A Presença dos investimentos externos diretos da República Popular da China no Brasil no período compreendido pelos anos 2007-2016

Autores

  • Thiago Jeremias Baptista Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

globalização, investimentos externos diretos, investimentos chineses, República Popular da China, Brasil

Resumo

A dimensão econômica do processo de globalização tem se intensificado e está relacionada a expansão dos fluxos internacionais de bens, serviços e capitais. Nas últimas décadas, assistimos à ampliação dos fluxos de investimentos externos diretos, ao passo que estes saltaram de, aproximadamente, US$ 341,5 bilhões em meados da década de 1990, e alcançaram US$ 1,9 trilhão, em 2015. No curso desse processo, os países em desenvolvimento ampliaram sua participação nos fluxos de investimentos externos diretos e a República Popular da China não se destacou somente pela sua condição enquanto país recipiendário de investimentos externos diretos, mas se projetou como um investidor internacional...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Jeremias Baptista, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Bacharel e Licenciado em Geografia (UERJ), Doutorando em Geografia (PUC-Rio), Mestre em Geografia - Área de Concentração: Gestão e Estruturação do Espaço Geográfico/Linha de Pesquisa: Globalização, Políticas Públicas e Reestruturação Territorial (UERJ) -, especialista em História das Relações Internacionais pelo CEHRI/IFCH/UERJ e em Dinâmicas Urbano-Ambientais e Gestão do Território pela FFP/UERJ, é professor da rede pública de ensino, atuando nos segmentos fundamental e médio, bem como na tutoria a distância do curso de licenciatura em Geografia do Consórcio CECIERJ/CEDERJ.

Referências

ACIOLY, L.; LEÃO, R. P. F. Internacionalização das Empresas Chinesas: as Prioridades do Investimento Direto Chinês no Mundo. Comunicados do IPEA n. 84, 2011.

ALVES, A. G. de M. P. As Relações de Investimentos Direto entre a China e os Países de seu Entorno. In: ALVES, A. G. de M. P. (Org.) Os BRICS e seus vizinhos: investimento direto estrangeiro. Brasília: Ipea, 2014. p. 285-420.

AVENDANO, R. MELGUIZO, A. MINER, S. Chinese FDI in Latin America: new trends with global implications. The Atlantic Council of the United States and the OECD Development Centre, 2017. http://publications.atlanticcouncil.org/china-fdi-latin-america/ Acesso em: 13 jan 2018.

BAIYI, W. Articulación de estrategias de desarrollo entre China y América Latina desde la perspectiva de la globalización y la Franja y la Ruta. In: DONGZHEN, Yuan [et al.] editado por BAIYI, Wu. Pensamiento social chino sobre América Latina. 1ª ed. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: CLACSO, 2018. Libro digital, PDF. p. 181-217.

BRUTTO, G. L. El papel de China en el actual processo de reconfiguración geoeconômica y geopolítica en América Latina. Un análisis de sus impliciones en las dinámicas de la cooperación sur-sur. In.: VADELL, J. A expansão econômica e geopolítica da China no século XXI: diferentes dimensões de um mesmo processo. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2018. p. 103-138.

BUSTELO, P.; LOMMEN, Y. F. La economía china ante el siglo XXI: Veinte años de reforma. Madrid: Editorial Sítesis S.A. 1996.

CEBC, Centro Empresarial Brasil China. Investimentos chineses no Brasil 2017. Rio de Janeiro, 2018. http://cebc.org.br/investimentos-chineses-no-brasil/. Acesso em: 10 abr 2019.

CHEN, C. The liberalisation of FDI policies and the impacts of FDI on China’s economic development. In: GARNAUT, R.; SONG, L.; FANG, C. (Orgs.). China’s 40 years of reform and development: 1978–2018. Australian National University. Social Sciences Academic Press (China). 2018. p. 595-618. DOI: 10.22459/CYRD.07.2018. Disponível em: https://press.anu.edu.au/publications/series/china-update/china%E2%80%99s-40-years-reform-and-development-1978%E2%80%932018 . Acesso em: 31 mar 2019.

CHOW, G. C. China’s economic transformation. In: GARNAUT, R.; SONG, L.; FANG, C. (Orgs.). China’s 40 years of reform and development 1978-2018. Australian National University. Social Sciences Academic Press (China). 2018. p. 93-116. Disponível em: https://press.anu.edu.au/publications/series/china-update/china%E2%80%99s-40-years-reform-and-development-1978%E2%80%932018. Acesso em: 31 mar 2019.

FANG, C.; GARNAUT, R.; SONG, L. 40 years of China’s reform and development: How reform and captured China’s demographic and dividend. In: GARNAUT, R.; SONG, L.; FANG, C. (Orgs.). China’s 40 years of reform and development 1978-2018. Australian National University. Social Sciences Academic Press (China). 2018. p. 29-52. Disponível em: https://press.anu.edu.au/publications/series/china-update/china%E2%80%99s-40-years-reform-and-development-1978%E2%80%932018. Acesso em: 31 mar 2019.

GAO, Y. & WANG, Q. China´s global investments: structure, route and performance. In.: China: Direções globais de investimentos: 2018. Conselho Empresarial Brasil China, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos. 2018, p. 4-23. Disponível em: http://cebc.org.br/2018/10/18/china-direcoes-globais-de-investimentos-2018/ Acesso em: 06 jan 2018.

HARVEY, D. O Neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

HOFMAN, B. Reflections on 40 years of China’s reforms. In: GARNAUT, R.; SONG, L.; FANG, C. (Orgs.). China’s 40 years of reform and development 1978-2018. Australian National University. Social Sciences Academic Press (China). 2018. pp. 53-66. https://press.anu.edu.au/publications/series/china-update/china%E2%80%99s-40-years-reform-and-development 1978%E2%80%932018. Acesso em: 31 mar 2019.

LACERDA, A. C. de. Notas sobre as características e o perfil dos fluxos recentes de investimentos diretos estrangeiros na economia brasileira. In.: O Brasil e os desafios da globalização. Pedro da Motta Veiga, organizador. – Rio de Janeiro: Relume-Dumará; São Paulo: SOBEET, 2000. pp. 193-207.

MÉNDEZ, R. Geografía Económica. La lógica espacial del capitalismo global. 3ª reimpresión. Barcelona: Editorial Ariel, 2006.

RODRIGUES, B. S.; HENDLER, B. Investimento externo chinês na América Latina e no Sudeste Asiático: uma análise de escopo, valores e setores-alvo. Estudos Internacionais - Revista de Relações Internacionais. v.6, n.3, p. 5-25, 2018.

SHAMBAUGH, D. China goes global: the partial power. New York: Oxford University Press, 2013.

SALVADOR, A. El proceso de apertura de la economía china a lainversión extranjera. Revista de Economía Mundial. N. 30, 2012, 209-231. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/866/86623418009.pdf. Acesso em: 03 jan 2018.

SHOUJUN, C. e ZHANG, Z. China y la infraestructura en América Latina desde la perspectiva de la diplomacia económica. In: DONGZHEN, Yuan [et al.] editado por BAIYI, Wu. Pensamiento social chino sobre América Latina. 1ª ed. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: CLACSO, 2018. Libro digital, PDF. p. 261-290.

UNCTAD, United Nations Conference on Trade and Development. https://unctad.org/en/Pages/Home.aspx acesso em 10 jul 2019.

VADELL, J.; NEVES, P. O Brasil e a China na atualidade: perspectivas sobre o aprofundamento da cooperação desigual a partir do comércio, dos investimentos e do crédito. In: VADELL, J. A expansão econômica e geopolítica da China no século XXI: diferentes dimensões de um mesmo processo. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2018. p. 13-42.

WANG, J. The Economic impact of special economic zones: Evidence from Chinese Municipalities. Hong Kong University of Science and Technology. This Version, Sept, 2010. p. 1-28. Disponível em: https://editorialexpress.com/cgi-bin/conference/download.cgi?db_name=NASM2011&paper_id=239. Acesso em: 24 abr 2019.

WANG, B.; GAO, K. Restricted, relaxed, and regulated stages of developmet. In: GARNAUT, R.; SONG, L.; FANG, C. (Orgs.). China’s 40 years of reform and development: 1978–2018. Australian National University. Social Sciences Academic Press (China). 2018. pp. 595-618. DOI: 10.22459/CYRD.07.2018. Disponível em: https://press.anu.edu.au/publications/series/china-update/china%E2%80%99s-40-years-reform-and-development-1978%E2%80%932018 . Acesso em: 31 mar 2019.

XIAODAI, X. El acoplamiento de las estratégias de desarrollo económico entre China y América Latina y el caribe. In: DONGZHEN, Yuan [et al.] editado por BAIYI, Wu. Pensamiento social chino sobre América Latina. 1ª ed. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: CLACSO, 2018. Libro digital, PDF. p. 239-260.

Downloads

Publicado

2020-02-13

Como Citar

BAPTISTA, Thiago Jeremias. A Presença dos investimentos externos diretos da República Popular da China no Brasil no período compreendido pelos anos 2007-2016. Seminário Pesquisar China Contemporânea, Campinas, SP, n. 3, 2020. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/chinabrasil/article/view/3165. Acesso em: 24 abr. 2024.