-Americano Contemporâneo. Revista Iniciacom, São Paulo. Vol. 1, N°2, 2006. Disponivel em <http://portcom.intercom.org.br/revistas/index.php/iniciacom/article/view/377/369>. Acesso em 05 de abril de 2017.

Downloads

Publicado

2022-09-21

Como Citar

COSTA, V.; OLIVEIRA, E. De cidades e sociedades: estética, contextos e as tendências na representação urbana e da periferia em videoclipes da América Latina. Proa: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, SP, v. 7, n. 2, p. 177–203, 2022. DOI: 10.20396/proa.v7i2.16804. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/proa/article/view/16804. Acesso em: 9 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos