Desenvolvimento de atividades de Educação Alimentar e Nutricional em Centro de Convivência Infantil
Capa do Eixo 5 sobre Saúde e Qualidade de Vida
PDF

Palavras-chave

Educação alimentar
Criança
Centro de Convivência Infantil

Categorias

Como Citar

NOBRE, Ana Rita Melo Oliveira; CARLONI, Leandro. Desenvolvimento de atividades de Educação Alimentar e Nutricional em Centro de Convivência Infantil. Congresso dos Profissionais das Universidades Estaduais de São Paulo, Campinas, SP, n. 2, p. e023085, 2023. DOI: 10.20396/conpuesp.2.2023.4907. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/conpuesp/article/view/4907. Acesso em: 19 maio. 2024.

Resumo

Introdução: A prevenção e controle da obesidade infantil depende diretamente da adoção de hábitos alimentares saudáveis.  Centros de Convivência Infantil (CCI´s) são espaços propícios à realização de atividades de educação nutricional, visto serem ambientes que visam o desenvolvimento da criança em seus aspectos físicos, psicológico, intelectual e social. Objetivo: Relatar a experiência de desenvolvimento de atividades de educação alimentar e nutricional realizadas com crianças de 3 a 6 anos, frequentadoras de um CCI, a fim de promover maior abertura ao consumo de frutas e vegetais. Metodologia: Foram planejadas e executadas dez atividades lúdicas, desenvolvidas ao longo de um ano, que tiveram como base teórica as recomendações do “Guia Alimentar para a População Brasileira”.Fantoches e músicas infantis foram utilizados na interação com as crianças. As atividades realizadas compreenderam: sanitização de verduras, montagem de salada no pote, preparo de receitas nutritivas, degustação de frutas exóticas, identificação de gostos básicos, jogos educativos e atividades sensoriais com vegetais. Os benefícios nutricionais dos alimentos in natura foram explicados às crianças em linguagem apropriada ao seu entendimento.  Resultados: Foi observada maior abertura ao consumo de frutas e vegetais entre as crianças. Algumas delas, consideradas mais seletivas, não apresentaram aumento do volume de alimentos in natura consumidos, porém, aceitaram degustá-los e mostraram-se capazes de reconhecer e nomear os vegetais e frutas presentes no cardápio diário do CCI. Conclusão: As atividades de educação nutricional foram importantes estímulos à formação de hábitos alimentares saudáveis entre as crianças.

https://doi.org/10.20396/conpuesp.2.2023.4907
PDF

Referências

CAVALCANTE, Marilia Vieira; LðCIO, Ingrid Martins Leite; VIEIRA, Ana Carolina Santa; BITTENCOURT, Ivanise Gomes de Souza; VIEIRA, Daniglayse Santos; BARBOSA, Lilian Christianne Rodrigues; CALDAS, Marcela Araújo Galdino; DAVINO, Cristiana Marques. Estimulação cognitiva e aprendizagem infantil: revisão de literatura. Brazilian Journal Of Development, [S.L.], v. 6, n. 6, p. 41981-41990, 2020. Brazilian Journal of Development. http://dx.doi.org/10.34117/bjdv6n6-655

GARGIULO, Adriana Hefti; MELLO, Ana Paula de Queiroz. Experience of Implementing a Food and Nutrition Education Program for Preschoolers. O Mundo da Saúde, [S.L.], v. 45, p. 162-174, 1 jan. 2021. Centro Universitario Sao Camilo - Sao Paulo. http://dx.doi.org/10.15343/0104-7809.202145162174.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA: Guia Alimentar para a População Brasileira. 2ª edição ed. Brasilia: Ministério da Saúde, 2014. 152 p. Disponível em: guia_alimentar_populacao_brasileira_2ed. Acesso em: 10 ago. 2023.

SANTOS, Jucimara Martins dos; COELHO, Tatiane Aparecida Almeida; SILVA, Rayane Freitas Gonçalo. Fatores que interferem na formação do hábito alimentar saudável na infância: uma revisão bibliográfica. Revista Científica do Ubm, [S.L.], p. 80-94, 3 jan. 2023. Revista Científica do UBM. http://dx.doi.org/10.52397/rcubm.v0i48.1422.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Ana Rita Melo Oliveira Nobre, Leandro Carloni (Autor)

Downloads

Não há dados estatísticos.