Banner Portal
Entrevista: Rosemeire Desidério fala sobre a profissão de intérprete de LIBRAS
PDF

Palavras-chave

Intérprete de LIBRAS - Entrevistas. Surdos - Entrevistas. Inclusão - Entrevistas.

Como Citar

DESIDÉRIO, Rosemeire Aparecida Antunes; PAULA, Maria Alice da Cruz. Entrevista: Rosemeire Desidério fala sobre a profissão de intérprete de LIBRAS. Revista Saberes Universitários, Campinas, SP, v. 2, n. 2, p. 170–174, 2017. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/9108. Acesso em: 18 jul. 2024.

Resumo

O reconhecimento da profissão de intérprete de LIBRAS em 2010 mobilizou muitas universidades brasileiras na busca por profissionais aptos a intermediar a comunicação entre docentes e alunos surdos em sala de aula. Porém, a contratação, bem como a formação destes profissionais, requer cuidados e critérios que, se respeitados, serão a voz do surdo na transmissão do conteúdo das aulas, mas, uma vez não respeitados, podem causar prejuízos ao aprendizado ou à formação de professores e outros profissionais. Para Rosemeire Desidério, instrutora de LIBRAS do Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação Gabriel Porto (CEPRE), o reconhecimento do tradutor/intérprete é uma das maiores conquistas na luta pela inclusão escolar e acadêmica, mas com a exigência, muitas escolas contratam profissionais formados em cursos com carga horária insuficiente para atender às necessidades do aluno surdo. “A escola e a universidade precisam de tradutores/intérpretes competentes. Além de transmitir os conhecimentos passados pelo professor, eles também são a voz ativa do sujeito surdo. Há casos de famílias que entram com recursos contra a escola, por não contratar tradutores/intérpretes aos seus filhos surdos, inclusive”, observa Rosemeire.

PDF

Creative Commons License
https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não comerciais. Sendo utilizados dados ou o artigo completo para outros fins, o autor deverá solicitar por escrito autorização ao editor para tais fins.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.