Química analítica básica

representações gráficas dos equilíbrios iônicos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/chemkeys.v1i0.10014

Palavras-chave:

Sistemas ácido-base, Grau de dissociação, Procedimentos numéricos, Representação gráfica, Diagramas de distribuição, Diagramas da variável principal.

Resumo

A maioria dos estudantes de Química sempre foi induzida a pensar e a trabalhar os equilíbrios iônicos em solução aquosa usando o tratamento algébrico tradicional, como nos exemplos mostrados recentemente para equilíbrios ácido-base [1-3]. Entretanto, a solução algébrica exata deste tipo de  problema frequentemente requer a resolução de polinômios de mais altos graus. Por exemplo, o cálculo exato do pH de uma simples solução aquosa de um ácido monoprótico fraco requer a solução de uma  equação cúbica e no caso de um ácido triprótico (ex.: ácido fosfórico), a solução de um polinômio de quinto grau [1,2]. Isto induz o uso de aproximações para simplificar o trabalho, o que sempre leva a resultados aproximados. Um outro procedimento proposto por Birk [4], que emprega uma formulação matricial baseada na extensão de reação, também pode ser utilizada para este propósito, mas é  um método que exige conhecimentos mais aprofundados de química e de álgebra linear, razão pela qual não é apresentado em livros textos e também não será discutido neste trabalho. Uma abordagem alternativa, mais fácil, é a utilização de cálculos numéricos e a apresentação gráfica dos resultados, procedimento bastante facilitado pelo uso de planilhas eletrônicas. Isto permite uma visão geral do sistema ácido-base, reforça princípios importantes e permite o tratamento de uma ampla gama de sistemas químicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Carlos de Andrade, Universidade Estadual de Campinas

Professor Titular e Pesquisador Colaborador do Departamento de Físico-Química do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas.

Referências

– Butler JN. Ionic equilibrium: a mathematical Approach, Addison-Wesley Publ. Co., 1964.

– Pardue HL, Odeh IN, Tesfai TM. Unified approximations: a new approach for monoprotic weak acid–base Equilibria, J. Chem. Educ., 2004, 81: 1366-1375.

– Andrade, J. C. de. Química analítica básica: o comportamento ácido-base em solução aquosa. Revista Chemkeys [Online], v.1, e019001, 2019. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/chemkeys/article/view/9847; doi: 10.20396/chemkeys.v1i0.9847

– Birk, T. Matrix formulation of complex equilibria and acid–base equilibria by use of the extent of reaction, chem. Educator 2009, 14, 91–95.

– Andrade, J. C. de. Química analítica básica: os conceitos acido-base e a escala de pH. Revista Chemkeys [Online], 2010, 1: 1-6. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/chemkeys/article/view/9642; doi: 10.20396/chemkeys.v0i1.9642

– Levie R de, Frison G, Calatroni A. Solving pH Problems on a Spreadsheet, Chem. Educator, 2003, 8: 298-302.

– Kim C. An Aquatic Chemistry Spreadsheet for General Chemistry Classes, J. Chem. Educ., 2003, 80: 1351-1352.

– Gutz IGR. CurTiPot. Disponível em: http://www.iq.usp.br/gutz/Curtipot.html

Downloads

Publicado

2019-08-29

Como Citar

1.
Andrade JC de. Química analítica básica: representações gráficas dos equilíbrios iônicos. Rev. Chemkeys [Internet]. 29º de agosto de 2019 [citado 30º de novembro de 2021];1:e019002. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/chemkeys/article/view/10014

Edição

Seção

Química Analítica

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3