A novidade da arte da performance

exploração em arte contemporânea à luz das ciências sociais

Autores

  • Daniela Félix Martins Universidade Federal da Bahia
  • Meigle Rafael Alves Universidade do Estado da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.20396/proa.v7i2.16700

Palavras-chave:

Arte performática, Arte, Sociologia da arte, Antropologia da arte

Resumo

Este artigo apresenta a performance art como um fazer artístico cuja novidade reside no modo específico pelo qual ela se realiza: através de um fluxo de interações entre artistas, públicos, produtores, políticas públicas e, especialmente, em espaços não-tradicionais de arte (ruas, espaços públicos em geral). A realização da performance corresponde, no artigo, a sua sustentação numa duração como evento ao vivo. Registros fotográficos desse processo integram o texto. As informações de base empírica foram reunidas em trabalho de campo na Bahia (Salvador, Lençóis e Porto Seguro) e em Brasília. Do ponto de vista teórico, a argumentação alinha-se com os novos desdobramentos da sociologia da arte, a qual mostra insuficiências em relação ao objeto tratado, o que levou a pesquisa a pensamentos oriundos de fora da área, na própria sociologia, na antropologia e na filosofia, no que esta tem recentemente oferecido como recursos às ciências sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Félix Martins, Universidade Federal da Bahia

Possui graduação em ciências sociais pela Universidade Federal da Bahia (2009), mestrado (2012) e doutorado (2017) em Ciências Sociais pela mesma universidade. Realizou doutorado ­sanduíche na University of Roehampton (2016) em Londres. Atualmente é pesquisadora do grupo de pesquisa ECSAS da Universidade Federal da Bahia.

Meigle Rafael Alves, Universidade do Estado da Bahia

Professora assistente da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Doutoranda em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Mestrado em Ciências Sociais (1998) pela UFBA. Graduação em Ciências Sociais/Antropologia (1994).

Referências

DEWEY, John. Arte como experiência. São Paulo: Martins Fontes, 2010

FOSTER, Hal.After the White Cube. In: London Review of Books, London, v.37, no 6, 2015

GARFINKEL, H. Studies in Ethnomethodology. NJ: Prentice-Hall, Englewood Cliffs, 1967

GARFINKEL, H. On the Origins of the Term ‘‘Ethnomethodology.’’ In: TURNER, R. (Ed.), Ethnomethodology. Harmondsworth: Penguin, p. 15–18, 1974.

GLUSBERG, Jorge. A arte da performance. São Paulo: Editora Perspectiva, 1987

GOFFMAN, E. A representação do eu na vida cotidiana. Petrópolis: Vozes, 1985.

GOFFMAN, E. Frame analysis: an essay on the organization of experience. Boston, Northeastern University Press, 1986

GOFFMAN, E. Comportamentos em Lugares Públicos: Notas sobre a organização social dos ajuntamentos, Petrópolis: Vozes, 2010

HEINICH, N. The Glory of Van Gogh: an anthropology of admiration. Princeton : Princeton University Press, 1996

HEINICH, N. A sociologia da arte. Bauru-SP: EDUSC, 2001

HEINICH, N. As reconfigurações do estatuto de artista na época moderna e contemporânea. Revista Porto Arte: Porto Alegre, v.13, n.22, 2005

HEINICH, N. A arte contemporânea exposta às rejeições: contribuição a uma sociologia dos valores. In: Observatório No 12, São Paulo: Itaú Cultural, 2011

HEINICH, N. Práticas da arte contemporânea: uma abordagem pragmática a um novo paradigma artístico. In: Sociologia&Antropologia, Rio de Janeiro Vol. 04, No 2, 2014, pp. 273-390.

LATOUR, Bruno. On technical mediation - philosophy, sociology, genealogy. In: Common Knowledge, v. 3, n. 2, 1994, p. 29-64.

LATOUR, Bruno. Reagregando o social: uma introdução à teoria Ator-Rede. Salvador: EDUFBA, 2012.

LATOUR, Bruno. Investigacion sobre los modos de existencia. Buenos Aires: Paidos, 2013.

LATOUR, Bruno. Uma sociologia sem objeto? Revista-Valise, Porto Alegre, v. 5, n. 10, 2015.

MARTINS, Daniela Félix. Perseguindo as Contingências: Uma proposta metodológica para a análise do espetáculo de palhaço. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2012

MARTINS, Daniela Félix. A novidade da Performance Art: Explorações em sociologia associativa. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2017

MASSEY, Doreen. Pelo espaço: uma nova política da espacialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

MEDEIROS, Maria Beatriz de. Aisthesis: estética, comunicação e comunidades. Chapecó: Argos, 2005.

MEDEIROS, Maria Beatriz de. Grafias de Bia Medeiros, 2014. Disponível em: <http://grafiasdebiamedeiros.blogspot.com.br/2014/05/composicao-urbana-surpreensao-e.html> Acesso em: 20 de mai. 2015

SANSI-ROCCA, Roger. Art, anthropology and the gift. London: Bloomsbury, 2015.

STENGER, Isabelle. The cosmopolitical proposal. In: LATOUR, B. and WEIBEL, P (eds) Making Things Public: Atmospheres of Democracy. Cambridge MA: MIT Press, 2005a, 994-1003. STENGER, Isabelle. Introductory notes on an ecology of practices. Cultural Studies Review, Vol. 11, No1, 2005b, pp.183-196.

Downloads

Publicado

2022-09-21

Como Citar

MARTINS, . D. F.; ALVES, . M. R. A novidade da arte da performance: exploração em arte contemporânea à luz das ciências sociais. Proa: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, SP, v. 7, n. 2, p. 78–101, 2022. DOI: 10.20396/proa.v7i2.16700. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/proa/article/view/16700. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiê