Carlito Carvalhosa
PDF

Palavras-chave

Carlito Carvalhosa
Casa 7
Antropologia das formas expressivas
Sociologia da arte
Artes visuais

Como Citar

GONZAGA, G. C. Carlito Carvalhosa: uma experiência em equipe. Proa: Revista de Antropologia e Arte, Campinas, SP, v. 11, n. 1, p. 285–303, 2022. DOI: 10.20396/proa.v11i1.16653. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/proa/article/view/16653. Acesso em: 24 fev. 2024.

Resumo

O presente artigo resulta de um diálogo entre domínios da antropologia visual e da sociologia da arte, com ênfase em discussões acerca das “histórias de vida”. Por meio dessa perspectiva e de uma entrevista realizada com o artista Carlito Carvalhosa, reconstituí, brevemente, alguns momentos e aspectos da trajetória do artista buscando articular sua experiência e obras. Sem deixar de vista, no entanto, sua inscrição no campo artístico em que está situado.

https://doi.org/10.20396/proa.v11i1.16653
PDF

Referências

AMARAL, Aracy. Uma jovem pintura em São Paulo. In: AMARAL, Aracy. Textos do Trópico de Capricórnio: artigos e ensaios (1980-2005) - Vol. 3: Bienais e artistas contemporâneos. São Paulo: Editora 34, 2006. p. 126-128.

AMARAL, Aracy. Uma nova pintura e o grupo Casa 7. In: AMARAL, Aracy. Textos do Trópico de Capricórnio: artigos e ensaios (1980-2005) - Vol. 3: Bienais e artistas contemporâneos. São Paulo: Editora 34, 2006. p. 141-148.

BORDIEU, Pierre. As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

BORDIEU, Pierre. A ilusão biográfica. In: AMADO, Janaína e FERREIRA, Marieta de Moraes. Usos e abusos da história oral. (8ª edição) Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006, p. 183-191.

BORDIEU, Pierre. Esboço de uma teoria da prática. In: ORTIZ, Renato (org.) Pierre Bourdieu: sociologia. São Paulo : Ática, 1983, p. 46-81.

BORDIEU, Pierre. Manet: uma revolução simbólica. Novos estudos - CEBRAP, n. 99, julho 2014, p. 121-135.

CAMPOS, Antonio Malta. Antonio Malta: obra em contexto. 2002. 370f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, São Paulo, SP.

GONÇALVES, Marco Antônio. Etnobiografia: biografia e etnografia ou como se encontram pessoas e personagens. In: Etnobiografia: subjetivação e etnografia. Rio de Janeiro: Editora 7 Letras, 2012, p. 19-42.

INGOLD, Tim. Trazendo as coisas de volta à vida: emaranhados criativos num mundo de materiais. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 18, n. 37, p. 25-44, jan./jun. 2012.

MAMMÍ, Lorenzo (Org.). Carlito Carvalhosa. São Paulo: Cosac & Naify, 2000.

NAVAS, Adolfo. Fotografia e poesia (afinidades eletivas). São Paulo: Ubu, 2017.

NAVES, Rodrigo. Óleo sobre água. In: MAMMÍ, Lorenzo (Org.). Carlito Carvalhosa. São Paulo: Cosac & Naify, 2000.

RAMOS, Nuno. Ó. São Paulo: Iluminuras, 2008.

RIDENTI, Marcelo. Caleidoscópio da cultura brasileira (1964-200) In: MICELI, Sergio; PONTES, Heloisa. Cultura e Sociedade: Brasil e Argentina. São Paulo: Edusp, 2014.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. Biografia como gênero e problema. História Social: Revista dos Pós-graduandos em história da UNICAMP, IFCH/UNICAMP n. 24, p. 51-73, jan./jul. 2013.

SÜSSEKIND, Flora; DIAS, Tânia (Orgs.). Cultura brasileira hoje: diálogos. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2018. 2. v, p. 162-230.

TASSINARI, Alberto. Ceras Perdidas. In: MAMMÍ, Lorenzo (Org.). Carlito Carvalhosa. São Paulo: Cosac & Naify, 2000.

RODRIGUES, H. Dewey, Dilthey e Drama: um ensaio em Antropologia da Experiência (primeira parte), de Victor Turner. Cadernos de Campo (São Paulo - 1991), [S. l.], v. 13, n. 13, p. 177-185, 2005. DOI: 10.11606/issn.2316-9133.v13i13p177-185. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/cadernosdecampo/article/view/50265. Acesso em: 10 jun. 2021.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Gabriel Cardoso Gonzaga

Downloads

Não há dados estatísticos.