Otimização e informatização nos processos de trabalho do Serviço de Apoio Veterinário Especializado (SAVE) da UNICAMP
Capa do Eixo 2 sobre Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação
PDF

Palavras-chave

Medicina veterinária
Animais de laboratório
Responsabilidade técnica
Sistemas informatizados

Categorias

Como Citar

ANTIORIO, Ana Tada Fonseca Brasil; SOUZA, Allan Michel de; XIMENES, Bruno Gomes; LINS, Carlos Ralph Batista; PEDRO, Desenir Adriano; HASZLER, Eduardo Villaverde; SANTOS, Rosângela dos. Otimização e informatização nos processos de trabalho do Serviço de Apoio Veterinário Especializado (SAVE) da UNICAMP. Congresso dos Profissionais das Universidades Estaduais de São Paulo, Campinas, SP, n. 2, p. e023115, 2023. DOI: 10.20396/conpuesp.2.2023.5072. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/conpuesp/article/view/5072. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

Introdução: Um biotério é uma instalação onde animais de laboratório são mantidos para atividades de ensino e pesquisa científica. Dentre as atribuições e competências do médico-veterinário responsável técnico, deve-se elaborar relatórios de visitas e prontuários que comprovem a sua atuação e permitam o rastreamento de informações perante os órgãos fiscalizadores. Objetivo: O projeto propõe criar um sistema informatizado para gerar relatórios de visitas técnicas, com o objetivo de otimizar os processos, reduzir o tempo gasto no registro das atividades dos médicos-veterinários e melhorar o acesso aos dados. Metodologia: O sistema foi idealizado por médicos-veterinários e gerado pelo setor de desenvolvimento de sistemas do Instituto de Biologia, que utilizou como modelo um sistema próprio com interface amigável ao usuário e responsiva. O sistema foi integrado ao portal Senha Única da UNICAMP para facilitar e garantir a segurança de acesso aos usuários. Resultados: O projeto é utilizado por 70 usuários dos biotérios da Universidade, abrangendo nove Institutos e Faculdades. O sistema viabiliza centralizar a produção e o envio dos relatórios das visitas técnicas; possibilita que os coordenadores deem ciência aos documentos; e permite registrar todas as etapas do atendimento aos usuários. Além disso, a transição para um sistema informatizado reduziu a dependência de documentos em papel. Conclusão: O sistema informatizado permitiu automatizar todo o processo de geração de relatórios das visitas técnicas dos médicos-veterinários aos biotérios, melhorou a comunicação entre as partes interessadas e, por fim, viabilizou o rastreamento das atividades realizadas pelos responsáveis técnicos perante os órgãos fiscalizadores.

https://doi.org/10.20396/conpuesp.2.2023.5072
PDF

Referências

MANUAL de Orientação do Responsável Técnico-Sanitário em Estabelecimentos que Criem ou Utilizem Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica. 2022. Conselho Federal de Medicina Veterinária. Disponível em: https://www.cfmv.gov.br/manual-de-responsabilidade-tecnica-de-bioterios/comunicacao/publicacoes/2022/11/09/#4. Acesso em: 02 out. 2023.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Ana Tada Fonseca Brasil Antiorio, Allan Michel de Souza, Bruno Gomes Ximenes, Carlos Ralph Batista Lins, Desenir Adriano Pedro, Eduardo Villaverde Haszler, Rosângela dos Santos (Autor)

Downloads

Não há dados estatísticos.