“Aqui eu quero puta, místico, freira, ateu, comunista”
PDF

Palavras-chave

Carlos Rodrigues Brandão
Intelectuais

Como Citar

BORT JUNIOR, João Roberto; BRANDÃO, Carlos Rodrigues. “Aqui eu quero puta, místico, freira, ateu, comunista”: entrevista com Carlos Rodrigues Brandão. Proa: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, SP, v. 9, n. 1, p. 277–294, 2019. DOI: 10.20396/proa.v9i1.17336. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/proa/article/view/17336. Acesso em: 18 jul. 2024.

Resumo

Carlos Rodrigues Brandão é antropólogo, mas também psicólogo. Com ampla trajetória acadêmica, a lista de universidades do Brasil e do exterior às quais esteve e está vinculado é vasta o suficiente para inibir nossa tentativa de reproduzi-la. Mas, aparentemente, foi na Universidade Estadual de Campinas que construiu a maior parte de sua trajetória, ainda inacabada, afinal, continua produzindo. Referência obrigatória para os estudiosos, principalmente do mundo rural e da Educação, Brandão escreveu livros que enveredam para além da Antropologia, versam sobre temas ligados à Arte, ao Meio Ambiente e à Literatura, inclusive a infantil. O Humano com toda sua potência de vida múltipla é matéria de pensamento do autor, como fica evidente no curso livre e aberto que, atualmente, coordena em seu sítio em Caldas, no Sul Mineiro. Nas palavras dele, um curso que é um “encontro entre pessoas sobre o mistério da pessoa”.

https://doi.org/10.20396/proa.v9i1.17336
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2019 João Roberto Bort Junior, Carlos Rodrigues Brandão

Downloads

Não há dados estatísticos.