Banner Portal
As percepções de tutores de uma universidade federal a respeito de sua prática
PDF

Palavras-chave

Percepções. Tutores. Educação a distância.

Como Citar

TONINI, Jefferson Muniz. As percepções de tutores de uma universidade federal a respeito de sua prática. Revista Saberes Universitários, Campinas, SP, v. 2, n. 1, p. 21–37, 2017. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/saberes/article/view/8960. Acesso em: 19 jun. 2024.

Resumo

Este estudo apresenta como objetivos identificar e analisar as percepções sobre a prática de tutores que atuam em cursos a distância ofertados pela da Secretaria de Ensino a Distância da Universidade Federal do Espírito Santo. Utilizou-se como ferramenta de pesquisa a Análise de Conteúdo (BARDIN, 1977) para compreender como o trabalho docente é ressignificado nesta modalidade educacional, levando-se em conta as peculiaridades da prática pedagógica mediada no ambiente virtual, o qual apresenta como característica básica o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem com a ocupação de espaço e tempo diversos por professores e estudantes. Para tanto, as questões de pesquisa foram colocadas de modo a buscar entender o imaginário dos participantes do estudo a respeito da tutoria, bem como do processo de trabalho tutorial propriamente dito. Além disso, levantaram-se aspectos relacionados à aproximação e ao distanciamento das funções do professor e do tutor no contexto da educação a distância aqui investigado, que se fundamentam nos pressupostos do Sistema Universidade Aberta do Brasil, as competências necessárias para o desempenho das funções tutoriais, as potencialidades e as pontos de melhoria. Constatou-se, por intermédio da análise da legislação e de documentos oficiais, assim como a partir das falas dos sujeitos entrevistados, o caráter docente da atividade do tutor de cursos a distância. No entanto, evidenciaram-se questões relevantes que demandam o apontamento de possíveis soluções, quais sejam, a fragilidade do vínculo de trabalho do tutor, a baixa remuneração e a falta de reconhecimento da docência inerente à atuação desse profissional da educação. 

PDF

Referências

ALVES, Lucineia. Educação a distância: conceitos e história no Brasil e no mundo. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v. 10, p. 83-92, 2011. Disponível em: http://www.abed.org.br/revistacientifica/revista_pdf_doc/2011/artigo_07.pdf. Acesso em: 11 ago. 2014.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução de Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições, 1977.

BARRETO, Raquel Goulart. As tecnologias na política nacional de formação de professores a distância: entre a expansão e a redução. Educação & Sociedade, v. 29, n. 104, p. 919-927, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v29n104/a1329104.pdf. Acesso em: 11 ago. 2014.

BEHAR, Patricia Alejandra (Org.). Modelos pedagógicos em educação a distância. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BRUNETTA, Nádia et al. As representações sociais dos tutores sobre a atividade de tutoria em cursos de especialização em Administração na modalidade a distância. Revista Organizações em Contexto – on line, v. 9, n. 17, p. 79-98, 2013. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-metodista/index.php/OC/article/view/3329/pdf_68. Acesso em: 19 ago. 2014.

CABANAS, M. I. C.; VILARINHO, L. R. G. Educação a distância: tutor, professor ou tutor-professor? In: 5º Encontro de Educação e Tecnologias de Informação e Comunicação. Rio de Janeiro/RJ, 2007. Disponível em: https://etic2008.files.wordpress.com/2008/11/unesamariainmaculada.pdf. Acesso em: 30 jun. 2015.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Projetos de leis e outras proposições, 2015. Disponível em: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=522182. Acesso em: 15 jun. 2015.

CAMPOS, Claudinei José Gomes. Método de análise de conteúdo: ferramenta para a análise de dados qualitativos no campo da saúde. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 57, n. 5, p. 611-614, 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v57n5/a19v57n5.pdf. Acesso em 14 jul. 2015.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Plano nacional de formação de professores da educação básica. 2014. Disponível em: http://www.capes.gov.br/educacao-basica/parfor. Acesso em: 10 mar. 2015.

COSTA, M. L. F.; KNUPPEL, M. A. C. As representações sociais do trabalho do tutor presencial: limites e possibilidades. Educar em Revista, n. 4, 2014. Dossiê – Educação a Distância, p. 191-209, 2014. Disponível em: http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/educar/article/view/38660/24344. Acesso em: 09 abr. 2015.

DUARTE, Rosália. Pesquisa qualitativa: reflexões sobre o trabalho de campo. Cadernos de pesquisa, v. 115, n. 1, p. 139-54, 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/n115/a05n115. Acesso em: 2 set. 2014.

FARIA, Elísio Vieira de. O tutor na educação a distância: a construção de conhecimentos pela interação nos ambientes midiáticos no contexto da educação libertadora. Scientia FAER, v. 2, p. 28-37, 2010. Disponível em: http://www.faer.edu.br/revistafaer/artigos/edicao2/elisio.pdf. Acesso em 6 jul. 2015.

FLICK, Uwe. Desenho da pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO. Resolução CD/FNDE nº 8, de 30 de abril de 2010. Estabelece orientações e diretrizes para o pagamento de bolsas de estudo e de pesquisa a participantes da preparação e execução dos cursos dos programas de formação superior, inicial e continuada no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), 2015. Disponível em: https://www.fnde.gov.br/fndelegis/action/UrlPublicasAction.php?acao=abrirAtoPublico&sgl_tipo=RES&num_ato=00000008&seq_ato=000&vlr_ano=2010&sgl_orgao=CD/FNDE/MEC. Acesso em: 10 jul. 2015.

GATTI, Bernadette (Coord.); BARRETTO, Elba Siqueira de Sá. Professores do Brasil: impasses e desafios. Unesco - Representação no Brasil, 2009.

GIBBS, Graham. Análise de dados qualitativos. Porto Alegre: Artmed, 2009.

GOLDENBERG, Mirian. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. Rio de Janeiro: Record, 2004.

HACKMAYER, M. B.; BOHADANA, E. Professor ou tutor: uma linha tênue na docência em EaD. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, v. 17, n. 2, p. 223-240, 2014. Disponível em: http://ried.utpl.edu.ec/sites/default/files/files/file/archivo/volumen17-2/profesor.pdf. Acesso em: 24 abr. 2015.

HUBERMAN, Michael. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, Antonio (Org.). Vidas de professores, v. 2, p. 31-61. Lisboa: Porto, 1992.

LAPA, A.; PRETTO, N. de L. Educação a distância e precarização do trabalho docente. Em Aberto, Brasília, v. 23, n.84, p. 79-97, 2010. Disponível em: http://www.rbep.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/1792/1355. Acesso em: 13 ago. 2014.

LIRA, L. A. R.; LIMA, B. F. Z. Desafios da gestão de políticas públicas educacionais para formação de professores no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil. Revista EmRede, v. 1, n. 1, p. 137-151, 2014. Disponível em: http://aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/14. Acesso em: 26 jan. 2015.

MATTAR, João. Tutoria e interação em educação a distância. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

MENDES, Valdelaine. O trabalho do tutor em uma instituição pública de ensino superior. Educação em Revista, Rio de Janeiro, v. 28, n. 02, p. 103-132, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-46982012000200006&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 26 ago. 2014.

MILL, Daniel. Sobre o conceito de polidocência ou sobre a natureza do processo de trabalho pedagógico na educação a distância. In: MILL, D.; RIBEIRO, L. R. de C.; OLIVEIRA, M. R. G. de (Orgs.). Polidocência na educação a distância: múltiplos enfoques. São Carlos: EdUFSCar, 2010.

MILL, Daniel et al. O desafio de uma interação de qualidade na educação a distância: o tutor e sua importância nesse processo. Cadernos da Pedagogia, v. 2, p. 112-127, 2008. Disponível em: http://www.cadernosdapedagogia.ufscar.br/index.php/cp/article/viewFile/106/63. Acesso em: 17 jul. 2014.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Legislação da Educação a Distância, 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12778%3Alegislacao-de-educacao-a-distancia&catid=193%3Aseed-educacao-a-distancia%20&Itemid=865. Acesso em: 11 jul. 2014.

______. Referenciais de Qualidade para Educação Superior a Distância. Brasília, DF: Secretaria de Educação a Distância, 2007. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf. Acesso em: 18 ago. 2014.

MORAN, José. Propostas de mudança nos cursos presenciais com a educação on-line. In: 11º Congresso Internacional de Educação a Distância da ABED. Salvador/BA, 2004. Disponível em: http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/educacao_online/propostas.pdf. Acesso em: 13 mar. 2015.

MURTA, Claudia et al. Sonhos presentes, concretizando-se a distância. Revista Científica de Educação a Distância Paidei@, v. 1, n. 1, p. 1-25, 2008. Disponível em: http://revistapaideia.unimesvirtual.com.br/index.php?journal=paideia&page=article&op=view&path[]=27&path[]=18. Acesso em: 10 mar. 2015.

NOVELLO, T. P.; LAURINO, D. P. Coordenação consensual de práxis pedagógicas entre tutores e professores. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, v. 15, n. 1, p. 179-191, 2012. Disponível em: http://revistas.uned.es/index.php/ried/article/view/783/693. Acesso em: 24 abr. 2015.

NUNES, Vanessa Battestin. O papel do tutor na educação a distância: o estado da arte. In: X Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância. Belém/PA. 2013. Disponível em: http://www.aedi.ufpa.br/esud/trabalhos/oral/AT2/114143.pdf. Acesso em: 6 jul. 2015.

OLIVEIRA, Eliana de et al. Análise de conteúdo e pesquisa na área da educação. Revista Diálogo Educacional – on line, v. 4, n. 9, p. 11-27, 2003. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=189118067002. Acesso em: 13 nov. 2014.

OLIVEIRA, F. P. M.; LIMA, C. M. de. A relação tutoria e docência nos cursos de Pedagogia a distância das instituições parceiras da UAB. In: V Seminário Internacional de Educação a Distância. Belo Horizonte/MG, 2013. Disponível em: https://www.ufmg.br/ead/seminario/anais/pdf/Eixo_2.pdf. Acesso em: 13 jul. 2015.

PASQUALINI, Adriana Regina Borges. Papeis sociais dos tutores em cursos de Licenciatura EAD: um estudo sobre as representações sociais. 2010. 121 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Humanidades e Direito. Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2010. Disponível em: http://ibict.metodista.br/tedeSimplificado/tde_arquivos/1/TDE-2010-05-25T184447Z-807/Publico/Texto%20Completo.pdf. Acesso em: 3 nov. 2014.

SILVA, Solonildo Almeida da. Educação a Distância e Universidade Aberta do Brasil: quando a mercantilização do ensino e a precarização do trabalho docente alcançam um novo ápice? 2011. 187 f. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/6622/1/2011_TESE_SASILVA.pdf. Acesso em: 15 ago. 2014.

SILVA, Solonildo Almeida da et al. Educação a distância e precarização do trabalho docente (Relatório de pesquisa). Revista Eletrônica Arma da Crítica, n. 4, p. 225-231, 2012. Disponível em: http://www.armadacritica.ufc.br/phocadownload/relatorio_20131.pdf. Acesso em: 14 ago. 2014.

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL. Legislação, 2010. Disponível em: http://uab.capes.gov.br/index.php?option=com_content&view=section&id=4&Itemid=5. Acesso em: 26 jan. 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Resolução nº 65/2000 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. Aprova o Programa de Interiorização da Universidade Federal do Espírito Santo na Modalidade Aberta e a Distância – EAD. 2013. Disponível em: http://www2.daocs.ufes.br/resolu%C3%A7%C3%A3o-n%C2%BA-652000-cepe. Acesso em: 10 jul. 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Resolução nº 8/2014 de Conselho Universitário. Aprova a reestruturação organizacional da Universidade Federal do Espírito Santo. 2015b. Disponível em: http://www2.daocs.ufes.br/sites/daocs.ufes.br/files/field/anexo/resolucao_no._08.2014_-_reestruturacao_ufes_com_anexo_0.pdf. Acesso em: 10 jul. 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Secretaria de Educação a Distância - Cursos, 2015c. Disponível em: http://www.neaad.ufes.br/. Acesso em: 10 mar. 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Polos, 2015d. Disponível em: http://www.neaad.ufes.br/polos. Acesso em 13 ago. 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Mapas completos do Espírito Santo (cre@ad’s). 2015a. Disponível em: http://www2.neaad.ufes.br/mapa/. Acesso em: 10 mar. 2015.

VIEIRA, M. M. F.; ZOUAIN, D. M. Pesquisa qualitativa em Administração. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

Creative Commons License
https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não comerciais. Sendo utilizados dados ou o artigo completo para outros fins, o autor deverá solicitar por escrito autorização ao editor para tais fins.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.