Portal de Revistas da UFS

evolução e desafios

Autores

  • Martha Suzana Cabral Nunes Universidade Federal de Sergipe https://orcid.org/0000-0002-0587-5354
  • Péricles Morais de Andrade Júnior Universidade Federal de Sergipe
  • Fábio Alves dos Santos Universidade Federal de Sergipe
  • Paulo Augusto Bomfim Rodrigues Universidade Federal de Sergipe

Palavras-chave:

Portal OJS-UFS, Revistas eletrônicas, Publicações científicas

Resumo

O SEER – OJS da Universidade Federal de Sergipe foi criado em 2009 a partir da iniciativa de docentes, pesquisadores e do Núcleo de Tecnologia da Informação. Essa implantação a nível local seguiu um movimento nacional liderado pelo IBICT, o qual é o responsável, no Brasil, pela implantação do SEER desde 2003. De lá para cá, muitas instituições públicas e privadas receberam treinamento e orientações para a implantação do sistema. Até os dias atuais, o Portal de Revistas da UFS sofreu alterações de sua versão, e mudanças na gestão do portal, passando, desde 2018, a ser gerenciado por uma Comissão SEER-OJS instituída pela Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa que, em parceria com a Superintendência de Tecnologia da Informação (STI), tem trabalhado na sua atualização. Daí questionamos: como promover a atualização do portal e a melhoria na visibilidade das revistas da UFS?

Biografia do Autor

Martha Suzana Cabral Nunes, Universidade Federal de Sergipe

Docente do Curso de Ciência da Informação da Universidade Federal de Sergipe.

Referências

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA. IBICT. Sobre o SEER, 2019. Disponível em: http://www.ibict.br/tecnologias-para-informacao/seer. Acesso em: 25 jun. 2019.

Publicado

2019-07-25

Como Citar

Nunes, M. S. C., Andrade Júnior, P. M. de, Santos, F. A. dos, & Rodrigues, P. A. B. (2019). Portal de Revistas da UFS: evolução e desafios. Encontro Nacional De Portais De Periódicos, 2, e019010. Recuperado de https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/enapp/article/view/1541

Edição

Seção

Portal de periódicos institucional a experiência de sua institucionalização