Banner Portal
Araújo, Ana. Pankararu
PDF

Palavras-chave

Pankararu
Etnografia
Política da imagem
Fotografia
Praiá

Como Citar

MENTA, Cyril. Araújo, Ana. Pankararu: Identidade, memória e resistência. Maloca: Revista de Estudos Indígenas, Campinas, SP, v. 6, n. 00, p. e023006, 2023. DOI: 10.20396/maloca.v6i00.18373. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/maloca/article/view/18373. Acesso em: 18 abr. 2024.

Resumo

Resenha da obra Pankararu:Identidade, memória e resistência. Fotolivro ethnográfico 1986-2020, organizada por Ana Araújo.

https://doi.org/10.20396/maloca.v6i00.18373
PDF

Referências

Albuquerque, Marcos Alexandre dos Santos. 2014. “O praiá Pankararu: objeto-fetiche modernista”. PROA: Revista de anthropologia e arte, 1(5).

Araújo, Ana. Pankararu: identidade, memória e resistência. Fotolivro etnográfico 1986-2020. Recife: FacForm, 2021.

Araújo, Ana. 2018. As loiceiras de Tacaratu - A arte milenar das mulheres do meu sertão. Recife: Facform.

Arruti, José Maurício Paiva Andion. 1996. O reencantamento do mundo: trama histórica e arranjos territoriais Pankararu. Dissertação de Mestrado em Antropologia Social, Museu Nacional-UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Arruti, José Maurício Paiva Andion. 1999. “A árvore Pankararu: flux e metáforas da emergência étnica no sertão do São Francisco”. In: J. P. de Oliveira (org.). A Viagem de volta: etnicidade, política e reelaboração cultural no Nordeste indigena. Rio de Janeiro: Contra Capa.

Matta, Priscilla. 2005. Dois elos da mesma corrente: uma etnografia da Corrida do Umbu e da penitência entre os Pankararu. Dissertação de Mestrado em Antropologia, USP, São Paulo, SP, Brasil.

Menezes, Hildebrando de. 1935. Os praiás de Tacaratú. Revista do Instituto Arquológico. Histórico e Geográfico Pernambucano: 45-48.

Menta, Cyril. 2020. Diplomatie rituelle. Exhiber les rituels pour l’usufruit de la terre dans le Nordeste du Brésil. Revue Terrain, 73: 206-227.

Mura, Claudia. 2013. “Todo mistério tem dono!”. Ritual, política e tradição de conhecimento entre os Pankararu. Rio de Janeiro: Contra Capa.

Oliveira, Carlos Estevão de. 1942. O Ossuário da “gruta-do-padre” em Itaparica e algumas noticias sobre remanescentes indígenas do Nordeste”. Boletim do Museu Nacional, XIV-XVII (1938-1941), Rio de Janeiro, 151-184.

Pinto, Estevão. 1938. Alguns aspectos das culturas artística dos Pancarús de Tacaratu. Revista do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional 2: 57-92.

Virtanen, Pirjo K.; APURINÃ, Francisco. 2022. Espaços éticos na Amazônia: reconhecendo e integrando os protocolos culturais aos códigos de conduta ética na pesquisa com os povos indígenas. Maloca: Revista de Estudos Indígenas, Campinas, SP, v. 5, 2022. DOI: 10.20396/maloca.v5i00.16015. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/maloca/article/view/16015. Acesso em: 29 ago. 2023.

PANKARARU de Brejo dos Padres. 1977. Direção e roteiro: Vladimir Carvalho. Fotografia: Walter Carvalho. Montagem: Manfredo Caldas. Pesquisa: Cláudia Menezes. Som direto: Jom Tob Azulay. son., color., 16 mm, (35 min).

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Cyril Menta (Resenhista)

Downloads

Não há dados estatísticos.