Crianças em um espaço rural-ribeirinho
PDF

Palavras-chave

Crianças
Relações animais-humanos
Ribeirinhos
Abaetetuba - Pará

Como Citar

PEREIRA, Rosenildo da Costa; PEREIRA, Isonete do Socorro Perna; TOUTONGE, Eliana Campos Pojo. Crianças em um espaço rural-ribeirinho: processos relacionais entre humanos e não-humanos. Proa: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, SP, v. 12, n. 00, p. e022012, 2023. DOI: 10.20396/proa.v12i00.16717. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/proa/article/view/16717. Acesso em: 27 maio. 2024.

Resumo

O contexto rural-ribeirinho amazônico apresenta-se como um espaço de sociobiodiversidade e socioculturalidade em que homens e mulheres constroem suas culturas, modos de vidas e relações sociais, são, portanto, possuidores e transmissores de uma vasta experiência na utilização e conservação presente no/entre espaço/tempo da natureza, sobretudo, nos espaços dos rios e florestas, local onde essas populações vivem. Podemos dizer que constroem atrelada a cultura local, uma espécie de pedagogia relacional natureza, humanos e demais seres, esta embasada no ver, sentir, fazer.

https://doi.org/10.20396/proa.v12i00.16717
PDF

Referências

ERIKSON, Philippe. Animais demais...os xerimbabos no espaço doméstico matis (Amazonas). Anuário Antropológico, v. 37, n. 2, p. 15-32, 2012.

LIMA, Tânia Stolze. O dois e seu múltiplo: reflexões sobre o perspectivismo em uma cosmologia Tupi. Mana, v. 2, n. 2, p. 21-47, 1996.

MATEUS et al., Amazônia no Antropoceno: o manejo como relação entre humanos e fauna silvestre. Interações, v. 19, n. 3, p. 487-501, 2018.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Os pronomes cosmológicos e o perspectivismo ameríndio. Mana, v. 2, n. 2, p. 115-144, 1996.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Proa: Revista de Antropologia e Arte

Downloads

Não há dados estatísticos.