Máscaras, memória e mudança no Portugal contemporâneo
PDF

Palavras-chave

Máscara
Festa
Memória
Mudança
Fotografia

Como Citar

RESTIVO, Maria Manuela; MOREIRA, Luciano. Máscaras, memória e mudança no Portugal contemporâneo. Proa: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, SP, v. 9, n. 1, p. 151–156, 2019. DOI: 10.20396/proa.v9i1.17298. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/proa/article/view/17298. Acesso em: 18 jul. 2024.

Resumo

Em território português, as festas que envolvem máscaras “locais” ou “tradicionais” têm vindo a crescer nos útlimos anos, integrando-se progressivamente em novos circuitos turísticos e patrimoniais. Neste ensaio visual, procurámos dar a ver alguns momentos dessas festas, com foco no processo de celebração, contribuindo para pensar a posição peculiar em que elas se encontram no mundo contemporâneo: entre a reprodução dos patrimónios herdados e a sua (re)invenção.

https://doi.org/10.20396/proa.v9i1.17298
PDF

Referências

GODINHO, Paula. Máscaras Transmontanas em quatro tempos. In: GODINHO, Paula (Org.). Máscaras, Mistérios e Segredos. Lisboa: Edições Colibri, 2011, p. 53-68.

PEREIRA, Benjamim. (Coord.). Rituais de Inverno com Máscaras. Bragança: Museu Abade de Baçal, 2001.

RAPOSO, Paulo. Caretos de Podence: um espetáculo de reinvenção cultural. In PEREIRA, Benjamim (Coord.). Rituais de Inverno com Máscaras. Bragança: Museu Abade de Baçal, 2001, p. 75-99.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2019 Maria Manuela Restivo, Luciano Moreira

Downloads

Não há dados estatísticos.