De Arsenal a Laboratório. Fragmento de uma autobiografia

Fragmento de uma autobiografia

Authors

  • Maurizio Ghelardi Scuola Normale Superiore di Pisa

Abstract

Em 29 de dezembro de 1927, por ocasião da reunião do conselho diretor da Kulturwissenschaftliche Bibliothek, Aby Warburg esboça, em algumas páginas que portam o título De Arsenal a Laboratório(Vom Arsenal zum Laboratorium), uma breve autobiografia, onde perfaz algumas etapas cruciais de seu percurso intelectual2.Três anos depois da alta da clínica de Kreuzlingen, diante dos colaboradores e dos colegas, a intenção é mostrar que sua rumorosa vida interior sempre formou uma unidade com sua personalidade de estudioso, e que sua luta contra os demônios jamais esteve circunscrita ao âmbito puramente pessoal. Ao contrário, que o transtorno mental refinou a sua sensibilidade intelectual, tornando-se, por sua vez, uma espécie de exercício terapêutico. Não por acaso, provavelmente sobre o modelo do livro de Tito Vignoli, Mito e Ciência, alguns anos antes havia escolhido como mote para os seus Fragmentos sobre a expressão:“tu vives e não me causas dano” (du lebst und thust mir nichts!), onde o “tu” indicava o êxito, mas também o processo, que tinha objetivado nas imagens e nos símbolos a expressão humana.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2019-08-20

How to Cite

Ghelardi, M. (2019). De Arsenal a Laboratório. Fragmento de uma autobiografia: Fragmento de uma autobiografia. Figura, 5(1), 17–27. Retrieved from https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/figura/article/view/9995