Práticas musicais e mídia – (in)visibilidades contemporâneas e distinção social no Instituto Anelo (Campinas-SP)
Na imagem, a margem esquerda contém informações bibliográficas da revista, enquanto no centro superior encontra-se o logotipo. Abaixo do logotipo, há um desenho rabiscado com quatro pessoas parcialmente sobrepostas, cada uma com poses diferentes das mãos: duas com as mãos próximas ao peito, uma cobrindo os ouvidos mais ao fundo e outra puxando a cabeça para a direita.
PDF

Palavras-chave

Educação
Mídia
Práticas musicais

Como Citar

CORDOVIO, Fernando. Práticas musicais e mídia – (in)visibilidades contemporâneas e distinção social no Instituto Anelo (Campinas-SP). Proa: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, SP, v. 13, p. e023004, 2023. DOI: 10.20396/proa.v13i00.16599. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/proa/article/view/16599. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

Na pesquisa “Distinção social em práticas musicais - educação, mídia e política (CORDOVIO, 2019), procurei compreender a construção dos valores expressos por jovens componentes de uma instituição dedicada ao ensino de música ligada ao gênero instrumental, principal referência para suas práticas. Foram considerados os processos de socialização nas variadas instâncias educativas produtoras de bens simbólicos ao longo de suas trajetórias de vida. O foco, ora apresentado, articula os vieses atribuídos às experiências midiáticas tecidas no percurso institucional, aos efeitos delas depreendidos. Os resultados indicam incremento de capitais diversos pelos jovens (culturais, sociais, econômicos), bem como à possibilidade de sua sujeição a violências simbólicas subjacentes àquelas vivências.

https://doi.org/10.20396/proa.v13i00.16599
PDF

Referências

ADORNO, Sérgio. O social e a sociologia em uma era de incertezas. Actas das sessões plenárias do III Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. Lisboa: Instituto de Ciências Sociais, Universidade de Lisboa, 1996, pp.107-118.

ARAÚJO, Samuel. Prefácio – O campo da Etnomusicologia brasileira: formação, diálogos e comprometimento político. In: LÜHNING, Angela; TUGNY, Rosângela Pereira de (orgs.). Etnomusicologia no Brasil. Salvador: EDUFBA, 2016.

AUBERT, Nicole; HAROCHE, Claudine. Ser visível para existir: a injunção da visibilidade. In: AUBERT, Nicole; HAROCHE, Claudine (orgs.). Tiranias da visibilidade: o visível e o invisível nas sociedades contemporâneas. São Paulo: Fap-Unifesp, 2013.

BAND Cidade. Instituto Anelo no Jornal da Band 18/02/2014. Youtube. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=YA_EG9-H4yo. Acesso em 18 de julho de 2017.

BARBOSA, Frederico. Os jovens brasileiros e as suas práticas culturais: entre universalismo e singularidades. In: SILVA, Enid Rocha Andrade da; BOTELHO, Rosana Ulhôa (orgs.). Dimensões da experiência juvenil brasileira e novos desafios às políticas públicas. Brasília: Ipea, 2016.

BARUS-MICHEL, Jaqueline. Uma sociedade nas telas. In: AUBERT, Nicole; HAROCHE, Claudine (orgs.). Tiranias da visibilidade: o visível e o invisível nas sociedades contemporâneas. São Paulo: Fap Unifesp, 2013.

BIRMAN, Joel. Sou visto, logo existo: a visibilidade em questão. In: AUBERT, Nicole; HAROCHE, Claudine (orgs.). Tiranias da visibilidade: o visível e o invisível nas sociedades contemporâneas. São Paulo: Fap Unifesp, 2013.

BOURDIEU, Pierre. Escritos de educação. 12 edição. Petrópolis: Vozes. 2011.

BOURDIEU, Pierre. Gostos de classe e estilos de vida. In: ORTIZ, Renato (org). Pierre Bourdieu: sociologia. São Paulo: Ática. Coleção Grandes Cientistas Sociais, vol. 39, 1983.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução: elementos para uma teoria dos sistemas de ensino. Petrópolis: Vozes, 2013.

BRENNER, Ana Karina; DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo. Culturas do lazer e do tempo livre. In: ABRAMO, Helena Wendel; BRANCO, Pedro Paulo Martoni (orgs.). Retratos da juventude brasileira: análises de uma pesquisa nacional. SP: Ed. Perseu Abramo, 2005.

CORDOVIO, Fernando Costa. Distinção social em práticas musicais: educação, mídia e política. 293 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2019.

CORDOVIO, Fernando Costa. Música, educação e sociedade: uma história de jovens instrumentistas em Campinas (SP). 242 f. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2013.

CORREIO POPULAR. Música revela talentos no Florence 1. Correio Popular – Projeto Cidadão. Campinas. 2007.

DUTRA, Manuel. A construção da manchete: o verbo e a função efetiva na notícia. Manuel Dutra Jornalismo Ciência Ambiente. Disponível em: http://blogmanueldutra.blogspot.com.br/2015/10/a-construcao-da-manchete-o-verbo- e_12.html. Acesso: 9 fev. 2018.

FEAC. FEAC - Quem somos. Fundação FEAC. Disponível em: http://gife.org.br/associados/fundacao-feac/. Acesso: 9 jun. 2017.

GUAZINA, Laize. Práticas musicais em organizações não governamentais: uma etnografia sobre a (Re) Invenção da Vida. 344 f. Tese (Doutorado em Música), Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.

HIKIJI, Rose Satiko. A música e o risco: etnografia da performance de crianças e jovens. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006.

INSTITUTO ANELO. Anelo – Música que transforma. Vimeo. Disponível em https://vimeo.com/187186450. Acesso em 30 de dezembro de 2018.

INSTITUTO ANELO. Folder de apresentação. Instituto Anelo, Campinas, SP, 2017.

INSTITUTO ANELO. Instituto Anelo. Disponível em: http://www.anelo.org.br/NossaHistoria.php. Acesso: 30 jun. 2014.

KLEBER, Magali. A prática musical em ONGs: dois estudos de caso no contexto urbano brasileiro. 349 f. Tese (Doutorado em Música) - Universidade do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006.

LAHIRE, Bernard. A fabricação social dos indivíduos: quadros, modalidades, tempos e efeitos de socialização. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. especial, p. 1393-1404, 2015.

LAHIRE, Bernard. Indivíduo e mistura de gêneros: dissonâncias culturais e distinção de si. Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 50, n. 4, p. 795-825, 2007.

LAHIRE, Bernard. Patrimônios de disposições - Para uma sociologia em escala individual. In: VISSER, Ricardo; JUNQUEIRA, Lília. Dossiê Bernard Lahire. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2017.

LAHIRE, Bernard. Retratos sociológicos: disposições e variações individuais. Porto Alegre: Artmed, 2004.

MARIA, Julio. Escola de música recruta jovens contra o tráfico. O Estado de São Paulo. Caderno 2 – Música, p. C6. 1 de junho de 2014.

MARTINS, José de Souza. Sociologia da fotografia e da imagem. São Paulo: Contexto, 2016.

MEDEIROS, Delma. Trilha Sonora da vitória. CORREIO POPULAR – Caderno C, 26 de maio de 2014.

MEIHY, José Carlos Sebe Bom; HOLANDA, Fabíola. História oral: como fazer, como pensar. São Paulo: Contexto, 2007.

ROCHA, Eric. Em Campinas, Instituto Anelo usa a música para modificar vidas. Correio Popular – Caderno Cidades, Capa. Campinas – SP. Disponível em: http://correio.rac.com.br/_conteudo/2015/05/capa/campinas_e_rmc/258991-em-campinas-instituto-usa-a-musica-para-modificar-vidas.html. Acesso: 14 jul. 2017.

SAINT MARTIN, Monique de. Capital simbólico. In: CATANI, Afrânio Mendes; et al. (orgs). Vocabulário Bourdieu. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

SENNET, Richard. A corrosão do caráter: as consequências pessoais do trabalho no novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 2004.

SETTON, Maria da Graça Jacintho. Família, escola e mídia: um campo com novas configurações. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 28, n.1, p. 107-116, 2002.

SIQUEIRA, Marita. ONG perde sede e busca auxílio. Correio Popular, Caderno Cidades, p. A6. Campinas, 17 de fevereiro de 2014.

TÜRCKE, Christoph. Sociedade excitada: filosofia da sensação. Campinas: Editora da Unicamp, 2012.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Fernando Cordovio

Downloads

Não há dados estatísticos.