Métodos de otimização em química

Autores

  • Sebastião de Paula Eiras Universidade Federal de Uberlândia
  • Aline Renée Coscione Universidade Estadual de Campinas
  • João Carlos de Andrade Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/chemkeys.v0i3.9626

Palavras-chave:

Otimização. Método univariado. Planejamento fatorial. Superfície de resposta. Método simplex. Simplex modificado. Efeitos principais. Fatorial fracionado.

Resumo

Os métodos de otimização surgiram em função da necessidade de aprimorarmos o desempenho dos mais diversos sistemas que ocorrem no cotidiano. Literalmente, otimização corresponde a tornar algo “tão perfeito, efetivo ou funcional quanto possível”. Desta forma, podemos definir otimização como sendo um processo baseado em instruções que permitam obter o melhor resultado de uma dada situação. Cientificamente estas instruções são freqüentemente expressas através de métodos matemáticos que procuram maximizar ou minimizar alguma propriedade específica do sistema em estudo. É na escolha desta propriedade a ser otimizada e das condições de controle que se encontra grande parte das discussões sobre qual a melhor indicação para um desempenho ideal do sistema. Em diversas circunstâncias, esta propriedade a ser otimizada é denominada de função objetivo ou resposta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sebastião de Paula Eiras, Universidade Federal de Uberlândia

Departamento de Química

Aline Renée Coscione, Universidade Estadual de Campinas

Instituto de Química

João Carlos de Andrade, Universidade Estadual de Campinas

Instituto de Química

Referências

Burton, K.W.C.; Nickless, G., “Optimization Via Simplex. Part I. Background, definitions and a simple application”. Chemometrics Intell. Lab. Syst., 1987, 1: 135- 149.

Beveridge, G.S.G.; Schechter, R.S., “Optimization: Theory and Practice”. McGraw-Hill, New York, 1970.

Deming, S.N.; Morgan, S.L., “Simplex Optimization of Variables in Analytical Chemistry”, Anal. Chem., 1973, 45: 278 A-283 A.

Eiras, S.P.; Cuelbas, C. J.; de Andrade, J.C., “Um Estudo Comparativo sobre a Eficiência de Estratégias Quimiométricas de Otimização”, Quím. Nova, 1994, 16: 216 - 219.

Fisher, R. A., “The Design of Experiments”. Oliver & Boyd, Edinburg, 1935. Splendey, W. ; Hext, G. R.; Himsworth, F. R., “Sequential application of simplex designs in optimization and evolutionary operation” Technometrics, 1962, 4: 441-461.

Nelder, J.A.; Mead,D.R., “A simplex method for function minimization” Computer J. 1965, 7: 308- 12.

Routh,M.W.; Swartz,P.A.; Denton,M. B., “ Performance of the super modified simplex” Anal. Chem. 1977,49: 1422-1428.

Barros Neto, B.; Scarmínio, I.S.; Bruns, R.E., “Planejamento e Otimização de Experimentos”. Editora da Unicamp, Campinas, 1995. Brereton, R. G., “Chemometrics in Analytical Chemistry - A Review”, Analyst, 1987, 112: 1635 - 1657.

Box, G. P. G.; Hunter, W. G.; Hunter, J. S., “Statisics for Experimenter: An Introduction To Design, Data Analysis And Model Building”. John Wiley & Sons, New York, 1978.

Legret, M.; Divet, L., “Application of Factorial - designs in Optimization of the Determination of Lead by Electrotermal atomization”, Analusis, 1988, 16: 97 - 106.

Downloads

Publicado

2018-09-17

Como Citar

Eiras, S. de P., Coscione, A. R., & Andrade, J. C. de. (2018). Métodos de otimização em química. Revista Chemkeys, (3), 1–18. https://doi.org/10.20396/chemkeys.v0i3.9626

Edição

Seção

Experimentos