“A rua é o lugar disso tudo”
Na imagem, a margem esquerda contém informações bibliográficas da revista, enquanto no centro superior encontra-se o logotipo. Abaixo do logotipo, há um desenho rabiscado com quatro pessoas parcialmente sobrepostas, cada uma com poses diferentes das mãos: duas com as mãos próximas ao peito, uma cobrindo os ouvidos mais ao fundo e outra puxando a cabeça para a direita.
PDF

Palavras-chave

Cidade
Ocupação
Campo Grande
Arte de rua

Como Citar

BOGARIM, Beatriz Silva; PASSAMANI, Guilherme Rodrigues. “A rua é o lugar disso tudo”: arte de rua e modos de ocupação em Campo Grande - MS. Proa: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, SP, v. 13, p. e023001, 2023. DOI: 10.20396/proa.v13i00.16718. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/proa/article/view/16718. Acesso em: 18 maio. 2024.

Resumo

Este artigo faz parte de uma pesquisa maior que busca perceber modos de ocupação das ruas na cidade de Campo Grande - MS a partir de narrativas e experiências de artistas do lambe-lambe, grafite e teatro. Nesse sentido, por meio de uma pesquisa qualitativa com viés etnográfico, foram realizadas entrevistas online, em formato semiestruturado, e inserção no campo através das redes sociais dos interlocutores. A arte e as diferentes formas de ocupação nas ruas foram analisadas a partir das relações e das identificações desses sujeitos na e com a rua. Lançando mão da rua como diagnóstico fundamental da qualidade de vida urbana e característica de uma cidade. Em debate, as experimentações da arte nas diferentes modalidades que coexistem nas ruas de Campo Grande.

https://doi.org/10.20396/proa.v13i00.16718
PDF

Referências

ANDRÉ, Carminda. Arte, Biopolítica e Resistência. Revista Brasileira de Estudos da Presença, Porto Alegre, v. 1, n. 2, p. 426-442, dez. 2011. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2237-266021497. Acesso em: 16 abr. 2023.

ANICETO, Flávio. Cultura e direito à cidade: artistas de rua, ação de cidadania e promoção de direitos culturais. In: RUBIM, Albino (org.). Política cultural e gestão democrática no Brasil. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2016. p. 187-199.

AQUELE MATO. Um giro na sua região - Centro e Segredo. 2018. Disponível em: https://aquelemato.org/um-giro-na-sua-regiao-centro-e-segredo/. Acesso em: 2 jul. 2021.

ATTIANESI, Daniel; PASSAMANI, Guilherme Rodrigues. Um urbano pra lá de rural: as particularidades políticas, históricas e culturais que transformaram campo grande de arraial a capital. Cadernos do Lepaarq (UFPEL), Pelotas, v. 15, n. 30, p. 56-68, 30 nov. 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.15210/lepaarq.v15i30.13228. Acesso em: 16 abr. 2023.

CANCLINI, Nestor García. Imaginários Urbanos. Buenos Aires: Eudeba, 2005

CARREIRA, André. Teatro de rua como ocupação da cidade: criando comunidades transitórias. Urdimento: Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 13, p. 11-21, 11 dez. 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5965/1414573102132009011. Acesso em: 16 abr. 2023.

CASTRO, Eduarda; ROCHA, Camila; SANTOS, Éber. Marcas urbanas e Covid-19: a reinvenção da arte urbana e sua relação com o desenvolvimento sociocultural. Revista H: Tec Humanidades e Tecnologia, v. 4, Edição Especial EIC. p. 6-222, nov., 2020.

CORDEIRO, Graça Índias. A antropologia urbana entre a tradição e a prática. In: CORDEIRO, Graça Índias; BAPTISTA, Luís Vicente; COSTA, António Firmino da (org.). Etnografias Urbanas. Oeiras: Celta, 2004. p. 3-32.

ECKERT, Cornelia; ROCHA, Ana Luiza Carvalho da. Etnografia de Rua: estudo de antropologia urbana. Iluminuras, Porto Alegre, v. 4, n. 7, p. 1-22, 30 jun. 2003. Disponível em: http://dx.doi.org/10.22456/1984-1191.9160. Acesso em: 16 abr. 2023.

IMBROISI, Margaret; MARTINS, Simone. Arte de Rua. História das Artes, 2021. Disponível em: https://www.historiadasartes.com/nomundo/arte-seculo-20/arte-de-rua/. Acesso em: 10 jul. 2021.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Área territorial brasileira 2020. Rio de Janeiro: IBGE, 2021. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/ms/campo-grande.html. Acesso em: jan. 2022.

KAPLAN, Rosane dos Santos Cantanhede. Arte de rua: superfícies e circuitos. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISADORES EM ARTES PLÁSTICAS, 20o, 2011, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: ANPAP, 2011. p. 1-8. Disponível em: https://www.academia.edu/3839274/ARTE_DE_RUA_SUPERF%C3%8DCIES_E_CIRCUITOS. Acesso em: 16 abr. 2023.

LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001.

LINS, Beatriz Accioly; PARREIRAS, Carolina; FREITAS, Eliane Tânia de. Estratégias para pensar o digital. Cadernos de Campo (São Paulo - 1991), São Paulo, v. 29, n. 2, p. e181821, 31 dez. 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v29i2pe181821. Acesso em: 16 abr. 2023.

MELLO, Ricardo Gustavo Garcia de. Pandemia e os descaminhos da Anomia social. In: IX SEMINÁRIO DE PESQUISAS FESPSP - “DESAFIOS DA PANDEMIA: AGENDA PARA AS CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS”, GT 09: Sequelas da Pandemia na democracia brasileira: exclusão, irracionalidade e autoritarismo, 9o, nov. 2020, São Paulo. Seminário [...]. São Paulo: FESPSP, 2020. p. 1-32. Disponível em: https://www.fespsp.org.br/store/file_source/FESPSP/Documentos/Manuais/FESPSP%20GT%209%20-%20Ricardo%20Gustavo%20Garcia%20de%20Mello.pdf. Acesso em: 16 abr. 2023.

MENDONÇA, Camila. Arte Urbana. 2019. Disponível em: https://www.educamaisbrasil.com.br/enem/artes/arte-urbana. Acesso em: 12 abr. 2022.

MERCADO, Luis Paulo. Pesquisa Qualitativa Online Utilizando a Etnografia Virtual. Teias, Rio de Janeiro, v. 13, n. 30, p. 169-183, set./dez. 2012. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistateias/article/view/24276/17255. Acesso em: 16 abr. 2023.

PINHEIRO-MACHADO, Rosana. A rua como estilo de vida: práticas cotidianas na ocupação do centro de porto alegre por camelôs. Iluminuras, Porto Alegre, v. 4, n. 7, p. 1-39, 2003. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/30089. Acesso em: 16 abr. 2023.

ROCHA, Ana Luiza Carvalho da; ECKERT, Cornelia. Arte de Rua, Estética Urbana: relato de uma experiência sensível em metrópole contemporânea. Revista de Ciências Sociais, Fortaleza, v. 47, n. 1, p. 25-48, jan./jun. 2016. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/revcienso/article/view/5676/4072. Acesso em: 16 abr. 2023

SIEBER, Tim. Ruas da cidade e sociabilidade pública: um olhar a partir de Lisboa. In: CORDEIRO, Graça Índias; VIDAL, Frédéric (org.). A Rua: espaço, tempo, sociabilidade. Lisboa: Livros Horizonte, 2008. p. 47-64.

TEATRO IMAGINÁRIO MARACANGALHA. SAROBÁ. 2019. Disponível em: https://imaginariomaracangalha.blogspot.com/p/saroba.html. Acesso em: 2 jul. 2021.

VINUTO, Juliana. A amostragem em bola de neve na pesquisa qualitativa. Tematicas, Campinas, v. 22, n. 44, p. 203-220, 30 dez. 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.20396/tematicas.v22i44.10977. Acesso em: 16 abr. 2023.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Beatriz Silva Bogarim, Guilherme R. Passamani

Downloads

Não há dados estatísticos.