Banner Portal
Scully, Stephen. Hesiod’s theogony. From near eastern creation myths to Paradise Lost
PDF

Palavras-chave

Hesíodo. Teogonia. Recepção. Paralelos orientais. Resenha.

Como Citar

MOURA, Alessandro Rolim de. Scully, Stephen. Hesiod’s theogony. From near eastern creation myths to Paradise Lost. Phaos: Revista de Estudos Clássicos, Campinas, SP, v. 17, n. 2, 2018. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/phaos/article/view/9412. Acesso em: 27 maio. 2024.

Resumo

O trabalho de Scully é um material relativamente heterogêneo que procura mapear desde paralelos entre a Teogonia de Hesíodo e textos do Oriente próximo até diversos momentos da recepção do poema grego, com ênfase nas leituras dos próprios gregos antigos. O autor nota que a difusão do texto da Antiguidade tardia em diante foi mais limitada, o que em parte justifica que os traços da recepção bizantina, medieval e renascentista sejam limitados a pouco mais de vinte páginas, no capítulo final (“Theogonic shadows”), em que a única figura moderna a ganhar um destaque um pouco maior é Milton. O tratamento um tanto apressado da recepção na Roma antiga (pp. 142-148) também deixa a desejar. Por outro lado, o livro tem o inegável interesse de procurar conectar diversos antecedentes e interpretações da Teogonia, provenientes de um amplo espectro cronológico, à instigante análise do texto grego oferecida pelo próprio Scully, em especial no capítulo II, que pode ser sintetizada na ideia de que o poema nos dá acesso a “um mito de criação da πόλις” (p. 30).
PDF
Al someter textos a PhaoS, sus autores deben ser conscientes de que, si se aprueban para publicación, la revista tendrá sobre ellos todos los derechos de autor pertinentes. Los originales no se devolver. La revista adopta la Licencia de Creative Commons internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.