Arquitetura participativa como comunicação dialógica

desafios da prática extensionista dos EMAUs em meio a pandemia de COVID-19

Autores

  • Ana Maria da Silva Oliveira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Sara Vicentini de Oliveira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Samla Gonçalves Universidade Federal de Santa Catarina
  • Hellen Goudinho Sandrini Universidade Federal de Santa Catarina
  • Diego Dias Caramez Rodrigues Universidade Federal de Santa Catarina
  • Chiara Giambelli Universidade Federal de Santa Catarina
  • Isabella Savi de Figueiredo Universidade Federal de Santa Catarina
  • Clara Bragança Boschiglia Universidade Federal de Santa Catarina
  • Julia Anacleto Silva Universidade Federal de Santa Catarina
  • Lucas Sabino Dias Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.20396/ijoce.v2i00.13925

Palavras-chave:

Arquitetura participativa, Comunidade, Escritório modelo, Extensão universitária, Ponta do leal, COVID-19

Resumo

O presente relato visa abordar os desafios da metodologia participativa diante da pandemia de COVID-19, bem como as perspectivas futuras para a comunicação comunidade-universidade dentro da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O Ateliê Modelo de Arquitetura e Urbanismo (AMA) - Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo (EMAU) da UFSC - atua como uma ferramenta de acesso à moradia digna, através da arquitetura participativa como comunicação dialógica. A partir da experiência do projeto de extensão com a comunidade da Ponta do Leal, localizada no bairro Balneário Estreito em Florianópolis/SC, busca-se desenvolver atividades em conjunto aos moradores, adaptando a metodologia de acordo com o contexto inserido. Nesse sentido, a troca de saberes é fundamental para garantir a autonomia dos usuários. Para tanto, o relato aborda de maneira crítica o andamento do projeto participativo, apresentando os alcances e as barreiras encontrados nessa prática. Assim, por meio de uma análise objetiva, pretende-se colaborar para a práxis dialógica, a reflexão sobre a formação do Arquiteto e Urbanista e qual o seu papel social, contribuindo para o desenvolvimento de uma universidade socialmente comprometida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria da Silva Oliveira, Universidade Federal de Santa Catarina

Membro do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Sara Vicentini de Oliveira, Universidade Federal de Santa Catarina

Membro do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Samla Gonçalves, Universidade Federal de Santa Catarina

Membro do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Hellen Goudinho Sandrini, Universidade Federal de Santa Catarina

Membro do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Diego Dias Caramez Rodrigues, Universidade Federal de Santa Catarina

Membro do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Chiara Giambelli, Universidade Federal de Santa Catarina

Membro do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Isabella Savi de Figueiredo, Universidade Federal de Santa Catarina

Membro do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Clara Bragança Boschiglia, Universidade Federal de Santa Catarina

Membro do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Julia Anacleto Silva, Universidade Federal de Santa Catarina

Membro do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Lucas Sabino Dias, Universidade Federal de Santa Catarina

Membro do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Referências

AMA - Ateliê Modelo de Arquitetura. (2020). Ponta do Leal 2012. Disponível em: https://amaufsc.wordpress.com/projetos-atuais/ponta-do-leal/ Acesso em: 20 ago. 2020.

AMA - Ateliê Modelo de Arquitetura. (2020). Ponta do Leal 2018. Disponível em: https://amaufsc.wordpress.com/projetos/pontadoleal/ Acesso em: 20 de ago. 2020.

Barone, A. C. C., & Dobry, S. A. (2004). Arquitetura participativa na visão de Giancarlo de Carlo. Revista do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da FAUUSP, (15) 18-31. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/posfau/issue/view/3574/920 Acesso em: 20 ago. 2020.

BRASIL. Lei n. 11.888, de 24 de Dezembro de 2008. (2008). Assegura às famílias de baixa renda Assistência Técnica Pública e Gratuita para o projeto e a construção de habitação de interesse social e altera a Lei no 11.124, de 16 de junho de 2005. Diário Oficial da União. Brasília, 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11888.htm Acesso em: 27 ago. 2020.

BRASIL. Lei n. 10.257, de 10 de julho de 2001. (2001). Regulamenta os arts. 182 e 183 da Constituição Federal, estabelece diretrizes gerais da política urbana e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 2001. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LEIS_2001/L10257.htm Acesso em: 28 ago. 2020.

FENEA, Federação Nacional dos Estudantes de Arquitetura. (2006). POEMA- Projeto de Orientação a Escritórios Modelo de Arquitetura e Urbanismo. São Paulo, SP. 90p. Disponível em: http://www.fenea.org/poema Acesso em: 20 ago. 2020.

Freire, P. (1967). A dialogicidade - essência da educação como prática da liberdade. In: Freire P. Pedagogia do Oprimido (17ª ed., Cap. 3, p. 44-69) Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freire, P. (1985). Extensão ou Comunicação? 8ª. ed. São Paulo: Paz e Terra.

Maricato, E. (2009). As ideias fora do lugar e o lugar fora das ideias. Planejamento Urbano no Brasil. In: Arantes, Otília et al. A cidade do pensamento único. Desmanchando consensos. 5.ed. Petrópolis: Vozes.

NSC total. (2019). Apartamentos são entregues para moradores da Ponta do Leal: veja o que mudou para a comunidade (2019, 19 de março). NSC total. Disponível em: https://www.nsctotal.com.br/noticias/apartamentos-sao-entregues-para-moradores-da-ponta-do-leal-veja-o-que-mudou-para-a Acesso em: 25 Ago 2020.

Ponta do Leal. (2019). Florianópolis: Facebook. Disponível em:

https://www.facebook.com/PontaDoLeal/photos/pcb.1013397105522568/1013397018855910 Acesso em: 25 Ago 2020.

Ponta do Leal. (2019). Florianópolis: Facebook. Disponível em: https://www.facebook.com/PontaDoLeal/photos/pcb.1013397105522568/1013397068855905 Acesso em: 25 Ago 2020.

Prefeitura de Florianópolis. (2019). Rancho de Amor à Ilha participa do grande mutirão de limpeza na Ponta do Leal. Disponível em: http://www.pmf.sc.gov.br/mobile/index.php?pagina=notpagina&noti=21134 Acesso em: 25 Ago 2020.

Rampazzo, M. R. R. (2008). Protagonismo e Resistência da Comunidade Ponta do Leal frente à política de habitação em Florianópolis. (Trabalho de Conclusão de Curso em Serviço Social) Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Thiollent, M. (1986). Metodologia da Pesquisa-ação: 2ª. ed. São Paulo: Cortez Editora.

Villaça, F. (1986). O que todo cidadão precisa saber sobre habitação. São Paulo: Global Editora.

Downloads

Publicado

2021-06-20

Como Citar

Oliveira, A. M. da S. ., Oliveira, S. V. de ., Gonçalves, S. ., Sandrini, H. G. ., Rodrigues, D. D. C. ., Giambelli, C. ., Figueiredo, I. S. de, Boschiglia, C. . B. ., Silva, J. A. ., & Dias, L. S. . (2021). Arquitetura participativa como comunicação dialógica: desafios da prática extensionista dos EMAUs em meio a pandemia de COVID-19. Revista Internacional De Extensão Da UNICAMP, 2(00), e021009. https://doi.org/10.20396/ijoce.v2i00.13925

Edição

Seção

Práticas em extensão universitária