Simulação de um bafômetro

Autores

  • João Carlos de Andrade Universidade Estadual de Campinas
  • Aline Renée Coscione Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/chemkeys.v0i5.9620

Palavras-chave:

Bafômetro. Álcool. Etanol. Espectrofotômetro. Determinação de etanol. Análise química. Regressão linear. Curva de calibração.

Resumo

O equipamento popularmente conhecido como bafômetro (do inglês “breath alcohol analyzer”) permite determinar a quantidade de álcool no sangue, ingerido na forma de etanol em bebidas alcoólicas, através do ar expirado por uma pessoa. Esta determinação baseia-se no princípio de que o álcool contido no sangue está em equilíbrio com o álcool contido no ar dos pulmões. O experimento proposto descreve um procedimento para determinar a quantidade de álcool presente no vapor de uma amostra alcoólica, simulando as condições de análise de um bafômetro. Os principais objetivos são:

• Discutir, de forma geral, os princípios químicos utilizados nos bafômetros.

• Introduzir os métodos espectrofotométricos de análise e ilustrar sua aplicação.

• Introduzir o uso do método da regressão linear para o ajuste de dados experimentais e demonstrar o seu uso na obtenção da equação de uma curva de calibração analítica.

• Determinar a quantidade de etanol presente no vapor de uma amostra alcoólica, simulando as condições de determinação do bafômetro baseado na oxidação de íons dicromato.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Carlos de Andrade, Universidade Estadual de Campinas

Instituto de Química

Aline Renée Coscione, Universidade Estadual de Campinas

Instituto de Química

Referências

Lovell, W.S., “Breath tests for determining alcohol in the blood”. Science,1972, 178: 264-272.

Hore, B.D., “ Alcohol Dependence” (Chapter 9), Butterwoth & Co. LTd., Boston, 1976.

Mirabete, J. F., “Manual de Direito Penal. Parte Geral: Arts 10 a 120 da CP” (vol.1), 15a ediçao revisada e atualizada até dez./1998. Editora Atlas, São Paulo, 1999, pp. 220-223.

Jones, A.W.; Beylich, K.M.; Bjorneboe, A.; Ingum, J.; Morland, J., “Measuring ethanol in blood and breath for legal purposes: variability between laboratories and between breath-test instruments”. Clin. Chem., 1992, 38:743-747.

Jones, A.W.; Andersson, L.; Berglund, K., “Interfering substances identified in the breath of drinking drivers with Intoxilyzer 5000S”. J. Anal. Toxicol., 1996, 20:522-527.

Trafford, D. J. H.; Makin, H. L. J., “Breath-alcohol concentration may not always reflect the concentration of alcohol in blood”. J. Anal. Toxicol.,1994, 18, 225- 228.

Intoximeters Inc., 1994-1995. “Fuel cell tecnhology applied to alcohol breath testing”, http://www.intox. com

Breathscan Alcohol Breath Tester. “Alcohol Testing”, http://www.breathscan.com/

CMI on line.” History of Breath Alcohol Analysis”, http://www.alcoholtest.com/

Labianca, D.A., “The chemical basis of the breathalyzer: a critical analysis”, J. Chem. Educ., 1990, 67: 259-261.

Labianca, D.A., “Estimation of blood-alcohol concentration”, J. Chem. Educ., 1992, 69: 628 - 632.

Timmer, W.C., “An experiment in Foresic Chemistry”. J. Chem Educ., 1986, 63:897-898.

Labianca, D.A., “How specific for ethanol is breath alcohol analysis based on adsorption of IR radiation at 9.5 mm?”, J. Anal. Toxicol., 1992, 16:404-405.

Treptow, R.S., “Determination of alcohol in breath for law enforcement”. J. Chem. Educ.,1974, 51:651.

Pavia, D. L.; Lapman, G. M.; Kriz Jr., G. S., “Introduction to organic laboratory techniques: a contemporary approach.” 2nd edition, Saunders College Publishing, Orlando, 1982, pp.191-196.

Skoog, D. A.; West, D. M.; Holler, F. J., “Fundamentals in Analytical Chemistry”, 7th edition. Saunders College Publishing, Orlando, 1996.

Christian. G. D., “Analytical Chemistry”, 5th edition. John Wiley & Sons, Inc., New York, 1994.

de Andrade, J.C.; Custódio, R.; Kubota, L., “Leis dos processos de absorção de radiação”, http://www. chemkeys.com

Custódio, R.; de Andrade, J.C.; Augusto, F., “O ajuste de funções matemáticas a dados experimentais”. Quím. Nova, 1997, 20:219-225.

Pimentel, M. F.; Barros Neto, B., “Calibração: Uma revisão para químicos analíticos”. Quím. Nova, 1996, 19:268-277.

Wendt, H.; Gotz, M.; Linardi, M., “Tecnologia de células a combustível”, Quím. Nova, 2000, 23:538- 546.

Lunn, G.; Sansone, E.B., “A laboratory procedure for the reduction of chromium(VI) to chromium(III)”. J. Chem. Educ., 1989, 66(5), 443 - 445.

Downloads

Publicado

2018-09-17

Como Citar

Andrade, J. C. de, & Coscione, A. R. (2018). Simulação de um bafômetro. Revista Chemkeys, (5), 1–14. https://doi.org/10.20396/chemkeys.v0i5.9620

Edição

Seção

Experimentos