Análise da gestão da informação e do conhecimento na superintendência de administração de pessoal de uma instituição de ensino superior pública

Autores

Palavras-chave:

Gestão da informação. Gestão do conhecimento. Processos organizacionais. Administração universitária

Resumo

Este artigo faz uma análise de como são exploradas as técnicas de gestão da informação e do conhecimento no setor de administração de pessoal de uma Instituição de Ensino Superior (IES) pública. O estudo realizado na Superintendência de Administração de Pessoal (SUAPE) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) vale-se de uma abordagem quali-quantitativa, em um estudo de caso com enfoque descritivo. Os dados coletados por meio de um questionário estruturado possibilitaram a análise de critérios como: gestão do conhecimento, tecnologia e sistema de informação, processos organizacionais, gestão de pessoas, aprendizagem e inovação. Com base nos resultados percebe-se que já existem práticas estruturadas de gestão do conhecimento, porém, observa-se que o setor possui alguns pontos que ainda podem ser explorados no que se refere ao banco de dados e à retenção e partilha dos conhecimentos. Ao serem mensurados os pontos fortes e fracos acerca de cada critério, entre si, nota-se que a tecnologia, seguida dos processos organizacionais destacam-se positivamente, enquanto que a aprendizagem e inovação seguida dos critérios processos de gestão do conhecimento e pessoas aparecem como pontos a serem melhorados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Keila Aparecida Marchioro, Universidade Federal da Fronteira Sul

Servidora Técnico Administrativo em Educação na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS); MBA em comportamento organizacional pela Escola Superior Aberta do 
Brasil (ESAB).

Lilian Wrzesinski Simon, Universidade Federal da Fronteira Sul

Servidora Técnico administrativo em Educação na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS); Mestranda em Administração Universitária pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Referências

ALBUQUERQUE, Jader Cristiano Magalhães. Sistemas de Informação e Comunicação no Setor Público. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração/UFSC: CAPES: UAB, 2011.

ANGELONI, Maria Teresinha (Coord.). Organizações do conhecimento: infraestrutura, pessoas, tecnologias. São Paulo: Saraiva, 2002.

ARAUJO, Luis César G. de; GARCIA, Adriana Amadeu. Gestão de Pessoas: estratégias e integração organizacional. 2 ed. São Paulo: Atlas, 2009.

BARBETTA, Pedro Alberto. Estatística Aplicada às Ciências Sociais. Ed. da UFSC, 4 ed. Florianópolis, 2002.

BARRETO, Aldo. A condição da Informação. Revista São Paulo em perspectiva. São Paulo, Fundação Seade, v.16, n.3, p. 67-74, 2002.

BONAFIN, Leandro Marcos. A Gestão do conhecimento como fator contribuinte para o alcance dos objetivos estratégicos nas organizações modernas. Monografia apresentada como critério parcial de conclusão do curso de Pós-Graduação “lato sensu”: especialização MBA em Gestão Empresarial: Finanças e Controladoria. 2010.

BRAGA, Ascenção. A gestão da informação. Revista Milenium, nº 19 - Junho de 2000. Disponível em: <http://www.ipv.pt/millenium/Millenium_19.htm>. Acesso em: 15 mai. 2016.

CARVALHO, Elizabeth Leão de; LONGO, Rose Mary Juliano. Informação orgânica: recurso estratégico para tomada de decisão pelos membros do Conselho de Administração da Universidade Estadual de Londrina. Revista Informação e Informação, Londrina, v. 7, n. 2, p. 113-133, jul./dez. 2002. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/wrevojs246/index.php/informacao/article/view/1703/1454>. Acesso em: 15 mai. 2016.

CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas: O novo papel dos recursos humanos nas organizações. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

DAVENPORT, Thomas H.; PRUSAK, Laurence. Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

DRUCKER, Peter. Desafios gerenciais para o século XXI. São Paulo: Pioneira, 1999.

FIGUEIREDO, S. P. Gestão do conhecimento: estratégias competitivas a criação e mobilização do conhecimento na empresa. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2005.

FISCHER, Rosa Maria. Mudança e transformação organizacional. In: FLEURY, M.T.L. As pessoas na organização. São Paulo: Gente, 2002.

FLEURY, Maria Tereza Leme; OLIVEIRA JR; Moacir de Miranda. Aprendizagem e gestão do conhecimento. In: FLEURY, M. T. L. (Coord.). As pessoas na organização. São Paulo: Editora Gente, 2002. p. 133-146.

FREIRE, Patrícia de Sá; UENO, Alexandre T.; DIAS, Marco Antonio Harms; SANTOS, Neri dos. Ferramentas de avaliação de gestão do conhecimento: um estudo bibliométrico. Int. J. Knowl. Eng. Manag., ISSN 2316-6517, Florianópolis, v. 2, n. 3, p. 16-38, jul/out 2013. Disponível em: <http://incubadora.periodicos.ufsc.br/index.php/IJKEM/article/view/2322>. Acesso em: 21 mai. 2016.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

GRAMS, Adriano; SOUZA, Irineu Manoel de; COSTA, Ana Ester. Gestão do Conhecimento na Administração Pública: o Caso da Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte de Santa Catarina. Disponível em: <http://periodicos.cesg.edu.br/index.php/gestaoeengenharia/article/view/123> Acesso em: 22 jun. 2016.

GIRARDI, Dante Marciano et al. Considerações sobre a importância da aplicação da teoria dos sistemas nos processos de gestão de pessoas nas universidades: um estudo de caso na UFFS. In: X Colóquio internacional sobre gestão universitária na América do Sul. Anais, 2010, Mar del Plata. Disponível em: <http://www.inpeau.ufsc.br/wp/wp-content/BD_documentos/coloquio10/192.pdf> Acesso em: 26 out. 2016.

GRILLO, Antônio Niccoló. Gestão de pessoas: princípios que mudam a administração universitária. Florianópolis: UFSC, 2001.

LACOMBE, Francisco. Recursos Humanos: princípios e tendências. Saraiva, 2. ed., 2011.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de Metodologia Científica. São Paulo: Atlas, 2003.

LAUDON, Keneth; LAUDON, Jane. Sistemas de Informações Gerenciais. Tradução de Luciana do Amaral Teixeira; Revisão técnica Belmiro Nascimento João. 9. ed., São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010.

MARCHIORI, Patricia Zeni. A ciência da gestão de informação: compatibilidades no espaço profissional. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ci/v31n2/12910.pdf>. Acesso em: 10 mai. 2016.

MONTEZANO, Nuriane Santos; SOUZA, Rosália Beber de; BAETA, Odemir Vieira. A importância da gestão da informação para a atuação profissional do secretário executivo – uma revisão de literatura nacional integrativa. Revista de Gestão e Secretariado - GeSec, São Paulo, v.6, n. 2, p 111-133, maio./agosto 2015. Disponível em: <https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/356/pdf_72 >. Acesso em: 12 mai. 2016.

NONAKA, Ikujiro; TAKEUCHI, Hirotaka. Criação de conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. 16 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 1997.

O´BRIEN, James A. Sistemas de informação e as decisões gerenciais na era da internet. Tradução de Cid Knipel Moreira. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2011.

OLIVEIRA, Luiz Eduardo Bustamante de. Gestão do conhecimento na administração de recursos humanos: A informação para gerenciamento de pessoas. 2014. Disponível em: <http://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/administracao/gestao-conhecimento-na-administracao-recursos-humanos-.htm>. Acesso em: 22 jun. 2016.

PINTO, Maria Cecilia Ferreira; SILVA, Francielle Molon da. Gestão de Pessoas na Administração Pública Brasileira: uma análise sobre sua evolução histórica e o atual contexto em transformação. Disponível em: <http://revista.tce.rs.gov.br/index.php/revtce/article/view/14> Acesso em: 16 nov. 2016.

SABBAG, Paulo Yazigi. Espirais do conhecimento: ativando indivíduos, grupos e organizações. São Paulo: Saraiva, 2007.

SCHLESINGER, Cristina Costa Barros… (et al). Gestão do Conhecimento na Administração Pública. Curitiba, Instituto Municipal de Administração Pública - IMAP, 2008. Disponível em: <http://amormino.com.br/livros/20141219-gestao-do-conhecimento-na-administracao-publica.pdf>. Acesso em: 26 jun. 2016.

SEBRAE, Nacional. Inteligência competitiva para pequenas empresas. Disponível em: <http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/Intelig%C3%Aancia-competitiva-para-pequenas-empresas>. Acesso em 24 out. 2016.

SILVA. Carla Cerdote da; RAMOS, Alexandre Moraes; SIMON, Lilian Wrzesinski; SCHMITZ, Rodolfo Armando; CALDAS, Fabio José Wojcikiewicz. Reestruturação do sistema de gestão do plano de ofertas de cursos e vagas do IFSC. XVI Colóquio internacional de gestão universitária - CIGU. Arequipa, 2016. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/171006/OK%20-%20101_00397.pdf?sequence=1&isAllowed=y> Acesso em: 28 nov. 2016.

SVEIBY, Karl Erik. A Nova Riqueza das Organizações: gerenciando e avaliando patrimônios de conhecimento. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

TEIXEIRA FILHO, Jayme. Gerenciando conhecimento: como a empresa pode usar a memória organizacional e a inteligência competitiva no desenvolvimento de negócios. Rio de Janeiro: Ed. SENAC, 2000.

TERRA, José Claudio Cyrineu. Gestão do Conhecimento: aspectos conceituais e estudo exploratório sobre as práticas de empresas brasileiras. In: FLEURY, M. T. L.; OLIVEIRA JR, M. de M. (Orgs.). Gestão do conhecimento: integrando aprendizagem, conhecimento e competências. São Paulo: Atlas, 2008.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

VALENTIM, Marta Ligia Pomim. A construção de conhecimento em organizações (1). Londrina: Infohome, 2003. Disponível em: <http://www.ofaj.com.br/colunas_conteudo.php?cod=75>. Acesso em: 14 mai. 2016.

VALENTIM, Marta Ligia Pomim. Inteligência competitiva em organizações: dado, informação e conhecimento. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v.3, n.4, p.1-13, ago. 2002. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/ago02/Art_02.htm>. Acesso em: 14 mai. 2016.

VALENTIM, Marta Ligia Pomim. O Processo de Inteligência Competitiva em Organizações. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação - v.4 n.3 junho de 2003b. Disponível em: <http://moodle.fgv.br/cursos/centro_rec/docs/o_processo_inteligencia_competitiva.pdf>. Acesso em: 18 jun. 2016.

Downloads

Publicado

2017-09-30

Como Citar

Marchioro, K. A., & Simon, L. W. (2017). Análise da gestão da informação e do conhecimento na superintendência de administração de pessoal de uma instituição de ensino superior pública. Revista Saberes Universitários, 2(2), 126–146. Recuperado de https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/9036

Edição

Seção

Artigo