Banner Portal
Parque nacional da serra da canastra
PDF

Palavras-chave

Unidade de conservação
Levantamento fotográfico
Cerrado

Como Citar

RENNÓ, Juliana Costa; MENDES, Lara Modesto; VIANA, Matheus Henrique Dias; WEIGERT, Célia. Parque nacional da serra da canastra : uma abordagem fotográfica. Ciências em Foco, Campinas, SP, v. 9, n. 1, p. 11, 2020. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cef/article/view/9690. Acesso em: 28 maio. 2024.

Resumo

O Parque Nacional da Serra da Canastra, situado no sudoeste do estado de Minas Gerais, entre os municípios de São Roque de Minas, Sacramento, Delfinópolis, São João Batista do Glória, Capitólio e Vargem Bonita, está inserido no bioma cerrado, protegendo uma área de 201.525ha. É um importante local para a conservação por abrigar uma enorme biodiversidade, incluindo muitas espécies endêmicas. Este bioma vem sofrendo constantes ameaças, sendo classificado como hotspots. Foi realizado um levantamento florístico fotográfico dos vegetais encontrados ao longo das margens das trilhas dos pontos mais visitados do parque: nascente do Rio São Francisco e partes alta e baixa da cachoeira Casca D’Anta. Este trabalho propõe uma maior conscientização dos visitantes através de uma nova percepção do meio ambiente, por meio da exposição de imagens em um painel autoexplicativo, visando diminuir os impactos antrópicos dentro dos limites do PNSC.

PDF

Referências

CLARK, J. M.; PAIVIO, A. Dual coding theory and education. Educational Psychology Review, 3(3), p. 149-170. 1991.

DIAS, G. F. Educação ambiental: princípios e práticas. rev. e ampl. pelo autor. São Paulo: Gaia, 6ª edição. 2000.

GIULIETTI, A. M., MENEZES, N. L., PIRANI, J. R., MEGURO, M. & WANDERLEY, M.G.L. Flora da Serra do Cipó, Minas Gerais: caracterização e lista das espécies. Boletim de Botânica da Universidade de São Paulo v.9, p.1-151. 1987.

HARLEY, R. M. Introdução. In Flora of the Pico das Almas Chapada Diamantina - Bahia, Brazil (B.L. Stannard, ed.). Royal Botanical Gardens, Kew. p. 43-78. 1995.

HARLEY, R. M.; SIMMONS, N. A. Florula of Mucugê. Chapada Diamantina - Bahia, Brazil. Royal Botanical Garden, Kew. 1986.

IBGE, 2004. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_visualiza.php?id_noticia=169. Acesso em: dezembro 2011

KLINK, C. A.; MACHADO, R. B. Conservation of Brazilian Cerrado. Conservation Biology. v.19, p.707-713. 2005.

LORENZI, H. Árvores Brasileiras: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas das famílias de Fanerógamas nativas do Brasil. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum de Estudos da Flora. vol. 1 e 2. 5a edição. 2008.

MACHADO, R. B. et al. Estimativas de perda da área do Cerrado brasileiro. Conservation International do Brasil, Brasília. 2004.

MAYER, R. Multimedia Learning. New York: Cambridge University Press, 2001.

MYERS, N. Threatened biotas: “Hot spots” in tropical forests. The Environmentalist v.8, p.1– 20. 1988.

NAKAJIMA, J. N. A família Asteraceae no Parque Nacional da Serra da Canastra, Minas Gerais, Brasil. Tese de Doutorado. Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 467p. 2000.

PÁDUA, S.; TABANEZ, M. (orgs.). Educação ambiental: caminhos trilhados no Brasil. São Paulo: Ipê. 1998.

PAIVIO, A. Mental representations: a dual coding approach. Oxford, England: Oxford University Press, v. 9, p .97-119, 1986.

PIRANI, J.R. et al. Checklist and patterns of geographic distribution of the vegetation of Serra do Ambrósio, Minas Gerais, Brazil. Revista Brasileira de Botânica. v.17, p.133-147. 1994.

PLANO DE MANEJO PNSC, 2005. Disponível em: http://www.serracanastra.com.br/parque/PM_PNSC_Resumo_Executivo.PDF. Acesso em: novembro 2011.

ROMERO, R. & NAKAJIMA, J.N. Espécies endêmicas do Parque Nacional da Serra da Canastra, Minas Gerais. Revista Brasileira de Botânica 22. p.259-265. 1999.

ROMERO, R. & MARTINS, A.B. Melastomataceae do Parque Nacional da Serra da Canastra, Minas Gerais, Brasil. Revista Brasileira de Botânica 25: 19-24. 2002.

SANO, S. M.; ALMEIDA, S. P. de; RIBEIRO, J. F. Cerrado ecologia e flora. Embrapa Informação Tecnológica Brasília, DF, v. 2, 2008.

SATO, M. Educação Ambiental. Tese (doutorado). Universidade Federal de São Carlos, 1997.

SOUZA, V. C.; LORENZI, H. Botânica Sistemática: Guia ilustrado para identificação das famílias de Fanerógamas nativas e exóticas no Brasil, baseado em APG II. Instituto Plantarum de estudos da flora LTDA. 2a edição. 2005.

SPENCER, D. Color Photography in Practice. Londres: Iliffe & Sons, 1980.

Apesar do periódico ser de acesso aberto, utilizando a Licença Creative Commons, os direitos autorais dos trabalhos submetidos são de exclusividade da revista.

Downloads

Não há dados estatísticos.