Mortos que se criam a si mesmos
PDF (Español (España))

Palavras-chave

Ritualidade mazateca
Dança
Fotografia
Memória

Como Citar

ÁLVAREZ, Ángela Nanni; VARGAS, Maura Vázquez. Mortos que se criam a si mesmos: ritual e performance em uma comunidade mazateca da Sierra Negra de Puebla, México. Proa: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, SP, v. 9, n. 1, p. 181–196, 2019. DOI: 10.20396/proa.v9i1.17330. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/proa/article/view/17330. Acesso em: 18 jul. 2024.

Resumo

Este ensaio visual apresenta uma abordagem das manifestações artísticas do ritual dedicado aos antepassados falecidos em uma comunidade mazateca na Serra Negra de Puebla, no México. Em um esforço para reivindicar as expressões artísticas das festividades indígenas, o registro fotográfico nos permite abordá-las e compartilhar seu esplendor. Neste caso particular, a criatividade individual e coletiva é condensada na figura do chonijmó, o morto dançante. Através da música, dança e fantasia, os Mazatecas honram sua memória e põem em movimento seu ritual e engenhosidade performativa.

https://doi.org/10.20396/proa.v9i1.17330
PDF (Español (España))
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2019 Ángela Nanni Álvarez, Maura Vázquez Vargas

Downloads

Não há dados estatísticos.