Banner Portal
Mapa em ruína
PDF

Palavras-chave

Mapa
Ruína
Metáfora
Imaginação

Como Citar

FORTUNATO LIMA, Luís. Mapa em ruína: metáfora e apelo imaginativo. Revista Visuais, Campinas, SP, v. 6, n. 2, p. 95–113, 2020. DOI: 10.20396/visuais.v6i2.14770. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/visuais/article/view/14770. Acesso em: 28 maio. 2024.

Resumo

Este artigo apresenta um conjunto de reflexões direta ou indiretamente relacionadas com uma imagem da autoria de Giovani Batista Piranesi: um conjunto de fragmentos de mármore pertencentes a um mapa da Roma Antiga (Fig. 1). O tema da ruina emerge neste contexto preciso e singular. No ato de coligir os fragmentos do mapa, em si mesmo revelador de uma atenção de ordem diferente da habitual, constitui-se uma valorização da ruina e da sua aptidão evocativa e simbólica, mas também do seu poder apelativo da imaginação.  A investigação do fundo concetual sobre o qual desponta esta imagem - considerando as áreas protocientífica, estética e artística em que ela se inscreveu no séc. XVIII- possibilita-nos a sua leitura enquanto metáfora sobre a perceção, representação e reinvenção da ruinas, no contexto urbano da cidade de Roma, naquela época. Por um lado, a imagem citada reflete a perceção da cidade como território desfigurado, por outro, a compreensão das ruinas como valor secular, configurando uma estrutura da identidade cultural e estética. Além disso, a ruina surge, neste artigo, como imensurável repositório da imaginação e como agente catalisador de movimentos psicológicos sobredeterminados. A conclusão imaginativa, inerente aos processos de contemplação estética das ruinas e, eventualmente, das construções, parece relacionar-se com características formais e visuais destes tipos de tema, visualmente caracterizados pela incompletude das formas e por aspetos de descontinuidade e interrupção.

https://doi.org/10.20396/visuais.v6i2.14770
PDF

Referências

Antichità romane (1756), Trattato della Magnificiencia e dell’architecttura de’Romani (1761), Rovine del Catello dell’acqua Giulia (1761), Lapides Capitoline (1762), Descrizione dell’emissario del lago Albano (1763), Antichità di Albano e di Castel’Gandolfo, Antichità de Coroa (1764) Estas publicações grupos de gravuras representam motivos arquitectónicos da Roma Clássica e Etruscos: “Piranesi rejected the argument of Laugier’s Essai sur l’architecture (1753) that Roman Architecture was derived from the Greeks: he claimed that the Etruscans had been the original mentors of the Romans and praised the functional achievements of the Etruscans, to which early Roman buildings were indebted.” (John Wilton-Ely in The Dictionary of Arts, Edited by Jane Turner, in thirty-four volumes (1996) Macmillan Publishers Limited, London_Volume 24, pag. 843)

CHANGEUX, J.-Pierre. Razão e Prazer: do cérebro ao artista. Trad. Sylvie Cnnape, Instituto Piaget, Lisboa, 1994.

GAMBUTI, Alessandro Gambuti. Il dibattitu sull’architectura nel settecento europeo, Uniedit, 1975, pp.145 a 153. Citado in Ilustración e Romanticismo (1982) Colección fuentes y documentos vol. VII . Ed. Francisco Calvo Serraller et alt.; Editorial Gustavo Gili, S.A., Barcelona (p. 23)

LIMA, Luís. O Desenho como substituto do objeto: descrição científica nas imagens do desenho de materiais arqueológicos. Tese de Mestrado em Práticas e Teorias do Desenho apresentada à Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, Edição Policopiada, 2007, pp 45-53.

NAJBJERG, Tina. History of the Plan. Stanford Digital Forma Urbis Romae Project: Disponível em: https://formaurbis.stanford.edu/docs/FURmap.html

SALDANHA, Nuno. Artistas. Imagens e ideias na Pintura do século XVIII: Estudos de Iconografia, Prática e Teoria Artística. Lisboa: Livros Horizonte, 1995, pp.259-260.

SILVA, Vitor, Relatório da disciplina Desenho da Arquitectura, apresentado à Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, Edição Policopiada, 2002, anexo III.

SMALL, Irene, Piranesi’s Shape of time, Online Magazine of the Visual Narrative - ISSN 1780-678X – Pub. September 2007. Disponível em: http://www.imageandnarrative.be/inarchive/thinking_pictures/small.htm

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2020 Revista Visuais

Downloads

Não há dados estatísticos.